Ir para conteúdo
Ralf Jones

O que vocês estão jogando, pederastas?

Posts Recomendados

Enquanto espero por Astral Chain tenho jogado Fire Emblem Awakening e Professor Layton Last Specter.

Terminei o Aria of Sorrow em duas sentadas, jogo bem curto e gostei bastante; penso em jogar a continuação mas aquelas artworks medonhas desencorajam. Foi meu quarto castlevania, acompanha Symphony of the Night, Order of Ecclesia e Lament of Innocence.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 23/08/2019 em 07:46, ragecom disse:

 

Eu tenho certeza absoluta que vou gostar desse jogo quando eu topar com ele, sei disso desde que saiu. Só que os "nossos caminhos ainda não se cruzaram" lol. Mas certamente quando eu arrumar um usado baratinho vou pegar.

No PC essa merda nunca abaixa de preço, só em promo mesmo é que rola de pegar, mesmo assim, acho que paguei uns 100 conto.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esse ano venho jogando muitas coisas esporádicas e enrolando pra  terminar tudo o que comecei, mas ouvi o 99 Vidas sobre Her Story e me interessei pelo jogo.

 

http://99vidas.com.br/99vidas-365-2-pak-sara-is-missing-e-her-story/

 

 

O jogo é uma investigação em depoimentos salvos em um PC que você vai mexendo nos arquivos para tentar entender o que houve em 1994, quando uma mulher foi acusada de assassinar o marido.

 

A jogabilidade é idêntica a usar um PC: você tem acesso ao sistema da polícia e vai buscando palavras que tenham nos vídeos do depoimento para tentar encaixar as peças e descobrir o que houve. Só que o jogo tem uma porrada de reviravolta e, dependendo das buscas que você fizer, pode chegar rápido ou devagar aos acontecimentos mais importantes. E o mais legal é que o jogo não tem um final propriamente dito, você se dá por satisfeito ou não com o que encontrou até então.

 

Terminei com menos de 50% dos vídeos abertos e tô extremamente curioso em continuar, porque estou mais confuso do que quando comecei lol.

 

 

 


No começo eu tinha certeza que ela era a única culpada, óbvio, pois o jogo te direciona para isso.

As coisas mudam quando surge a possibilidade de existir uma irmã gêmea, Eve - o lado maldoso da história. Você percebe isso por alguns detalhes, com o estilo de cabelo preso, a aliança na mão, uma toma chá e a outra café e a diferença mais óbvia, uma tatuagem no braço. A história delas dividirem uma vida sem que as pessoas saibam reforça essa teoria. A Eve poderia estar simplesmente tentando incriminar Hannah e a parte do detector de mentiras, que diz que tudo é verdade, exceto o nome da pessoa, reforça essa teoria.

Porém, teve um determinado momento que comecei a achar que ela fosse esquizofrênica, principalmente quando encontrei dois vídeos de textos idênticos, mas contados cada um por uma delas, tanto por Eve quanto por Hannah, em dias diferentes. E o fato dela tentar se comunicar com a irmã via toques na mesa também reforça essa teoria.

No final, já achava que ela era uma psicopata que tava manipulando todo mundo fingindo ter uma irmã gêmea para se safar da merda que fez. A tatuagem, por exemplo, poderia ser simplesmente falsa e a história toda manipulada por ela. Hahahahaha. O fato de você só descobrir quando zera que estava jogando com a filha dela, e não com um policial, deixa tudo mais foda ainda.
 

 

 

Jogão.

Editado por Rodrigo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tem o Telling Lies que acabou de sair no Steam, mesmo esquema. Tô querendo pegar também.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu li umas críticas desanimadores dele. Fora que achei uma puta coincidência esse negócio aparecer na minha cara logo agora hahaha. 

 

Parece que os vídeos têm tudo 8, 10 minutos e você não abre eles do começo, e sim da palavra chave que buscou. Que troço bisonho. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Comecei a jogar o Nioh, que jogaço, é uma mistura de Dark Souls, Ninja Gaiden e Onimusha!

Até onde eu joguei, por volta de umas 4 horas, to achando mais legal que Dark Souls, apesar de ser bem mais fácil na minha opinião, a jogabilidade é mais gostosa e completa.

Recomendo pra quem curte jogos estilo Souls e Ninja Gaiden também, apesar de que em minha opinião, lembra mais o Ninja Gaiden mesmo.

 

No PC, o jogo é meio pesadinho, pelo menos eu achei. No meu PC com uma GTX 1080 eu não consigo jogar em 4K 60fps, rodou em 1440p 60fps e não consegui ativar a resolução 1800p, então desisti e to jogando assim mesmo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dei um tempo no Sekiro e estou jogando Dragon Quest Builder 2. 

