Ir para conteúdo
Soul Reaver

[PC/PS4/XB1] The Witness

Posts Recomendados

Lançamento: 26 de Janeiro de 2016.

 

A Tantalizing Session With The Witness, The Next Game From The Creator Of Braid

500x_witnesstop.jpg

Unattended, unlabeled, unmarked... the new game from the small team led by Braid creator Jonathon Blow was stealthily present at the Penny Arcade Expo this weekend. The adventurous — and those who recognized Blow standing off in the shadows — got a delightful surprise.

All I knew of The Witness before spotting it in the same booth that housed Spy Party and Monaco was that it was being made by Blow and a handful of other game creators, that it involves an island — it's "an exploration-puzzle game on an uninhabited island" — and has gorgeous lighting.

In other words, I knew just about nothing about The Witness. I didn't need to in order to want to play it. Blow and David Hellman's subtle, time-bending Braid was the kind of scrupulously-designed video game that earns its creators a player's long-term trust.

The version of The Witness at PAX is far from finished. The game will be complete a year from now, at earliest, Blow told me once I got done playing and found him so we could discuss. He cautioned me that I was seeing a lot of "programmer art." This was the game's first showing in public, its puzzles still far from complete and refined. It was being presented in a manner intentionally detached from any references that might hype the Braid connection and bias its players. Blow wanted to see, from afar, what people made of their first touch of this game.

What I could make of The Witness is about as much as you can, watching it here in this two-part video I shot at PAX. The Witness seems to be a quiet game set on a lovely landscape landmarked with puzzles. I played it with an Xbox 360 controller, witnessing the island in first-person. Many of the puzzles I found involved using the controller to draw routes on blue squares that were set vertically on posts at the level of museum paintings, trying to inscribe the proper pattern that would solve the challenge and possibly lead to a new one. The puzzles were not just in the posted squares but in the more natural environment. One of the earliest challenges, seen partially in the video here, involves figuring out how three wires or tubes, all connected to a locked gate, can be electrified in order to progress. Trying to solve this, you wind up looking behind trees and bushes and over a roof. You find clues that lead to new mysteries that lead to solutions of their own. Early, it is clear that this is a game for the patient, the un-flustered and the observant.

From my brief conversation with Blow about the game, I heard a confirmation of my own sensation that this is a game about discovery. The pace of the game seems to be that of a gradual dawning. You stroll in first-person view. You look at beautiful or intriguing things — a windmill in the distance, a figure that is either a man or a statue — and you approach. There appears, in so many places, puzzling things. You ponder them. You try to solve them. You're given no instruction and no order, not in the PAX version, what to do next. You try to make sense of it. You play.

Blow didn't bristle when I told him that the game made me think of Myst. But I suspect that if The Witness is as much Myst as Braid was Super Mario Bros., then it can still be something very special

UPDATE: This wasn't planned, but it looks like Blow posted about his game's quiet PAX appearance at the same time that this post went live.

Vídeo: http://kotaku.com/56...reator-of-braid

:huh:
-------------------------------------------------------------------------------------

Jogabilidade:

 


  Editado por Soul Reaver

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

hahahaha wtf?!

 

Esse jogo vai ser divertido de acompanhar.

 

Porque um jogo de mazes precisa de cenários renderizados realisticamente e exploráveis em primeira pessoa? Como eles esperam nos surpreender e nos fazer shitar bricks com algo que jogavamos no Almanacão da Turma da Mônica?

 

Mudem o título do tópico para "The Witness, aka Games in a Nutshell".

 

Não ficaria surpreso se o jogo fosse em sua essência basicamente só o que foi mostrado no vídeo mesmo, você tem um cenário intrigante e quer conhecer todas as partes dele, para isso tem que resolver mazes que quando resolvidas dão acesso a essas outras áreas. Isso para ver do que se trata e tentar descobrir mais sobre esse miniverso e dar sentido ao jogo. Para mim é como se fosse uma ilustração ou super sumarização do que se baseam os jogos single player: Encaramos desafios pela curiosidade do que vem depois.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Braid é um lixo com zero de curva de aprendizagem. Um tutorial decente de como funciona as features do jogo nem nada. Muito mal elaborado e fases toscas. A arte é até bacana mas não salva o jogo do desastre total.

