Ir para conteúdo
Strife

O que estão jogando de RPG no momento?

Posts Recomendados

Vou no de SNES mesmo. Olhando as fotos que postei acima, não dá pra negar o carisma do Nintendinho, super bem colorido. Inclusive fui dar uma olhada no 1 de SNES a música não melhorou muito. As melhores músicas de DQ1 são a da tela título e do castelo. Não anima de jeito nenhum recomeçar. Ainda mais que no SNES o jogo roda bem mais lento. Bem mais.

 

Sobre o avatar, sim, gravatar. Eu não achei complicado usar não. Sobe lá e bota o link aqui. :|

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O remake de Snes do Dragon Quest III é excelente. Acho que é o mais antigo da série que dá pra jogar, os originais de Nes são arcaicos demais até pra mim.

Eu tou zerando eles (o 1 e o 2) de boa e iria jogar o 3 também no NES se não tivesse percebido a existência dos remakes. Eu os jogo porque sou da época do NES/Master e joguei em suas respectivas eras.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Terminei Salt and Sanctuary, o "Dark Souls 2D" disponível para PS4 e PC. Achei fantástico, ainda mais considerando que eu não gosto de Dark Souls, mas praticamente tudo que eu não gosto da série da From Software esse jogo "arrumou", mas ainda mantendo a essência de dificuldade e precisão de combate, onde mesmo estando num nível elevado, qualquer descuido pode fazer com que o inimigo mais comum te mate, além de precisar ficar familiarizado com padrões de ataque, a velocidade e o alcance dos seus golpes com diferentes armas etc. Achei o combate muito mais preciso e variado, enquanto em Dark Souls, além de ser lerdo demais pro meu gosto, quase todo chefe se resume a ficar girando e rolando em volta do inimigo esperando a oportunidade de enfiar uma espada na bunda. Evolução e progressão do jogo é bem Dark Souls, mas com a diferença de que agora há explicação sobre o que cada status faz, o que acontece quando vc faz um "covenant" de determinada religião, enfim, coisas básicas mas que fazem toda a diferença pra mim. Outra coisa boa é que não existe só uma "moeda" para realizar tudo na porra do jogo, onde Souls são usadas para evoluir, melhorar status, comprar equipamentos etc (outra ideia de bosta). Aqui temos o equivalente as Souls na forma de Salt e, assim como nos jogos da From Software, vc perde tudo se morrer mas tem a oportunidade de recuperar caso consiga voltar ao lugar que morreu. Mas agora tem Gold para comprar itens e equipamentos, e ao evoluir usando Salt nos santuários vc ganha Black Pearls que servem para evoluir os atributos do seu personagem numa Skill Tree bem semelhante a um Sphere Grid, que permite ao jogador construir seu tipo de personagem à vontade. Lutas contra chefes são animais, com exceção do último que achei bem fácil, não resistiu a muitos golpes do meu Great Warhammer V, o penúltimo chefe mesmo ofereceu muito mais desafio. A exploração tb é excelente, não há mapa, mas o design das locações seguem uma lógica que torna tudo muito agradável e, assim como Dark Souls, há sempre atalhos e caminhos escondidos para se explorar. Há alguns toques extras da transição para o 2D que dá um ar de metroidvania ao jogo, com certas habilidades que se ganha em pontos específicos que permitem acesso a áreas antes inacessíveis. É surpreendente o nível de qualidade visto em Salt and Sanctuary, ainda mais considerando que foi feito por apenas duas pessoas.

 

Ah, e antes que me esqueça: fuck Spindlebeasts. Quem jogou sabe do que estou falando.