 

Melhoraram bastante coisas mas o combate continua simplório. Mas a construção das cidades está mais elaborada e com várias mecânicas novas. A história é simples até agora e acredito q não vai mudar. Gráficos estão quase os mesmo, mas a arte deu uma melhorada nos ícones e na interface. Ainda estou na primeira cidade, então não sei como vai funcionar quando for pra outra. Tomara q tenham mudado o esquema do primeiro, que era bem chato largar tudo e mudar de ilha. 

Editado por Arngrim

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 horas atrás, Arngrim disse:

Dei um tempo no Sekiro e estou jogando Dragon Quest Builder 2. 

 

Melhoraram bastante coisas mas o combate continua simplório. Mas a construção das cidades está mais elaborada e com várias mecânicas novas. A história é simples até agora e acredito q não vai mudar. Gráficos estão quase os mesmo, mas a arte deu uma melhorada nos ícones e na interface. Ainda estou na primeira cidade, então não sei como vai funcionar quando for pra outra. Tomara q tenham mudado o esquema do primeiro, que era bem chato largar tudo e mudar de ilha. 

 

Cara, o tutorial é estupidamente longo, chega a ser cômico. A história é simples mas os personagens esbanjam carisma.

 

Através deste jogo descobri o melhor youtuber de jogos do planeta, BenXC, como disseram em um comentário em um de seus vídeos, é o Bob Ross dos telejogos. Sugiro se inscrever no canal dele, tem bastante coisa útil para o endgame.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 26/08/2019 em 21:27, Seu_Madruga disse:

 

Cara, o tutorial é estupidamente longo, chega a ser cômico. A história é simples mas os personagens esbanjam carisma.

 

Através deste jogo descobri o melhor youtuber de jogos do planeta, BenXC, como disseram em um comentário em um de seus vídeos, é o Bob Ross dos telejogos. Sugiro se inscrever no canal dele, tem bastante coisa útil para o endgame.

 

 

Não conheço chapa, vou dá uma olhada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Terminei Phantasy Star no Switch, desejo antigo. Há muito joguei metade em emulador de Master System e perdi o save, dessa vez no port pra Switch que é a versão SEGA Ages e essa eu desconhecia, acompanha uma moldura mais bonita um espaço para o mapa das dungeons.
É um jogo de 1988 e então naturalmente agora é simples em todos os aspectos, contudo muito acima de qualquer outra coisa que eu tenha jogado na geração 8 bits, especialmente quanto à narrativa.
Não é cômodo jogá-lo atualmente pois é pouco intuitivo mesmo com as dicas de npc's, há muitas opções de dungeons espalhadas por diferentes planetas e para prosseguir na história é solicitado sempre algum recurso muito específico, então usei faq como nunca pra agilizar e não me arrependi, isso que o maior problema do original (falta de mapa nas dungeons) está solucionado.
Torna-se meu jogo 8 bits favorito, assim que o ritmo de lançamentos reduzir jogarei PSII.

 

Começando Astral Chain.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 25/08/2019 em 10:27, Rodrigo disse:

O jogo é uma investigação em depoimentos salvos em um PC que você vai mexendo nos arquivos para tentar entender o que houve em 1994, quando uma mulher foi acusada de assassinar o marido.

 

 

Comprei esse jogo numa promoção do Google Play. Está na fila pra jogar, todo mundo que joga fala muito bem dele.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Terminei Astral Chain. Adorei, um Nier Automata com lore inferior (é um Evangelion de pobre).
Atenção ao último boss, além de épico é o pico de desafio do jogo, ali dá um bom trabalho.
Foi 31h tentando fazer todas as side-quests mas em média atingia umas 80%. Espero que o post-game tenha bastante coisa pra aproveitar sua jogabilidade sensacional.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Anos atrás joguei Bravely Default, cerca de 40 horas, e não zerei.

Comecei ontem um novo arquivo. Dessa vez vai.

E comecei Axiom Verge que peguei na Epic Store quando deram na faixa. Jogei 15 minutos e já curti. 😎

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 25/08/2019 em 10:27, Rodrigo disse:

Esse ano venho jogando muitas coisas esporádicas e enrolando pra  terminar tudo o que comecei, mas ouvi o 99 Vidas sobre Her Story e me interessei pelo jogo.

