Ir para conteúdo
Ate Cubanos

O que vocês estão jogando, pederastas?

Posts Recomendados

Comprei o banner saga 1,2 e 3, steam linda.

 

meu irmão tem Xbox e fomos comparar alguns jogos em promoções em ambos os consoles e pqp, a live da de peia na psn.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Terminei dois jogos:

 

Horizon Chase Turbo: muito bom, é o que Top Gear deveria ser hoje em dia! Extremamente difícil, mas muito legal. Nota 9,0

 

Mass Effect Andromeda: Sou um fã de sci-fi e de RPGs, e apesar de alguns defeitinhos, esse jogo é perfeito pra mim. Tiro meio ponto por causa dos bugs. Nota 9,5

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em ritmo lento atingi 6hs em Valkyria Chronicles 4. Tá cansativo, mais do mesmo em excesso e apesar de alguns personagens simpáticos a história até então não empolgou.

2018 no Switch foi atípico pois peguei no segundo semestre e tive 2 Xenoblades e Octopath Traveler à disposição, agora começou aqui o período de vacas magras. Tomara que não demore muito o Dragon Quest XI S e o Shin Megami Tensei V.

 

Fiz os 12 templos do dlc do Zelda e apenas um dos bosses. A maioria deles foi excepcional e uma pena que acaba tão rápido, definitivamente é a melhor coisa do jogo e agora é arrumar forças pra procurar pelos outros normais porque só tenho 64 deles. Precisam criar mais dlc's com esses templos de aurea mágica infinita.

 

Depois de um começo intenso quase não consegui pegar o Assassins Creed Odyssey essa semana. Adorei o sistema de domínio de regiões, evolução do barco e ranqueamento de mercenários. Pra fãs de história (eu sou porém minha memória é uma porcaria e lembro de pouca coisa) é um show a parte, esse período da Guerra do Peloponeso é legal.

O combate e exploração são bons também, nunca tinha visto AC sequer rodando.

 

O que tive tempo pra jogar essa semana foi o Shadowrun Returns no PC, jogo curto e pelo jeito tá nas últimas já. Dizem que os próximos são melhores.

 

Em 24/12/2018 em 09:41, Rhazo disse:

 

Você passou de 200 horas no Xenoblade Chronicles 2.

 

Não vou nem discorrer mais porque provavelmente vou começar a te ofender.

Mais do que natural bater as 200hs em XC2, difícil achar jogo com tanta coisa legal pra fazer. Merecia é 300hs só por conta daquele Challenge Mode e níveis extras de dificuldade mas com muito esforço parei pra ir logo pro Torna.

Se eu fizer mais tempo de jogo no Assassins Creed: The Witcher Odyssey do que no BoW ai sim pode cogitar a ofensa porque esse jogo sim tem alguns problemas.

Em 24/12/2018 em 12:44, Beto Paz & Amor disse:

Obs: Xenoblade 2 é muito bom. Mas jogo da casa dos 8. 

Apesar da história fraca vale 9 fácil por conta do melhor battle system da atualidade e pela quantidade abismal de conteúdo e desafios. Não tivesse personagens tão retardados eu afirmaria que é até mais divertido do que Zelda har har

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Terminei Dungeons & Darkness. Gosta de Demon's Souls ou Dark Souls? Já teve curiosidade para experimentar seus "antecessores" em primeira pessoa como King's Field e Shadow of the Abyss mas achou arcaicos demais? Esse jogo é uma homenagem a esses jogos, simplificando certas coisas mas mantendo o espírito. Tem parry com estudo, backstab, barra de stamina etc. Pode não ser tão difícil quanto um Souls, mas volta e meia ele te pune por não jogar com cuidado. Já entrei numa sala só de olho num baú de tesouro para ser surpreendido por um inimigo escondido no canto, uma slime no teto que caiu em cima de mim e o baú ainda era um Mimic, fdps. Tem uma lanterna para iluminar áreas escuras mas ela entrega sua posição para inimigos. Os gráficos são muito bons para um jogo indie, mas se vê a limitação em algumas áreas, como clipping, e uma das dungeons que possui umas salas ao ar livre sofre de slowdown. Mesmo assim curti bastante e viciei, 16h bem gastas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Terminei Megaman X1, X2, X3, X4, X5 e X6 dos Legacy Collection que saíram.

