Ir para conteúdo
TriplexXxDF

Apaixonados por carro... E Motos.

Posts Recomendados

O filtro do óleo até concordo, mas o de ar nem toda vez. A nao ser que voce ande em estrada de chão, aí fica tudo empoeirado e tem que trocar mesmo.

 

E dar revisão em concessionária é fogo, hein. É mais fácil de vender o carro, mas a grana que vai embora é foda.

 

De duas uma, ou você dá revisão a cada 50.000km numa autorizada, sem respeitar a tabela do manual ou pega um carro comum e mói ele, e vai arrumando o que estragar e foda-se.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acabei de voltar da troca. Troquei óleo (5 litros), filtro de óleo, filtro de combustível e filtro de ar. Filtro de óleo tem que trocar sempre que troca o óleo, o de combustível e ar eu troco a cada 20k. Aproveitei e troquei o fluido de arrefecimento, o que faço a cada 6 meses.

 

Filtro só uso Mann Filter, que é o original do meu carro, e só uso o óleo recomendado no manual também. Sou meio sistemático com isso.

Editado por Dedé

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim. Mas não pode usar água de torneira no radiador, por causa de cloro. Ou você usa água desmineralizada (água de bateria) ou os fluídos de arrefecimento específicos, aqueles rosa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Essa questão do mecânico não é fácil mesmo. Assim como o Dedé sou sistemático com manter do carro, e dá certo, poucos problemas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Levei meu carro pra revisão dos 30k km, passaram um valor que já achei caro: 500 paus. Aí pedi uma pestana do vidro dianteiro que me roubaram também, blz. Aí me ligam uma hora depois falando que constataram que os freios já foram pro saco (pastilhas e discos gastos), e o valor ia pra R$1200. Porra, fiquei puto. Saí pesquisando preço de pastilha e discos, mão de obra, e o valor ficava na melhor das hipóteses 100 reais mais barato. Perguntei pra uns amigos e vi na internet, e geralmente as pastilhas podem gastar aos 30mil km mesmo, o que é esperado no meu caso que estou sempre correndo com o carro (quem corre mais, freia mais). Em resumo, aceitei o assalto e lá se vão R$1200. 

 

Tomá no cu. 

 

Disco com 30 mil gastos? Isso non ecxiste. Empurroterapia.

 

Poderia ter mandado trocar só as pastilhas mesmo. 30 mil é padrão a troca. Disco dura até 4 vezes isso. É bem comum pegar carro com 200 mil que nunca trocou o disco.

E sem negligência, não tinha nada pra ser feito mesmo além de um desgaste natural que não afeta a função das pastilhas.

Já cai uma vez na lábia em oficina de alinhamento. Depois que saquei o "modus operandi", nunca mais me deixei enrolar.

 

Toda vez que levei meu carro para alinhar é a mesma coisa. Eles suspendem o carro, vão em uma das rodas da frente, balançam ela e é claro que com o carro suspenso e todo solto, terminam condenando alguma peça. O engraçado é que a peça sempre muda.

É, mas muito cuidado nisso aí.

 

O molejo da roda tem que ser mínimo. Se uma roda tá diferente da outra, mais molenga, pode dar uma olhada no pivô da balança. É uma troca muito barata e que não vale a pena economizar. Gera cada acidente feio pra cacete.

 

Não entro em nenhuma Auto Center de suspensão. São todos ladrões. Vendem molas e amortecedores baratos, mas sempre mandam trocar outros kits, como bieleta, bandeja, pivôs, batentes.. No final das contas, vc pagou um bom preço pelo conjunto de mola e amortecedor, porém pegou um "ágio" de 100% a 1000% nas outras peças. Bieleta é padrão cobrarem de 100 pra cima e dependendo do carro, custam 15 reais.

Tenho um de confiança sensacional. Eles não vendem peça, vendem o serviço. Por isso não se preocupam em passar o que não tem pra fazer.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como Panda falou, o meu agora que está batendo 100 mil km que o cara comentou sobre troca do disco, porque está fazendo barulho quando freio e já trocamos a pastilha e continua.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mas na revisão é o que tanto? Balanceamento, Alinhamento, cambagem, troca de óleo, limpeza de bico e o que mais? 

Depende da revisão. Tem revisão que só trocam os filtros e o óleo. Outras já preveem pastilhas de freio, líquido de arrefecimento, fluído do freio, etc.

 

Alinhamento eles podem dar uma olhada, mas raramente precisa. Balanceamento idem. Cambagem jamais quando o carro é novo. Limpeza de bico só se faz quando se comprova que o bico injetor está com algum problema. Não existe limpeza de bico preventiva. Se você não está sentindo diferença no consumo ou na potência do carro, não é nem pra tirar os bicos e testar. Isso só é preciso quando algo de errado tá rolando e pode-se suspeitar dos bicos. Ainda assim tem que tirar eles fora e colocar numa máquina que vai testar a capacidade deles e medir os 4 simultaneamente.

Como Panda falou, o meu agora que está batendo 100 mil km que o cara comentou sobre troca do disco, porque está fazendo barulho quando freio e já trocamos a pastilha e continua.

 

É bem por aí. Chegar a 200.000km é comum, mas não é sempre. O prazo médio é 100 a 150 mil. E só deve ser trocado se for constatado que existem ranhuras graves/enormes. Eu sinceramente nunca vi um disco de freio nesse estado, mas não sou mecânico, claro.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cambagem não tem nada a ver com carro novo ou não, se vc passar num buraco fodido, provavelmente tem que fazer a cambagem, Peguei uma strada adventure pra firma começo do ano zera, e ja tive que fazer cambagem, tava puxando demais o volante, tinha 30k rodados, praticamente perdi 2 pneus ATR por causa disso, tudo comido por dentro. Prejuízo lindo. Como ja tinha 30k rodados, resolvi ficar por mais um tempo (tem uns 2 meses ja isso) quero ver se essa semana compro 4 zeros, mas custam no brasil 400/500 conto cada, tou indo pro Paraguai semana que vem e vou pagar 240 cada.