Legal é ver nego hypando Braid mas quando vai ver quase todo mundo joga assistindo zeramento no youtube.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Legal é ver nego hypando Braid mas quando vai ver quase todo mundo joga assistindo zeramento no youtube.

 

Você terminou desse jeito?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Braid é um lixo com zero de curva de aprendizagem. Um tutorial decente de como funciona as features do jogo nem nada. Muito mal elaborado e fases toscas. A arte é até bacana mas não salva o jogo do desastre total.

Legal é ver nego hypando Braid mas quando vai ver quase todo mundo joga assistindo zeramento no youtube.

 

Vai da experiência de cada um. Felizmente sua opinião perfaz uma minoria, para o bem do gênero e da criação de novas experiências similares a Braid.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

SE fosse só comigo eu até entenderia, mas um chapa no serviço também achou o mesmo. Comprou o jogo, foi no tesão de jogar e se decepcionou assim como eu.

 

Normal. Algumas pessoas insistem em manter o hype mesmo o jogo não tendo correspondido às expectativas. Jogou algumas fases e partiu pra outro game de PSN mas nem fez questão de zerar. Mas no geral é "crássico". Claro minha fama de hardcore gamer fodão será maior se eu disser que o jogo é foda.

 

Depois que vi os milhares de acessos ao como jogar vi como esse jogo é FAIL. Se tivesse ao menos uma curva de aprendizado decente eu até poderia ter insistido, mas não são puzzles imbecis, com lógica que não lhe é explicada. Só fui ver o que tinha de fazer e como tinha de fazer depois de ver uns dois vídeos. Ridículo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Agora que Lucsdf e seu conceituado amigo do Orkut trabalho me abriram os olhos, vejo que realmente fui enganado e só digo que o jogo é bom para manter o meu status webal.

 

Tranquem esse tópico para que eu não seja iludido novamente. :(

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

SE fosse só comigo eu até entenderia, mas um chapa no serviço também achou o mesmo. Comprou o jogo, foi no tesão de jogar e se decepcionou assim como eu.

 

Normal. Algumas pessoas insistem em manter o hype mesmo o jogo não tendo correspondido às expectativas. Jogou algumas fases e partiu pra outro game de PSN mas nem fez questão de zerar. Mas no geral é "crássico". Claro minha fama de hardcore gamer fodão será maior se eu disser que o jogo é foda.

 

Depois que vi os milhares de acessos ao como jogar vi como esse jogo é FAIL. Se tivesse ao menos uma curva de aprendizado decente eu até poderia ter insistido, mas não são puzzles imbecis, com lógica que não lhe é explicada. Só fui ver o que tinha de fazer e como tinha de fazer depois de ver uns dois vídeos. Ridículo.

 

Verdade os puzzles são excelentes, não tem nada de imbecil. Pq esta reclamando então?

 

lol que desculpinha hein, falar que só elogiam pq é para manter fama webal? :lolmor: Rabugento pegou pesado nessa hein, custa falar que achou complicado e tal? :P

Tem partes que é frustante mesmo de tão dificil (ao menos eu achei)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

SE fosse só comigo eu até entenderia, mas um chapa no serviço também achou o mesmo. Comprou o jogo, foi no tesão de jogar e se decepcionou assim como eu.

 

Normal. Algumas pessoas insistem em manter o hype mesmo o jogo não tendo correspondido às expectativas. Jogou algumas fases e partiu pra outro game de PSN mas nem fez questão de zerar. Mas no geral é "crássico". Claro minha fama de hardcore gamer fodão será maior se eu disser que o jogo é foda.

 

Depois que vi os milhares de acessos ao como jogar vi como esse jogo é FAIL. Se tivesse ao menos uma curva de aprendizado decente eu até poderia ter insistido, mas não são puzzles imbecis, com lógica que não lhe é explicada. Só fui ver o que tinha de fazer e como tinha de fazer depois de ver uns dois vídeos. Ridículo.