 

Megaman X3 tá impossível de terminar por causa do input lag. Aquele trecho final do Sigma subindo  a alcova com fogo vindo embaixo. No SNES Classic e 3DS passei de primeira com facilidade. A emulação desses três primeiros ficou uma merda na coletânea. Por outro lado, X4, X5 e X6 estão perfeitos. Pra quem quiser fazer um teste bom, é só subi no canto de alguma parede que tenha teto. Aperte o pulo várias vezes e verifique a velocidade com quem Megaman bate a cabeça no teto. Tá muito mais rápido do X4 pra cima. E eu sei que isso não é só a partir do X4, porque no SC e 3DS também faz.

 

X4 tá excelente como sempre. X5 eu não lembrava como o jogo era RUIM. O jogo parece um grande tutorial com a porra da Aila travando a ação o tempo todo pra dizer o que você deve fazer. Chegou um ponto que eu não linha mais nenhum diálogo, exceto as cutscenes principais entre fases. A Aila é chata até no report pós-término da fase, puta merda. Arrumei coragem pra fechar o jogo duas vezes (com Megaman e Zero como fiz com o X4).

 

X6 deram uma melhorada braba tirando as cutscenes e deixando a coleção de armaduras mais espontânea (com exceção pra o Braço da Blade no museu, alguma coisa tinha que ser ruim). O design dos estágios está péssimo e fazer os reploids perdíveis permamentemente foi bem irritante também. Ficou apenas um pouco melhor que o X5 por causa do corte geral de diálogos.

 

Tou indo agora pro Megaman X7 que nunca joguei (nem o 8). Só vejo o povo falar mal. Basicamente o Superman 64 do PS2. Vou jogar e dar minha opinião.

Ah sim, X6 não tenho paciência pra zerar de novo com o Zero.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Sailor Paladina disse:

Terminei Megaman X1, X2, X3, X4, X5 e X6 dos Legacy Collection que saíram.

 

Megaman X3 tá impossível de terminar por causa do input lag. Aquele trecho final do Sigma subindo  a alcova com fogo vindo embaixo. No SNES Classic e 3DS passei de primeira com facilidade. A emulação desses três primeiros ficou uma merda na coletânea. Por outro lado, X4, X5 e X6 estão perfeitos. Pra quem quiser fazer um teste bom, é só subi no canto de alguma parede que tenha teto. Aperte o pulo várias vezes e verifique a velocidade com quem Megaman bate a cabeça no teto. Tá muito mais rápido do X4 pra cima. E eu sei que isso não é só a partir do X4, porque no SC e 3DS também faz.

 

X4 tá excelente como sempre. X5 eu não lembrava como o jogo era RUIM. O jogo parece um grande tutorial com a porra da Aila travando a ação o tempo todo pra dizer o que você deve fazer. Chegou um ponto que eu não linha mais nenhum diálogo, exceto as cutscenes principais entre fases. A Aila é chata até no report pós-término da fase, puta merda. Arrumei coragem pra fechar o jogo duas vezes (com Megaman e Zero como fiz com o X4).

 

X6 deram uma melhorada braba tirando as cutscenes e deixando a coleção de armaduras mais espontânea (com exceção pra o Braço da Blade no museu, alguma coisa tinha que ser ruim). O design dos estágios está péssimo e fazer os reploids perdíveis permamentemente foi bem irritante também. Ficou apenas um pouco melhor que o X5 por causa do corte geral de diálogos.

 

Tou indo agora pro Megaman X7 que nunca joguei (nem o 8). Só vejo o povo falar mal. Basicamente o Superman 64 do PS2. Vou jogar e dar minha opinião.