 

 

EsLeAmI.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara, não sei. A jogabilidade simplesmente não clicou comigo, mesmo reconhecendo as qualidades do jogo. Do tanto que elogiam o combate, acho meio lerdo e até pouco preciso, com hitbox e câmera zuadas que tiram um pouco do "difícil mas justo" de que falam. Mas confesso que Salt and Sanctuary me deu vontade de revisitá-lo, ainda tenho meu save depois de tocar o primeiro sino lá, depois daquela batalha fdp contra uns gárgulas no telhado. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Série Souls só não joguei o 3, joguei o Demons Souls (o melhor, por ser o 1o) o Dark 1 e 2 e o Bloodborne

 

Acho absurdo, jogabilidade inpecavel

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Final Fantasy IV, sempre quis jogar os FFs antigos, e agora rodando no cel vai dar, to com 12h, bacana ver toda base dos FFs já nesses primeiros, to atrás dos cristais do Underworld agora. Delicia demais explorar Wolrd Maps, tinha tempo que não jogava um assim.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tou jogando Dragon Quest III. Mermão que delícia jogar a versão de Super Nintendo, com músicas melhores, interface mais ágil, bonecos andando mais rápido e em qualquer direção. Tudo bem que eu até curto um NES, mas PUTZ, depois de Dragon Quest II é pedir demais. O 1 ainda era bonzinho, mas o segundo é PAVOROSO. Conseguiu ser pior que o 1 em quase tudo, exceto que tiraram os botões Door e Stairs da interface. Só.

 

http://loogaroo.startlogic.com/how-to-screw-up-a-sequel-dragon-warrior-ii.shtml

 

Ainda bem que minha opinião não é única. O cara resumiu tudo o que eu pensei do jogo. Final Fantasy 1, 2 e 3 mesmo no NES, são melhores, muito embora eu prefira a versão GBA/DS deles.

Terminando vou continuar minha epopeia medieval

 

vxV69D7.jpg


Série Souls só não joguei o 3, joguei o Demons Souls (o melhor, por ser o 1o) o Dark 1 e 2 e o Bloodborne
Acho absurdo, jogabilidade inpecavel

Correção, Demon's Sousl não é o primeiro. O primeiro é Dark Souls mesmo. Você não conta um jogo que serviu de inspiração pra uma sequencia espiritual como parte da série. Caso contrário, o primeiro foi King's Field que inclusive teve quatro edições.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

King's Field não é do Miyazaki porém, e não é tão semelhante assim. Sem falar que é impossível de jogar de tão lerdo, é como se estivesse jogando em slow-motion com lag embaixo d'água.

 

E terminei Demon's Souls (PS3). Achei que seria muito abaixo do Dark Souls em qualidade, mas é um excelente jogo tb, 99% da fórmula já se encontra aqui. Inclusive achei mais difícil que Dark Souls (tanto o I e quanto o II). Os chefes nem são tão difíceis assim, mas chegar neles costuma ser bem trabalhoso, até porque cada área só possui Archstones (o equivalente das Bonfires) depois de matar os chefes. Então mesmo com atalhos nos cenários, às vezes é bem tenso avançar. O clima do jogo é muito mais dark e desolador tb, com muitas áreas quase chegando a ser um jogo de terror (Tower of Latria e os túneis de Stonefang me deixaram extremamente apreensivo). Há uma maior variedade sobre como lutar contra chefes tb, alguns possuem gimmicks semelhantes a Zelda, outros permitem estratégias mais alternativas (tem um chefe que é destruidor em close range, mas é cego, então se equipar o Thief Ring que ajuda a se camuflar e disparar flechas com cuidado sem revelar sua posição, é possível matá-lo sem nem perder HP). A trilha sonora é possivelmente a melhor da série.

 

Minha maratona para tirar o atraso da série está caminhando bem, mas acho que preciso jogar outra coisa antes de continuar para Bloodborne (e eventualmente Dark Souls III).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

King's Field não é do Miyazaki porém, e não é tão semelhante assim. Sem falar que é impossível de jogar de tão lerdo, é como se estivesse jogando em slow-motion com lag embaixo d'água.