 

http://99vidas.com.br/99vidas-365-2-pak-sara-is-missing-e-her-story/

 

 

O jogo é uma investigação em depoimentos salvos em um PC que você vai mexendo nos arquivos para tentar entender o que houve em 1994, quando uma mulher foi acusada de assassinar o marido.

 

A jogabilidade é idêntica a usar um PC: você tem acesso ao sistema da polícia e vai buscando palavras que tenham nos vídeos do depoimento para tentar encaixar as peças e descobrir o que houve. Só que o jogo tem uma porrada de reviravolta e, dependendo das buscas que você fizer, pode chegar rápido ou devagar aos acontecimentos mais importantes. E o mais legal é que o jogo não tem um final propriamente dito, você se dá por satisfeito ou não com o que encontrou até então.

 

Terminei com menos de 50% dos vídeos abertos e tô extremamente curioso em continuar, porque estou mais confuso do que quando comecei lol.

 

  Mostrar conteúdo oculto

 


No começo eu tinha certeza que ela era a única culpada, óbvio, pois o jogo te direciona para isso.

As coisas mudam quando surge a possibilidade de existir uma irmã gêmea, Eve - o lado maldoso da história. Você percebe isso por alguns detalhes, com o estilo de cabelo preso, a aliança na mão, uma toma chá e a outra café e a diferença mais óbvia, uma tatuagem no braço. A história delas dividirem uma vida sem que as pessoas saibam reforça essa teoria. A Eve poderia estar simplesmente tentando incriminar Hannah e a parte do detector de mentiras, que diz que tudo é verdade, exceto o nome da pessoa, reforça essa teoria.

Porém, teve um determinado momento que comecei a achar que ela fosse esquizofrênica, principalmente quando encontrei dois vídeos de textos idênticos, mas contados cada um por uma delas, tanto por Eve quanto por Hannah, em dias diferentes. E o fato dela tentar se comunicar com a irmã via toques na mesa também reforça essa teoria.

No final, já achava que ela era uma psicopata que tava manipulando todo mundo fingindo ter uma irmã gêmea para se safar da merda que fez. A tatuagem, por exemplo, poderia ser simplesmente falsa e a história toda manipulada por ela. Hahahahaha. O fato de você só descobrir quando zera que estava jogando com a filha dela, e não com um policial, deixa tudo mais foda ainda.
 

 

 

Jogão.

 

Jogo bem diferente, bem no estilo de filmes dos anos 90. Legal!! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Baixei o Mario Kart Tour... algumas impressões.

 

- Jogabilidade é mais ou menos. Como era esperando, vc literalmente não tem full control do kart e vc nem sente que tem. Simplesmente não dá pra fazer o que vc quer e controlar como nos consoles.

- Porém, a jogabilidade ainda é funcional e ainda dá pra se divertir. Só não espere conseguir desviar de todos os obstáculos ou fazer todas as curvas perfeitamente.

- No mais, é impressionantemente um Mario Kart de console. As pistas são as mesmas (ou bem parecidas), os items estão lá e a sensação de jogar é mesma também.

- As corridas são todas online. Mesmo no meu celular lixo, deu pra jogar tranquilo. Só achei ruim que, a cada corrida nova, vc entra com uma turma nova, ou seja, não dá pra ficar competindo por várias corridas com as mesmas pessoas como num Mario Kart normal. Mas isso é inevitavel já que é um jogo de celular. Ele vai ter que pausar e te dar uma chance de sair do jogo a cada corrida completada, já que o designers entendem que pessoas que jogam em celular jogam por curtos espaços de tempo.

- No geral, não vai substituir um Mario Kart de console, mas é um jogo de celular top (tá, ser jogo de celular top não é exatamente grande coisa, mas vá lá).

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Her Story é divertido demais mesmo. Minha opinião em relação ao que realmente aconteceu também oscilou bastante e nem há como definir algo, há argumentos bons pra todos os lados.

 

Comecei ontem Dragon Quest XI S, aproveitando o progresso do demo. Gostando bastante.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 25/09/2019 em 21:37, Kenshin Br disse:

Baixei o Mario Kart Tour... algumas impressões.

 

- Jogabilidade é mais ou menos. Como era esperando, vc literalmente não tem full control do kart e vc nem sente que tem. Simplesmente não dá pra fazer o que vc quer e controlar como nos consoles.

- Porém, a jogabilidade ainda é funcional e ainda dá pra se divertir. Só não espere conseguir desviar de todos os obstáculos ou fazer todas as curvas perfeitamente.

- No mais, é impressionantemente um Mario Kart de console. As pistas são as mesmas (ou bem parecidas), os items estão lá e a sensação de jogar é mesma também.