Ah sim, X6 não tenho paciência pra zerar de novo com o Zero.

 

Isso sim é uma coragem de jogar a coleção X do Megaman, mas nem posso falar, devo fazer a mesma coisa quando comprar. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

São alguns dos melhores jogos de suas épocas. Diria ser obrigatório pra qualquer gamer de respeito revisitar nem que seja de 5 em 5 anos. A lixaiada AAA empurrada goela abaixo pela mídia e a vontade de socializar  falando sobre o joguinho do momento faz esquecer o que é gameplay rico.

Editado por God Hand
.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No Megaman X6 uma das coisas mais podres foram a nerfada que deram no sabre do Zero. De uma espada laser com alcance bom ela virou uma espada de bambu e com alcance curtíssimo. Tem que ficar colado nos inimigos para poder acertar. E os movimentos que se ganha dos bosses também não são grande coisa. Não tem Ruuejin/Shoryuken de fogo e nem Shoryuken de eletricidade como no X5, não tem espetada de trovão como no X4. Agora o poder de murro no chão é bem poderoso pelo menos. 

 

E para quem gosta de desafio, esse é o mais difícil da série, ainda mais por conta daqueles efeitos que aparecem nas fases a medida em que se vai derrotando os chefes.

 

X7 acho que só passei de umas duas fases, jogo extremamente podre. As partes 3d são grotescas e nem as partes 2D salvam.

 

X8 voltou a ser excelente com muita coisa para fazer, o Zero tem mais armas além da espada, o Axl também está muito bom de se jogar, com a jogabilidade dele sendo mais no estilo Contra com tiros rápidos. O foda foram os gráphicos ruins e serrilhados nível Wii. E a armadura do X é a mais feia e esquisita da série, com um capacete quase triangular puta merda. Megaman X Maverick Hunter do PSP, um hardware bem inferior ao PS2, conseguiu ser muito mais bonito e animado. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Joguei Onrush umas quatro horinhas ontem. Deram na Plus de Dezembro.

 

Bom jogo, kudos para a originalidade. Curioso ser um jogo da Codemasters sendo que parece mais da Criterion, com alguns pontos de Burnout. Mesmo assim se distingue bastante desse último. Na verdade nem sequer é um jogo de corrida com conceito tradicional de chegar na frente. 

 

Só joguei o modo principal no single player, vou jogar o online (que é o foco do título, afinal é feito com times) e opino melhor. Mas é divertido e diferente, embora nada nível Dirt ou Grid (nem tenta ser isso).

Editado por Beto Paz & Amor

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 28/12/2018 em 19:49, Sailor Paladina disse:

Terminei Megaman X1, X2, X3, X4, X5 e X6 dos Legacy Collection que saíram.

 

Megaman X3 tá impossível de terminar por causa do input lag. Aquele trecho final do Sigma subindo  a alcova com fogo vindo embaixo. No SNES Classic e 3DS passei de primeira com facilidade. A emulação desses três primeiros ficou uma merda na coletânea. Por outro lado, X4, X5 e X6 estão perfeitos. Pra quem quiser fazer um teste bom, é só subi no canto de alguma parede que tenha teto. Aperte o pulo várias vezes e verifique a velocidade com quem Megaman bate a cabeça no teto. Tá muito mais rápido do X4 pra cima. E eu sei que isso não é só a partir do X4, porque no SC e 3DS também faz.

 

X4 tá excelente como sempre. X5 eu não lembrava como o jogo era RUIM. O jogo parece um grande tutorial com a porra da Aila travando a ação o tempo todo pra dizer o que você deve fazer. Chegou um ponto que eu não linha mais nenhum diálogo, exceto as cutscenes principais entre fases. A Aila é chata até no report pós-término da fase, puta merda. Arrumei coragem pra fechar o jogo duas vezes (com Megaman e Zero como fiz com o X4).