 

:lolmor:

 

Braind = Melhor jogo Puzzle/Plataforma EVAR!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Verdade os puzzles são excelentes, não tem nada de imbecil. Pq esta reclamando então?

 

lol que desculpinha hein, falar que só elogiam pq é para manter fama webal? :lolmor: Rabugento pegou pesado nessa hein, custa falar que achou complicado e tal? :P

Tem partes que é frustante mesmo de tão dificil (ao menos eu achei)

 

Ok eu exagerei, o que tentei dizer é que o jogo tem seus méritos mas sua execução é mal feita. Ele simplesmente te joga no cenário sem te dar os princípios básicos de seu funcionamento. O game tem toda sua lógica que você só descobre na tentativa e erro e isso toma tempo. Passei por coisas que nem imaginava que era possível. Quando vi um absurdo, que nem lembro qual, parei de jogar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ok eu exagerei, o que tentei dizer é que o jogo tem seus méritos mas sua execução é mal feita. Ele simplesmente te joga no cenário sem te dar os princípios básicos de seu funcionamento. O game tem toda sua lógica que você só descobre na tentativa e erro e isso toma tempo. Passei por coisas que nem imaginava que era possível. Quando vi um absurdo, que nem lembro qual, parei de jogar.

 

Ouvi dizer que você odeia o jogos da série Metroid - exceto o mais recente -, é verdade? (AKA: correr para ativar a "super corrida", passar por 3 telas, pular em uma determinada parte, subir no pulo especial por 2 telas, para atingir uma determinada e pequena parede, em um determinado local.) B)

 

Esse é justamente o propósito do jogo, afinal isso sim é um quebra-cabeça. Claro que quem não curte pensar em todas e qualquer hipóteses vai achar o jogo chato, em uma geração onde puzzles são praticamente inexistentes nos jogos (e, quando existem, são ridiculamente fáceis) é normal que muita gente pense assim. Mas o foda é ter que ler o famoso "eu não gosto = é horrível".

Editado por Chaud

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ouvi dizer que você odeia o jogos da série Metroid - exceto o mais recente -, é verdade? (AKA: correr para ativar a "super corrida", passar por 3 telas, pular em uma determinada parte, subir no pulo especial por 2 telas, para atingir uma determinada e pequena parede, em um determinado local.) B)

 

Esse é justamente o propósito do jogo, afinal isso sim é um quebra-cabeça. Claro que quem não curte pensar em todas e qualquer hipóteses vai achar o jogo chato, em uma geração onde puzzles são praticamente inexistentes nos jogos (e, quando existem, são ridiculamente fáceis) é normal que muita gente pense assim. Mas o foda é ter que ler o famoso "eu não gosto = é horrível".

 

Não cabe comparação com Metroid aqui, cuja mecânica acho excelente. E sim, adoro puzzles mas cada um tem suas regras e sistemas lógicos que são explicados passo-a-passo. O novo Tetris por exemplo, tem peças novas com especiais que são apresentados gradualmente, pra depois vir com o jogo principal e todas as peças que foram aprendidas. Isso chama-se curva de aprendizado, prazer.

Braid falha nesse ponto.

 

Mas enfim, não quero desvirtuar o tópico, vocês gostaram zeraram sem ver faq nenhum, são os fodões, ok. Continuem a falar do novo jogo, quem sabe dessa vez melhore algo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Braid, "The Truth" do Assassin's Creed 2 e o modo "Least Portals" do Portal... alguns dos poucos puzzles realmente desafiadores dos últimos tempos.

 

 

If Super Mario Bros Was Made In 2010

 

500x_step1.jpg

 

500x_step2.jpg

 

(...)

 

500x_step3.jpg

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

hmmm, depois de ver o video e ler a matéria não consegui me empolgar pelo jogo mas ainda falta um ano de desenvolvimento e espero que ele consiga, mas pelo q foi mostrado o cara do Flower tá tentando criar uma experiência semelhante com Journey, e tá parecendo MUITO melhor.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

LOL Lucs, como não gostou do Braid?

