Ir para conteúdo
Sir Digby Chicken Caesar

[PC/Next-Gen]Cyberpunk 2077 - Brazil Edition na ultima pagina

Posts Recomendados

Youtube. Fiz review de ver igual a você.

 

Sobre a acusação de plágio eu apenas me baseei não apenas nesse comentário

É altamente influenciado por filmes de ficção científica dos anos 80, como Blade Runner e O Exterminador do Futuro.

 

Como também em Metal Gear Solid ser totalmente copiado de vários filmes da mesma época. Postei várias fotos aqui e o povo riu de você. Seu gif do negão risonho não vai te ajudar, kkk.


Olha a merda que tu falou alucard "não se vê cyberpunk assim desde Snatcher";. Caraio você tava morando embaixo de alguma rocha nos últimos anos?


Prefiro Shadowrun mil vezes a Snatcher. Você só jogou Snatcher. Eu joguei Shadowrun clássico e remasterizado. Joguei até o RPG de livro. Que moral tu tem pra falar do assunto além de ser um baba ovo do Kojima?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mas eu não falei de shadow run

 

Claro que não existe crítico do mundo que vou tudo que já saiu no assunto.

 

Óbvio

Vc já está comparando 2 jogos diretamente sem nunca ter visto um deles

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
o que me impressionou mais nesse primeiro gameplay foi a cidade e os transeuntes
 
a jogabilidade em si achei bem meh na verdade
 
essas balas teleguiadas, ver através de objetos etc isso tudo é meio broxante pra mim
 
e o fato dos inimigos terem levels me preocupa tb, claro q é um RPG, mas preferia q um tiro na cabeça fosse caixão independente da situação
 
 
de qualquer forma é impossível resistir a esse universo. compra certa assim q sair. just shut the fuck up and take my money

 

Sobre a acusação de plágio eu apenas me baseei não apenas nesse comentário

É altamente influenciado por filmes de ficção científica dos anos 80, como Blade Runner e O Exterminador do Futuro.

 

eu achei que fede muito mais a um Ghost in the Shell ocidentalizado

 

so que jogavel e com um universo aberto pra explorar

 

coisa linda de Deus

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Coisa linda. Mas ainda lamento pela escolha de ser em 1°pessoa. Talvez jogando a impressão de ser um shooter qualquer desapareça. Esse papo de ser mais imersivo é balela. Senão todo jogo storyteller seria assim. Acho q a escolha tem haver com o multyplayer.

 

Mas o jogo tá foda visualmente. Compra garantida. Torcendo para que o downgrade para a atual geração não seja tanto.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Varios teenagers na OS falando que o que foi mostrado nem é tudo isso, tinha que ser terceira pessoa, gráficos não são next gen, etc. Talvez porque não está sendo feito por alguma first da Sony.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Saiu que era um jogo next gen

Vendo em si os assets dos personagens e cenários não e

 

Mas a densidade da cidade e next gen

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Coisa linda. Mas ainda lamento pela escolha de ser em 1°pessoa. Talvez jogando a impressão de ser um shooter qualquer desapareça. Esse papo de ser mais imersivo é balela. Senão todo jogo storyteller seria assim. Acho q a escolha tem haver com o multyplayer.

 

Mas o jogo tá foda visualmente. Compra garantida. Torcendo para que o downgrade para a atual geração não seja tanto.

 

Eu acho que jogos em primeira pessoa, quando são bem feitos, causam uma imersão muito superior. Dying Light é um dos meus jogos favoritos desta geração, imersão nota 1000. É story driven e é em primeira pessoa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu acho que jogos em primeira pessoa, quando são bem feitos, causam uma imersão muito superior. Dying Light é um dos meus jogos favoritos desta geração, imersão nota 1000. É story driven e é em primeira pessoa.

Também me vem à cabeça Metroid Prime, com a visão dentro do capacete, scans, etc. Mais um exemplo de ótima imersão.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu acho que jogos em primeira pessoa, quando são bem feitos, causam uma imersão muito superior. Dying Light é um dos meus jogos favoritos desta geração, imersão nota 1000. É story driven e é em primeira pessoa.

Eu não joguei esse. Mas talvez eu dê uma olhada agora. Mas ainda acho que não é regra. Se bem feito.. OK. Mas se bem feito até isometrico pode ser imersivo.

 

Provavelmente vou jogar Cyberpunk e adorar, CDRP são fodas, atento as detalhes acima de qualquer outra produtora.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O Mirror's Edge é outro exemplo de uma visão em primeira pessoa muito bem executada dentro da sua proposta. Sem contar vários shooters fodas, claro.

 

Não acho primeira ou terceira pessoa inerentemente mais imersivo ou melhor no geral. Há vantagens e desvantagens, então no final das contas cabe ao desenvolvedor escolher o que é melhor para seu jogo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

l8fyt594h4331.jpg?w=640&ssl=1

 

A principio é rumor, mas que novembro é esse...

Editado por psg1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

WTF????

 

 

KEANU REAVES CONFIRMOU QUE SAI 16 DE ABRIL 2020

Editado por psg1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Citar

Cyberpunk 2077 feels like Deus Ex with an obscene budget and Keanu Reeves. Like a thing that we will conceivably play and finish in April of 2020. It exists. The demo wasn't a revelation in game design, even if the technology and art direction is staggering in scope and detail. This is CD Projekt pulling back the curtain and tamping down the cumulative years of excitement to remind everyone that it's made a very large role-playing game and that it looks very nice and that it's coming out soon. 

 

Stripped of the mythic quality of its seemingly eternal development, Cyberpunk 2077 doesn’t present like a revolution in game design, and I don’t think that’s CD Projekt’s goal. It presents like an RPG with ambitious scope, playstyle variability, and a strict dedication to realizing a cyberpunk setting. 

 

I left the demo feeling like I had played many games like this before, just never with such a striking attention to detail. The combat looks great, Night City is a grim and gorgeous open world, the RPG systems are deep and varied, and Keanu Reeves isn't just some goofy sidequest NPC—he'll harass you for a good part of the journey.The only thing we need to know now is whether all the time and money and effort to develop such a detailed, fully-featured RPG will actually prop up an interesting story with meaningful character choices. And we'll need to play the whole damn thing to find out.

 

 

https://www.pcgamer.com/cyberpunk-2077-e3-2019-gameplay/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se eles conseguirem juntar as qualidades do Deus Ex e os pontos fortes do The Witcher num jogo full open world já vai ser algo impressionante.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

a Rock Paper Shotgun ficou menos impressionada e citou problemas no combate e nos personagens estereotipados, mas o próprio Witcher mesmo tendo problemas em algumas partes não deixa de ser um jogo memorável então a CDProjekt ainda tem crédito, estou bastante curioso pelo jogo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..