 

X6 deram uma melhorada braba tirando as cutscenes e deixando a coleção de armaduras mais espontânea (com exceção pra o Braço da Blade no museu, alguma coisa tinha que ser ruim). O design dos estágios está péssimo e fazer os reploids perdíveis permamentemente foi bem irritante também. Ficou apenas um pouco melhor que o X5 por causa do corte geral de diálogos.

 

Tou indo agora pro Megaman X7 que nunca joguei (nem o 8). Só vejo o povo falar mal. Basicamente o Superman 64 do PS2. Vou jogar e dar minha opinião.

Ah sim, X6 não tenho paciência pra zerar de novo com o Zero.

 

Ainda vou pegar essa collection, terminei no ps2 tudo denovo, o x1, x2, x3 e x4 devo ter jogado umas 10 vezes já desde a epoca do Snes lol. Jogaços demas.

 

1 hora atrás, Beto Paz & Amor disse:

Joguei Onrush umas quatro horinhas ontem. Deram na Plus de Dezembro.

 

Bom jogo, kudos para a originalidade. Curioso ser um jogo da Codemasters sendo que parece mais da Criterion, com alguns pontos de Burnout. Mesmo assim se distingue bastante desse último. Na verdade nem sequer é um jogo de corrida com conceito tradicional de chegar na frente. 

 

Só joguei o modo principal no single player, vou jogar o online (que é o foco do título, afinal é feito com times) e opino melhor. Mas é divertido e diferente, embora nada nível Dirt ou Grid (nem tenta ser isso).

 

Joguei ele também e achei bem divertido e original, só achei que faltou split screen lol, precisava mesmo desse modo, seria muy divertido.

 

Da ps plus também testei Roundbout, Soma e Burly Man at See.

 

Roundbout é um indie bem carismatico e com a mecanica de jogo criativa, é um Crazy taxy só que com um carro que fica rodando o tempo inteiro lol, o objetivo é navegar no cenario o mais rápido possível sem destruir o carro no percurso, as cenas dos passageiros tem carisma.

 

maxresdefault.jpg

 

Soma eu achei bem tenso, joguei pouco, assim que começou a parte de terror parei lol, mas tem a premissa bem interessante, um cara tem que fazer tratamento em uma maquinapra curar alguma doença no cerebro e acorda depois de entrar nessa maquina em um mundo todo futurista e robotizado.

 

Screen_Screenshot_228.0.0.png

 

E por fim esse Burly Man at See, outro indie criativo, você controla três marinheiros ou algo assim usando só a movimentação da câmera que vai revelando o cenário, meio difícil de explicar, e como se fosse um "mouse" pra interagir com o cenário, tem um visual de histórias infantis bem diferente, curti.

 

burly-men-at-sea-trofeu-de-platina-ps4-D 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Antes de tudo eu gostei muito de ffxiii na época e minha nota foi 9

Mais por conta do gameplay, músicas lindas e gráficos soberbos.

 

A história primeiro metade gostou muito, depois não que fica ruim. Simplesmente ela para, o jogo já entregou quase tudo de legal antes de Gran Pulse sobre a história.

 

 

 

Rejogandoffxiii no Pc 4k lindo

Não tenho a princípio intenção de reterminar. Queria jogar 10 horas para matar aquela saudades. Quero fazer o mesmo valor com.ffx que acho um classico . Mas esse tenho até vontade de terminar de novo. Afinal são 18 anos atrás que joguei esse marca da geração PS2.

 

Porém me surpreendeu como esse jogo tem um ritmo muito bom na primeira metade 

 

Toda hora acontece uma coisa que te empolga a prosseguir.

 

Sabendo mais de antemão o que já sei da história e muito mais imersivo entender e explorar o lore do jogo que acho ótimo.

 

Em 4k tem nuances da arte do jogo que nem tinha reparado o já jogo lindo que e .

Coisa que não posso dizer do ff15 que na versão consoles não chega aos pés. 

A do PC, acho que e o jogo mais bonito que vi.

 

De gameplay não tenho o que reclamar do 15 e nem do 13. 

Adoro os dois. 

E tem chefes de monte. 