E Braid é tentativa e erro chapa. Se tu não quer pensar é a única solução

(teve um puzzle - o da sobra para a física fazer o cara cair e abrir a porta com a chave, depois dar um rewind e voltar com a chave - que eu fiquei muito tempo mesmo pensando e não conseguia de JEITO NENHUM esse foi puramente na sorte, confesso, mas os demais nada que uma pensadinha de uns 5 minutos não resolvesse)

Começo a achar então que sou gênio por não ter usado faq para terminar Braid (mas para pegar as estrelas foi necessário :lolmor: )

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Porra Cody, é jeito de falar seu imundo.

Acho que o ultimo Puzzle (Que tu tem que ativar a plataforma, descer correndo, com o anel de camera lenta do outro lado pra chave cair devagar e tu nao pegar os espinhos) :lolmor: O sangue já fervia ali uhauhauha

 

Mas o final valeu a pena :reibr:

Editado por dihbooa

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

alguns puzzles me deixaram arrancando os cabelos, mas resolvê-los era nível Demon's Souls de satisfação :lol:

 

não vi o final com as estrelas, o final normal achei meio decepcionante pra falar a verdade.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cyco, o que tu entendeu do final?

Eu postei no tópico do Review do Braid e ninguem mais postou.

 

Qual sua interpretação do final? :lolmor:

 

PS: Nem vi o final com as estrelas, infelizmente nao tive paciencia de pegar todas, mesmo com o faq elas davam MUITO trabalho...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho que a minha decepção veio justamente do fato de que não cheguei em nenhuma conclusão huahuahauhahuaha já não me lembro muito bem, mas juntando as peças tive a impressão de que

 

 

o cara fez uma cagada (traição talvez) e tomou um pé na bunda da namorada, daí ele se culpa e se arrepende e tenta "resgatá-la" - uma coisa com que todos nós podemos nos relacionar imagino, e também onde reside todo o conceito genial de voltar no tempo, tentando consertar o passado - só que quando vc finalmente chega lá no final a coisa parece que não aconteceu, sei lá, achei que ficou incompleto, como se tivesse acordado de um sonho e o jogo te coloca naquele início e vc vê a constelação faltando as estrelas, pensei "putz, pra ver o final true vou ter que caçar as estrelas fdp."

 

Mas aí meu PS3 FAT queimou e como o jogo era compartilhado fudeu, não pude mais baixá-lo. :lolmor:

 

Editado por Cyco

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho que a minha decepção veio justamente do fato de que não cheguei em nenhuma conclusão huahuahauhahuaha já não me lembro muito bem, mas juntando as peças tive a impressão de que

 

 

o cara fez uma cagada (traição talvez) e tomou um pé na bunda da namorada, daí ele se culpa e se arrepende e tenta "resgatá-la" - uma coisa com que todos nós podemos nos relacionar imagino, e também onde reside todo o conceito genial de voltar no tempo, tentando consertar o passado - só que quando vc finalmente chega lá no final a coisa parece que não aconteceu, sei lá, achei que ficou incompleto, como se tivesse acordado de um sonho e o jogo te coloca naquele início e vc vê a constelação faltando as estrelas, pensei "putz, pra ver o final true vou ter que caçar as estrelas fdp."

 

Mas aí meu PS3 FAT queimou e como o jogo era compartilhado fudeu, não pude mais baixá-lo. :lolmor:

 

 

 

 

A idéia que eu tive foi mais ou menos nada a ver com a tua.

Pra mim ele imaginou tudo isso, e a idéia dele seria de "ter a princesa". Ele poderia ter conseguido antes se nunca tivesse cagado algo no passado.

Ele cria uma relação "imaginária" com ela, e o narrador faz entendermos o tempo todo que eles tiveram uma relação, mas no final mostra que ele é um lunático, que tudo que nos foi contado é mentira e que do ponto de vista dele era tudo verdade. Foi mostrado que a obsessão dele fez ele criar um mundo onde eles tiveram um passado e o tempo todo ele pensa em te-la de volta. Quando na verdade ela sequer o conhecia, e então quando ele aparece ela nem o reconhece é como se ele quisesse sequestra-la apenas pelo desejo de te-la. Uma obsessão que ele transformou em verdade na sua mente. :lolmor:

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..