 

E terminei Demon's Souls (PS3). Achei que seria muito abaixo do Dark Souls em qualidade, mas é um excelente jogo tb, 99% da fórmula já se encontra aqui. Inclusive achei mais difícil que Dark Souls (tanto o I e quanto o II). Os chefes nem são tão difíceis assim, mas chegar neles costuma ser bem trabalhoso, até porque cada área só possui Archstones (o equivalente das Bonfires) depois de matar os chefes. Então mesmo com atalhos nos cenários, às vezes é bem tenso avançar. O clima do jogo é muito mais dark e desolador tb, com muitas áreas quase chegando a ser um jogo de terror (Tower of Latria e os túneis de Stonefang me deixaram extremamente apreensivo). Há uma maior variedade sobre como lutar contra chefes tb, alguns possuem gimmicks semelhantes a Zelda, outros permitem estratégias mais alternativas (tem um chefe que é destruidor em close range, mas é cego, então se equipar o Thief Ring que ajuda a se camuflar e disparar flechas com cuidado sem revelar sua posição, é possível matá-lo sem nem perder HP). A trilha sonora é possivelmente a melhor da série.

 

Minha maratona para tirar o atraso da série está caminhando bem, mas acho que preciso jogar outra coisa antes de continuar para Bloodborne (e eventualmente Dark Souls III).

 

Estou surpreso demais com o Strife nos últimos tempos.

 

Resolveu conhecer e apreciar Phantasy Star I,II e IV, deixando de lado um preconceito que eu considerava bobo (não jogar por causa da visão em 1ª pessoa nas batalhas). 

 

Agora depois de Salt and Sanctuary, o Strife resolveu dar uma segunda chance para Soulsborne e está conseguindo apreciar bastante esse gênero.

 

De fato eu estou MUITO surpreso.

 

E Demon's Souls tem realmente ambientações variadas e bem fodas. O level design de Tower of Latria é brilhante. E também senti essa mesma sensação de jogar um game de terror. O cenário em que você luta contra a Maiden Astrea e o guardião dela com o lago de sangue que dá plague com os bebês ensanguentados é extremamente perturbador. O cenário de favela do Valley of Defilement é outro que fiquei bem apreensivo com aqueles Giant Depraved Ones enormes com aquelas maças de maderia.

 

Por Demon's Souls inaugurar o gênero Soulsborne eu considero ele o mais difícil. Afinal recebi o batismo da série nele. Eu gosto muito dos chefes bem variados de Demon's Souls.

 

E nem dá para considerar King's Field no mesmo gênero de Soulsborne. O jogo para começar tem jogabilidade extremamente precária e em 1ª pessoa. O level design nem se compara a um Dark Souls. A semelhança de King's Field com Demon's Souls é só a ambientação Dark Fantasy medieval e alguns itens em comum como a Moonlight Sword.

 

Quem inaugurou o gênero Soulsborne de Metroivania 3D, com estilo survival, combate em 3ª pessoa bem elaborado e estratégico foi Demon's Souls.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pena, significa que vou ter que esperar o epsxe3 rodar ele. Mas um dia eu jogo.

 

Consoless rs

 

Achei que jogos do ps exclusivos nao faziam falta

 

:pepsi:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Consoless rs

Achei que jogos do ps exclusivos nao faziam falta

:pepsi:

Poisé, fazem tanta falta que eu vou esperar um emulador que tem quase 0 de atenção, ficar funcional.

Repare que eu dizia a mesma coisa sobre FFX-2, hoje tem emu de PS2 melhor que o próprio console e nem dei preferência.

FIM DO ANO TOU JOGANDO.

 

:pepsi:

Sailor Paladina (mais provável eu assistir no youtube e be done with it).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

FFX HD Remaster. To com umas 20 horas, ontem passei de Al Bhed Home. To pretendendo platinar, mas sinto q vai demorar. O lado bom é q aproveitei o Carnaval pra avançar bem, pra terem ideia eu comecei no fim da semana passada.

 

Achei lindíssimo o trabalho gráfico feito nesse remaster e a única coisa q achei pior foi o som, prefiro as composições no PS2.

 

Mas é muito foda ter um game desses na palma da mão. A história é muito linda de uma forma bem natural e humana e o gameplay é divertido demais. Saudades pq a última vez q o joguei foi em 2013. Esse é pra rejogar de tempos em tempos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu não vou comprar um PS3 pra jogar um jogo RPG Forever Ever, mas se tu quiser comprar um WiiU, pra jogar um único rpg que você tava a fim, terá meu respeito.