 

O 15 ainda tem as DLC que exploram outro tipo de gameplay.

 

Mas o 15 não rejogo tão cedo . 

Esperar uns 10 anos se bater a saudade ( coisa que outros FF não deram tanta para rejogar, nem o 12 que foi o mais jogado) 

 

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
12 horas atrás, Leonhart disse:

 

Ainda vou pegar essa collection, terminei no ps2 tudo denovo, o x1, x2, x3 e x4 devo ter jogado umas 10 vezes já desde a epoca do Snes lol. Jogaços demas.

 

 

Joguei ele também e achei bem divertido e original, só achei que faltou split screen lol, precisava mesmo desse modo, seria muy divertido.

 

Da ps plus também testei Roundbout, Soma e Burly Man at See.

 

Roundbout é um indie bem carismatico e com a mecanica de jogo criativa, é um Crazy taxy só que com um carro que fica rodando o tempo inteiro lol, o objetivo é navegar no cenario o mais rápido possível sem destruir o carro no percurso, as cenas dos passageiros tem carisma.

 

maxresdefault.jpg

 

Soma eu achei bem tenso, joguei pouco, assim que começou a parte de terror parei lol, mas tem a premissa bem interessante, um cara tem que fazer tratamento em uma maquinapra curar alguma doença no cerebro e acorda depois de entrar nessa maquina em um mundo todo futurista e robotizado.

 

Screen_Screenshot_228.0.0.png

 

E por fim esse Burly Man at See, outro indie criativo, você controla três marinheiros ou algo assim usando só a movimentação da câmera que vai revelando o cenário, meio difícil de explicar, e como se fosse um "mouse" pra interagir com o cenário, tem um visual de histórias infantis bem diferente, curti.

 

burly-men-at-sea-trofeu-de-platina-ps4-D 

 

 

Apesar de eu achar a jogabilidade de Soma extremamente meh, acho que ele tem uma das melhores histórias da geração e só por isso já vale a pena jogá-lo. É o tipo de jogo que me fez pensar pra cacete quando eu terminei.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
14 horas atrás, Beto Paz & Amor disse:

Joguei Onrush umas quatro horinhas ontem. Deram na Plus de Dezembro.

 

Bom jogo, kudos para a originalidade. Curioso ser um jogo da Codemasters sendo que parece mais da Criterion, com alguns pontos de Burnout. Mesmo assim se distingue bastante desse último. Na verdade nem sequer é um jogo de corrida com conceito tradicional de chegar na frente. 

 

Só joguei o modo principal no single player, vou jogar o online (que é o foco do título, afinal é feito com times) e opino melhor. Mas é divertido e diferente, embora nada nível Dirt ou Grid (nem tenta ser isso).

 

Quando a Sony fechou a Evolution, da série Motorstorm, a Codemasters contratou a equipe e foram eles que fizeram o Onrush.

 

Porém o jogo flopou e o diretor já foi demitido.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 28/12/2018 em 08:59, Ultima Weapon disse:

Em ritmo lento atingi 6hs em Valkyria Chronicles 4. Tá cansativo, mais do mesmo em excesso e apesar de alguns personagens simpáticos a história até então não empolgou.

2018 no Switch foi atípico pois peguei no segundo semestre e tive 2 Xenoblades e Octopath Traveler à disposição, agora começou aqui o período de vacas magras. Tomara que não demore muito o Dragon Quest XI S e o Shin Megami Tensei V.

 

Não se esqueça do Fire Emblem que sai no primeiro semestre. Jogaço, Awakening está entre os melhores de 3DS. Final Fantasy Tactics da atualidade.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em ‎30‎/‎12‎/‎2018 em 11:10, Beto Paz & Amor disse:

 

Não se esqueça do Fire Emblem que sai no primeiro semestre. Jogaço, Awakening está entre os melhores de 3DS. Final Fantasy Tactics da atualidade.

 

Sou fã do gênero, queria ter mais opção no PC com a mesma qualidade de FFT e Tactics Ogre. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..