Ir para conteúdo

Serge Chrono 1

Membro
  • Total de itens

    2.336
  • Registro em

  • Última visita

  • Vezes em que foi o melhor postador do dia

    1

Serge Chrono 1: Melhor postador de 20 de Dezembro 2015.

Serge Chrono 1 teve o maior número de curtidas.

Reputação

283 Reputação neutra

Sobre Serge Chrono 1

  • Rank
    Chapa mor
  • Data de Nascimento 05-09-1985

Últimos Visitantes

430 visualizações
  1. Serge Chrono 1

    Breath of Fire 4 - Humildemente um ótimo jogo

    Meu Deus, qta bosta.
  2. Serge Chrono 1

    O que vocês estão jogando, pederastas?

    Apaga, vários jogos eu já quis voltar depois e reaproveitar o save e não pude. Sistema péssimo. Mas pelo menos serve pra eu relembrar o jogo, ele é bom demais. Experiência muito única nos JRPGs.
  3. Serge Chrono 1

    Resident Evil 2 Remake

    Mas tbm eles balancearam isso colocando mais zumbis no jogo, né. Realmente se fossem corredores fechados com poucos zumbis, ficaria sem graça matá-los com chute, mas qdo vc tá cercado por uma dúzia deles, dá graças a Deus por ter esse truque à disposição
  4. Serge Chrono 1

    O que vocês estão jogando, pederastas?

    Bem, estou jogando Persona 4 pela segunda vez, mas como planejo platiná-lo, terei q fazer uma terceira jogada, pq a minha primeira foi em 2017 e deletei o jogo do Vita, o q apaga o save junto. Estou indo pra dungeon Heaven no momento, em novembro. Esta jogada, eu estou me focando totalmente em maximizar todos os S. Links (o q é bem difícil em um único playthrough) e ler todos os livros, q tbm é meio tricky pq tem vários deles q são missable. Já falei do jogo no passado, mas vale reforçar: é um excelente retrato da adolescência, com todos os seus conflitos internos, dúvidas, inseguranças, traquinagens, etc. Racho o bico de rir toda vez q vejo aquela parte do festival de cross-dressing ou o Yosuke ligando sem querer pra Hanako e ela quebrando a moto dele rsrs Sobre os troféus, não pretendo fazer o Hardcore Risette Fan neste playthrough pq exige um monte de coisas do tipo ter nível baixo até a dungeon da Naoto e tal... Enfim, um porre essa parte, deixarei pro NG+.
  5. Serge Chrono 1

    Resident Evil 2 Remake

    Eu tbm nao gostei dos rostos. A Claire ta parecendo rosto de personagem de hentai e o Leon nao parece a mesma pessoa. Mas ta um belissimo jogo apesar disso. Espero q facam uma boa fusao do gameplay de RE4 com o clima dos antigos. Hype!
  6. Serge Chrono 1

    O que vocês estão jogando, pederastas?

    É uma história q vai crescendo durante as dezenas de horas de jogo e só vai ficando mais épica. No começo é difícil se importar mesmo pq o tom é mais light e vc ainda não teve tempo de conhecer os personagens direito. Mas principalmente após a entrada do Olivier no grupo, o jogo começa a ficar cada vez melhor. E o SC tem a vantagem de continuar uma história já consolidada, então ele é épico do começo ao fim. Pro Lulu, peço q jogue antes de julgar. Vc tá errado sobre os visuais, rapaz.
  7. Serge Chrono 1

    O que vocês estão jogando, pederastas?

    Cara, a primeira vez q eu joguei Trails in the Sky FC, achei as primeiras 5 horas de jogo um porre, eu quase dormi com aquilo. E só depois eu fui me acostumando até chegar a um ponto em q o jogo me conquistou de verdade. Eu diria q o começo é o principal empecilho, pq depois q alguns personagens novos entram na party e o enredo se desenvolve com mais profundidade, melhora muito. Sobre o sistema de batalhas, vc precisa ganhar uns S-crafts melhores e umas magias de área pra ficar mais interessante mesmo. Infelizmente, o começo tem muito pouco conflito ou coisas relevantes acontecendo, o q ajuda a dar a impressão de jogo chato e arrastado. Mas com o tempo ele melhora muito e tem uns plot twists incríveis, q vc não vê em JRPG nenhum por aí.
  8. Serge Chrono 1

    O que vocês estão jogando, pederastas?

    Q arte genérica, rapaz? Vc sequer viu como são os gráficos in-game? Agora o fato de o jogo ser mais puxado pro estilo anime o torna genérico. Pobre Lunar, Grandia, entre outros. Todos genéricos segundo Alucard. Eu tenho suficientes horas de FF8 pra ter uma opinião formada sobre ele. Já zerei umas 6 vezes até hoje ou mais. É um jogo com uma ótima OST, história muito bonita e trouxe a inovação dos personagens mais realistas, q é padrão na série hoje.
  9. Serge Chrono 1

    O que estão jogando de RPG no momento?

