Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  

Posts Recomendados

Ontem fechei Yakuza 4. Ainda faltam alguns sidequests pra fazer, mas isso vou fazendo aos poucos... Então resolvi escrever um breve review sobre o jogo. Valeu amigos Cecil e Cyco por terem recomendado o jogo!

255px-Yakuza_4_cover.jpg
Cover americano de Yakuza 4

O primeiro Yakuza que joguei foi Yakuza 3, que me deixou impressionado. Quem leu o meu review sobre o jogo percebeu o entusiasmo com que escrevi e que a minha impressão sobre o jogo foi bem positiva.

Porém Yakuza 4 consegue superá-lo. O enredo é ainda mais envolvente, a forma como os personagens principais interagem e como seus destinos são ligados é contada com maestria, o combate evoluiu em muito... Enfim, vou tentar abordar cada um desses assuntos de maneira isolada. Vamos lá.

Ao contrário de Yakuza 3, onde o único personagem jogável é Kazuma, Yakuza 4 nos trás quatro protagonistas, cada um abordando sobre seu ponto de vista o enredo principal do jogo. É praticamente impossível falar sobre o enredo sem fazer spoilers. Por isso falarei apenas dos protagonistas:

Shun Akiyama, um agiota de Kamurocho. Ele é o dono de vários estabelecimentos na cidade, porém sua principal atividade é no escritório de empréstimos Sky Finance.

Taiga Saejima, um lendário assassino que matou de uma só vez 18 membros do clã Ueno Seiwa. Ele acaba de ser transferido de penitenciária após cumprir 25 anos de prisão e está no corredor da morte.

Kazuma Kiryu, o heroico quarto presidente do clã Tojo. Ele possui um orfanato em Okinawa, leva uma vida normal e tranquila, e já não possui mais nenhum vínculo com a yakuza.

Masayoshi Tanimura, um policial de rua conhecido como "O Parasita de Kamurocho". Ele está envolvido em pequenas corrupções e é um pouco viviado em jogo, porém este é o Tanimura superficial. Ele possui um senso nobre e tenta praticar a justiça à sua maneira.

Estes quatro personagens tão diferentes, que não se conhecem, eventualmente irão se encontrar em meio a um enredo bastante complexo, que se passa um ano após os acontecimentos de Yakuza 3. Diversos personagens do jogo anterior estão presentes em Yakuza 4. Qualquer coisa dita a mais do que isso será spoiler então é melhor eu parar por aqui.

Yakuza-4-Scan_09-23_Top.jpg
Saejima, Kiryu e Akiyama

O combate evoluiu em muito, principalmente porque cada personagem possui sua própria forma de luta e suas peculiaridades: força, agilidade, velocidade, etc. A experiência em Yakuza 4 vem vencendo combates ou conversando com pessoas na rua e fazendo sidequests. Quando você junta uma certa quantidade de pontos de experiência, você ganha três tokens e pode adquirir mais golpes e movimentos em combate. Estes golpes também variam de personagem para personagem. Assim como Yakuza 3, praticamente todos os objetos podem ser usados como armas brancas em combate: bicicletas, manequins de loja, engradados, latas, enfim. Time que está ganhando não se meche - o combate em Yakuza 3 é ótimo. Em Yakuza 4 também.

Mais uma vez o jogo encoraja o uso de armas brancas, praticamente não existindo armas de fogo (e as que existem causam tão pouco dano que nem valem a pena), o que é bem mais divertido. Os combates de rua (quando se é abordado por um yakuza do nada no meio da rua) possuem ainda mais dinamismo e RAT0Sência, não sendo nem um pouco chato de se jogar. Os HEAT actions (golpes especiais) que envolvem armas brancas são praticamente os mesmos de Yakuza 3. Os que se faz quando o inimigo está no chão são estupidamente violentos, mas é divertido de se ver.

Yakuza4Combat.jpg
Akiyama quebrando os dentes de um yakuza qualquer

O jogo se passa quase todo em Kamurocho, o que dá a oportunidade de conhecer melhor o mapa. Basicamente é a mesma Kamurocho de Yakuza 3, contudo com mais estabelecimentos onde se pode entrar. Uma novidade em Yakuza 4 em relação ao 3 são os hostess clubs, onde se pode ir para ver strippers fazendo pole dancing, etc. A cidade parece ainda mais bonita do que em Yakuza 3. É impressionante a quantidade de detalhes que se vê passando pela rua. O mapa mostra quais são os locais em que se pode entrar (restaurantes, boliche, hostess clubs, etc) e com certeza são bem mais do que no jogo anterior. O restante apenas compõe o cenário. Meu Deus, e que cenário! Os efeitos de sol, chuva, amanhecer e final do dia são incríveis e a cidade é muito convidativa! Dá vontade de entrar em todos os becos, descobrir segredos, encontrar itens, conversar com todo mundo...

Yakuza4-Kamurocho.jpg
Uma bela imagem de Kamurocho

Uma outra novidade em Yakuza 4 é que é possível passar pela cidade quase toda por cima dela (pelas rotas de fuga de incêndio em cima dos prédios) ou por baixo dela (esgotos e estacionamentos subterrâneos), o que ajuda muito quando se quer evitar a polícia ou os frequentes encontros com outros membros da yakuza.

Resumindo... Eu tinha gostado muito de Yakuza 3, mas gostei mais ainda de Yakuza 4. As histórias não são tão dependentes, acho que daria pra jogar fora de ordem. Recomendo fortemente os dois. Acho que não tenho mais muito o que falar. Agora é só aguardar Yakuza 5 ansiosamente hehehe...

Metacritic: 78/100
Nota Rage: 9/10

Editado por ragecom

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gostei do seu review de Yakuza 4, bem como havia curtido de Yakuza 3. Demorarei ainda para jogar, mas com certeza jogarei essa belezinha. Achei os gráficos ótimos e espero excelente jogabilidade.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Só uma correção: Hostess clubs não tem strip tease, o strip club é um lance independente que fica no subterrâneo de alguma viela lá pelos lados de Pink Street e acho que ele já existia no Yakuza 3 inclusive. A Sega cortou os Hostess do 3 pra poupar tradução já que eles são uma espécie de minigame de conversação onde vc tenta agradar as garotas pra conseguir sair com elas depois.

 

Hostess clubs no Japão (existem pra homens e pra mulheres inclusive) são lugares onde as pessoas vão pra conversar com os hostess e beber, uma balada onde ninguém encosta em ninguém mas todo mundo é simpático, embora artificialmente. Japoneses tem essa coisa, são tímidos e trabalham em excesso, não tem tempo pra socializar e não desenvolvem a skill envolvida em se aproximar de estranhos, lidar com rejeição etc :lol:

 

Pior que, a primeira vez que ouvi falar nisso foi justamente jogando Yakuza, não fazia idéia desse aspecto da cultura deles antes do jogo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu já sabia dessa cultura das hostesses no Japão. São basicamente garotas pagas pra puxar papo com os salarymen solitários.

 

Por outro lado, os homens mais atrevidos praticam o Nanpa (algo como um PUA japonês) e os mais pervertidos agem nos metrôs, esses são os chikans.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..