- As corridas são todas online. Mesmo no meu celular lixo, deu pra jogar tranquilo. Só achei ruim que, a cada corrida nova, vc entra com uma turma nova, ou seja, não dá pra ficar competindo por várias corridas com as mesmas pessoas como num Mario Kart normal. Mas isso é inevitavel já que é um jogo de celular. Ele vai ter que pausar e te dar uma chance de sair do jogo a cada corrida completada, já que o designers entendem que pessoas que jogam em celular jogam por curtos espaços de tempo.

- No geral, não vai substituir um Mario Kart de console, mas é um jogo de celular top (tá, ser jogo de celular top não é exatamente grande coisa, mas vá lá).

 

 

Achei fraquissimo, graficamente é impressionante, mas isso de no gameplay ser limitado o controle e você ter sensação zero de estar controlando um kart pra mim acabou com o jogo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Terminei 2 Horizons lol.

 

Horizon Chase Turbo - Jogo que veio na PS Plus uns meses atrás, é brasileiro e inspirado em Top Gear com um estilo visual bem interessante, bem arcade, achei divertido e me prendeu até o fim. 

 

 

Horizon Zero Dawn - Uma delícia de jogo, em todos os sentidos, dos melhores jogos da geração pra mim. Open world que flui gostoso, com uma das ambientações mais bacanas que já vi, gráfecos de cair o queixo, gameplay excelente, design de inimigos fodonico e ótema história que me prendeu e deixou curioso do início ao fim. Terminei  com 45 horas, fiz quase tudo, 90% dos trophies, talvez tente pegar tudo de tanto que curti, peguei a armadura bolada, todas as flores metálicas, relíquias antigas, todos os vantage points, áreas corrompidas, caldeirões e aqueles pescoções. Deixei o DLC do Frozen Wilds pra jogar no futuro.

 

 

Vídeo mostrando mais do Combate, apanhando bastante mas no final da certo lol.

 

 

Editado por Leonhart

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 29/09/2019 em 11:26, Leonhart disse:

Terminei 2 Horizons lol.

 

Horizon Chase Turbo - Jogo que veio na PS Plus uns meses atrás, é brasileiro e inspirado em Top Gear com um estilo visual bem interessante, bem arcade, achei divertido e me prendeu até o fim. 

 

 

to jogando isso ai também, to me divertindo bem mais nesses joguetes simples que em outros mais densos

to nele e no blazing chrome

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu (e o mundo inteiro) estou jogando Mario Kart Tour. Já critiquei no nosso grupinho de Wapp: não gostei de que só se possa jogar na vertical (Angry Birds Go por exemplo se joga na horizontal e fica direitinho), também não achei o swipe adequado pra jogar Mario Kart, a curva de aprendizado tem sido maior que qualquer outro jogo da série. Mas no mais é um joguinho legal.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rapaz comecei a jogar o saint seya awakening no celular e estou viciado. Joguinho bem competente feito pela tecent, no começo parece mais do mesmo, mas o jogo tem bastante coisa para se fazer e o pvp é bem vasto.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Testei algumas demos e jogos que vieram na ps plus.

 

Wipeout, bem frenético e curti a trilha sonora, nunca tinha jogado, gostei.

 

 

 

Brawhala, Smash Brothers com personagens indie, achei carismático e divertido.

 

 

 

Sonic Mania, Sonic foi o primeiro jogo que joguei na vida eu acho, curto muito o personagem mas nunca fui fã da gameplay (o unico que gostei na verdade foi o Sonic Adventure do Dreamcast), não curti tanto.

 

 

 

Judgement, Yakuza de Detetive, achei bacana a mudança de perspectiva em relação, nesse é um ex-advogado que virou detetive, tem vários elementos de investigação, interrogar suspeitos e testemunhas e tal, a história pareceu interessante mas não achei o protagonista tão bacana como o Kazuma. Demo gigantesca, durou umas 3 horas lol. Me fez ter vontade de jogar o remake do Yakuza 1 e 2, gráficão lindimais.

 

 

 

Oninaki, Action RPG da RPG Factory, curti bastante a temática da história, de reincarnação, usaram elementos disso no gameplay, você "recruta" espiritos que não seguiram seu caminho e eles te ajudam em combate, evoluindo eles libera não só novas habilidades como a história deles, pena que não é combate por turnos e é mais low budget, ficaria lindão se investissem mais vendo as artworks.

 

 

 

Fifa 20, pareceu FIFA 18 melhorado, o que pra mim é excelente, melhor jogo que joguei de futebol.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..