Futuramente comprarei um somente por causa de donkey Kong... Claro que daí já compro mais meia dúzia que vale a pena, apesar dos pesares o wii u tem ótimos jogos

Ontem tirei (literalmente) o pó de rogue galaxy do ps2, estava numa dungeon muito chata, e como tinha recém adquirido o ps3 o 2 ficou meio de canto, mas ontem fiquei com muita vontade de jogar, aí joguei uma horinha dele e do saudoso wild arms alter code f

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Terminei Bloodborne. Acho que apesar do ótimo design e da jogabilidade precisa, foi o que menos gostei da série (mas longe de ser um jogo ruim). Não me prendeu tanto pela ambientação, apesar de ter gostado da influência de Lovecraft a partir da segunda metade. Teve os chefes mais difíceis da série pra mim (e os mais inventivos desde o primeiro Dark Souls), mas acho que parte disso foi pq não me adaptei tão bem às mudanças do combate. Não existir defesa, mesmo sem escudos, é muito contra-intuitivo. Também há menos opções de estratégias tanto para lutas quanto de exploração, e não gostei da mudança do backstab (eventualmente peguei o jeito de fazer parry com armas de fogo, e foi muitíssimo útil contra um dos últimos chefes, mas nunca gostei do novo backstab). Ainda assim, vale muito a pena jogar, me passou impressões de estar jogando um Castlevania 3D em certos momentos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caralho, vocês têm tempo pra dar e vender!

 

Só tou conseguindo jogar dois ou três jogos por ano. Só tenho me dedicado muito à serie Souls, Resident e FFXV.

 

Também achei Demon's Souls o mais difícil, até por ser o primeiro. No início achei a jogabilidade meio estranha, mas foi só me acostumar e ela ficou como extensão das minhas mãos. Acho o DeS mais cruel com o jogador, muitas e muitas mortes no meio das fases. Lembro de ter morrido muito nas minas e em tower of latria. Mas o jogo te faz de puta e você ainda gosta, meio uma síndrome de Estocolmo, kkkk.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caralho, vocês têm tempo pra dar e vender!

 

Só tou conseguindo jogar dois ou três jogos por ano. Só tenho me dedicado muito à serie Souls, Resident e FFXV.

 

Também achei Demon's Souls o mais difícil, até por ser o primeiro. No início achei a jogabilidade meio estranha, mas foi só me acostumar e ela ficou como extensão das minhas mãos. Acho o DeS mais cruel com o jogador, muitas e muitas mortes no meio das fases. Lembro de ter morrido muito nas minas e em tower of latria. Mas o jogo te faz de puta e você ainda gosta, meio uma síndrome de Estocolmo, kkkk.

É tudo patrão Hyllian :lolmor:

Editado por Neo Astaroth

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Terminei Tales of Xillia agora. Gostei bastante. Ja eh um dos meus Tales of preferidos. Muito bom todos os personagens, a estoria, combate com os Links e um final satisfatorio. Tentei fazer o maximo de sidequests possiveis. Falhei em duas e uma nao completei porque exige um esforco que nao estou disposto a fazer, alem de ter que olhar em faq.

 

Fui ver nos creditos e as cenas de anime foram feitas pela Ufotable, a mesma empresa de animacao que fez Fate Unlimited Blade Works (serie) e Fate Zero. Por isso a animacao foi tao boa.

 

Tenho aqui Tales of Graces F para o PS3 mas darei um descanso em Tales of agora. Nao quero ficar jogando a mesma formula de RPG, prefiro dar um descanso da serie e voltar ainda esse ano. Depois que terminar Graces F devo pegar o Berseria, que me parece muito promissor.

 

Lembro agora de um sidequest de Xillia que tinha que matar 6 monstros com armas para cada membro da party. Depois que mata eles e pega as armas o carinha que deu a sidequest disse para arrumar uma chave que so consegui terminando o jogo. Ele disse que abre uma dungeon em Fezebel Marshes. Devo ir la dar uma olhada ainda hoje. Depois que acabar esse bonus fecharei Xillia de vez.

 

Compra de Xillia 2 eh quase certa aqui, Verei se arrumo a midia fisica baratinha, mas senao der pego versao digital.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..