Editado por Pé de pano

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cambagem não tem nada a ver com carro novo ou não, se vc passar num buraco fodido, provavelmente tem que fazer a cambagem, Peguei uma strada adventure pra firma começo do ano zera, e ja tive que fazer cambagem, tava puxando demais o volante, tinha 30k rodados, praticamente perdi 2 pneus ATR por causa disso, tudo comido por dentro. Prejuízo lindo. Como ja tinha 30k rodados, resolvi ficar por mais um tempo (tem uns 2 meses ja isso) quero ver se essa semana compro 4 zeros, mas custam no brasil 400/500 conto cada, tou indo pro Paraguai semana que vem e vou pagar 240 cada.

 

Cambagem não faz o carro puxar, alinhamento faz. Cambagem só cria desgaste interno ou externo nos pneus.

 

Tem bastante a ver com carro novo a cambagem. Só precisa fazer cambagem carro velho fodido que passa em locais esburacados. É praticamente impossível um carro novo precisar de cambagem. Normalmente é alinhamento o problema. Cambagem é resultado de um pivô ferrado, uma bandeija ruim, etc. Não de buracos, propriamente. Precisa de muito buraco pra fazer um carro ir pra cambagem.
 
Uma cambagem ruim até pode causar a impressão de carro desalinhado, uma vez que o pneu muito fodido pode fazer o carro puxar sozinho para um dos lados.

Mas tem algo mais que dão uma olhada? Vela, motor, freios ?

 

Freio sempre olham, mas a maioria dos itens do carro possuem um prazo de troca. Então não precisam olhar e medir. Vela tem como tirar e medir, mas é um procedimento também desnecessário. Só pegar o prazo de troca e obedecê-lo.

 

Como o PSG disse, no manual costuma ter todas as trocas recomendadas e os prazos das peças.

Editado por panda49

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cambagem é a inclinação da roda de um veículo em relação ao plano vertical. Seu valor é denominado ângulo de cambagem e será positivo (+) quando a parte superior da roda se inclinar para fora é negativo (-) quando ela se inclinar para dentro. Este ajuste, de um modo geral, controla as características de rolamento das rodas. A cambagem estando fora dos valores originais do veículo, pode causar desgaste irregular dos pneus, perda da estabilidade e aumento do consumo. Quando os valores de câmber entre as rodas possuem mais do que um grau de diferença, o veículo pode apresentar tendência a deriva (puxando) para o lado positivo.

O ângulo do câmber faz parte das leituras de Geometria da Suspensão, necessárias para o correto alinhamento da suspensão de um veículo.

Muitos veículos não possuem regulagem de cambagem, neste caso o alinhador apenas lê as medidas do câmber, para melhor definir o alinhamento (convergência / divergência das rodas).

 

200px-Cambe_angle.svg.png

 

se

 

.

Editado por Pé de pano

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pode até ser. Mas isso só acontece com carro velho sim. Ou carro que roda feito carro velho, que tem 10000 rodados em estradas que faz ele parecer ter 150 mil.

Editado por panda49

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Chapas o carplace fez uma matéria com esportivos da década passada

 

http://carplace.virgula.uol.com.br/galeria-confira-a-lista-com-os-esportivos-nacionais-da-decada-passada/

 

Vejam em detalhes o Golf VR6, outro dia eu conheci esse carro, quando se coloca um a venda mesmo antigo, é disputado a venda dele.

 

Mais veja o detalhe do Motor, um V6 com um belo Torque.

 

Estão dando como certo a Honda trazer o Si Coupe para o Brasil.

Editado por DanDan

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Torque é a potencia/força que o motor usa para empurrar ele mais rápido em uma situação de aceleramento. Espero ter explicado bem. Se tivesse dirigindo te mostrava melhor.

 

Carros com torque alto chegam mais rápido a velocidade máxima programada, e carros com torque baixo tem velocidade alta, sim mais demoram mais para alcançar a velocidade máxima programada.

 

O ponto de vista do Torque também é analisado em situações de arrancadas, tipo quando um sinal abre e você sai com o carro, ele desenvolve mais rápido a arrancada/saída.

 

Acho que é isso.

 

Aprendi um pouco sobre Torque com o Civic Si que a Honda deixou ele com Torque baixo, o que é uma pena. Não reparava nisso.

Editado por DanDan

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu li que o torque tem a ver com "tirar o carro do lugar", e nisso conta muito o peso. Ou seja: quanto maior o peso do carro, mais torque precisará pra ele acelerar. Um caminhão então tem um motor com MUITO torque e pouca potência, pois você tem muito peso pra tirar do lugar e não quer andar a 200km/h com um caminhão ou um trator. Já a potência seria o necessário pra aumentar a velocidade, subir giro. Ou seja: seria o que faz aumentar a velocidade "depois de vencido o peso". Um F1 então tem muita potência e pouco torque, pois o carro é bem leve. É isso?

 

Eu só não entendo como isso se relaciona com o 0 a 100 nos nossos carros safados. Sempre vejo torque e principalmente torque/peso nas fichas, mas sem potência o carro não ganha velocidade final. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

O bom e que deve forçar muito sedã médio para baixo. Pq se eu tivesse 90k para dar em um carro, iria juntar um pouco mais e levava um bwm turbo para casa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..