    Fechado: Terminei em 68 horas e 8 minutos, no level 91. Minha party final foi Estelle, Joshua, Kevin e Kloe. Bem, afirmo desde já que esse é não só o melhor JRPG do PSP, mas é tbm um título digno de figurar no panteão dos maiores clássicos do gênero, ao lado de Suikoden 2, FF7, 8 e 9, Chrono Trigger e Cross, Grandia 1 e 2, etc. A experiência de história e desenvolvimento de personagens desse jogo é uma das mais intensas e emocionalmente grandiosas q o gênero já nos proveu. Consegue prender a atenção do jogador seja no enredo principal, seja nas várias sidequests opcionais, com tamanha maestria q poucos jogos já conseguiram fazer algo comparável em termos de experiência emocional. É um jogo pra rir, chorar, torcer, esperar... Não há palavras q expressem perfeitamente a sensação q esse jogo dá, só jogando mesmo pra entender. Pra mim supera com louvor o já excelente primeiro capítulo (o FC). Os personagens são excelentes e todos têm seu espaço e backgrounds muito bem explorados. Um ou outro personagem cai um pouco no clichê, como a Schera, mas de forma geral a história se sai muito bem e consegue fazer com q nos importemos de verdade. O Battle System consiste em um sistema q leva em consideração a distância dos personagens para os monstros, assim como Grandia e Wild Arms 5. Os especiais são espetaculares. A OST do jogo é talvez uma das melhores q já ouvi em toda a minha vida, se sai bem tanto nas cenas de ação qto em momentos mais emotivos. É o tipo de composição q dá vontade de ouvir mesmo depois q o jogo já acabou há muito. Enfim, pra mim é o melhor JRPG dos últimos anos e uma must play pra qualquer um q aprecie de verdade os RPGs japoneses.
  10. Serge Chrono 1

    O que vocês estão jogando, pederastas?

    Fechado: Terminei em 68 horas e 8 minutos, no level 91. Minha party final foi Estelle, Joshua, Kevin e Kloe. Bem, afirmo desde já que esse é não só o melhor JRPG do PSP, mas é tbm um título digno de figurar no panteão dos maiores clássicos do gênero, ao lado de Suikoden 2, FF7, 8 e 9, Chrono Trigger e Cross, Grandia 1 e 2, etc. A experiência de história e desenvolvimento de personagens desse jogo é uma das mais intensas e emocionalmente grandiosas q o gênero já nos proveu. Consegue prender a atenção do jogador seja no enredo principal, seja nas várias sidequests opcionais, com tamanha maestria q poucos jogos já conseguiram fazer algo comparável em termos de experiência emocional. É um jogo pra rir, chorar, torcer, esperar... Não há palavras q expressem perfeitamente a sensação q esse jogo dá, só jogando mesmo pra entender. Pra mim supera com louvor o já excelente primeiro capítulo (o FC). Os personagens são excelentes e todos têm seu espaço e backgrounds muito bem explorados. Um ou outro personagem cai um pouco no clichê, como a Schera, mas de forma geral a história se sai muito bem e consegue fazer com q nos importemos de verdade. O Battle System consiste em um sistema q leva em consideração a distância dos personagens para os monstros, assim como Grandia e Wild Arms 5. Os especiais são espetaculares. A OST do jogo é talvez uma das melhores q já ouvi em toda a minha vida, se sai bem tanto nas cenas de ação qto em momentos mais emotivos. É o tipo de composição q dá vontade de ouvir mesmo depois q o jogo já acabou há muito. Enfim, pra mim é o melhor JRPG dos últimos anos e uma must play pra qualquer um q aprecie de verdade os RPGs japoneses.
  11. Serge Chrono 1

    FinalFantasy mongolismo

    Mas a pesquisa (no caso a do Dr. Mark Regnerus da Universidade do Texas) teve a oportunidade de ser questionada e a Universidade concluiu q ela estava correta mesmo após a contestação. O benefício da dúvida já foi dado e falhou. Quanto à família tradicional, não é especulação nenhuma. Uma sociedade em q qualquer tipo de união pode ser família gera um relativismo moral. Então, eu posso alegar q um time de beisebol é uma família, um grupo de amigos drogados é uma família, eu, meu cachorro e um papagaio somos uma família... O q vc quer é destruir o conceito próprio da instituição familiar, aplicando um subjetivismo falsamente tolerante, mas q na prática ignora a necessidade das crianças de terem um modelo masculino e um feminino em quem se espelhar, com quem aprender, além de ignorar q a família tem como um de seus propósitos basilares a manutenção da sociedade humana, porém este fim é impossível numa "família" gay pq, como diz Levy Fidelyx, "órgão excretor não reproduz". Entenda q ninguém está impedindo os gays de morarem juntos ou terem uma união informal, porém, ao equiparar o casamento tradicional a um casamento gay, vc está dizendo q ambos os modelos tem a mesma importância, por exemplo, numa fila de adoção. Sendo q, para a criança, seria muito melhor se fosse adotada por um casal hetero do q por um homo. E vc faz questão de distorcer o q eu falo para bater num espantalho. Eu não disse q homossexualismo é uma invenção ou modinha moderna, disse q o casamento gay era. E não, uma sociedade evoluída não pressupõe a igualdade absoluta de direitos, mas apenas uma tentativa de não ferir demais as liberdades individuais, porém estas mesmas liberdades devem estar sujeitas a um princípio de ordem e justiça. Igualdade forçada é o q prega a mentalidade socialista, q ignora as particularidades de cada indivíduo e tenta conferir a todos os mesmos direitos de maneira irrefletida e inconsequente. E aí vc tem, por exemplo, situações absurdas como a daquela lutadora de MMA q foi totalmente quebrada por uma "lutadora" transexual em nome da igualdade dos direitos. Em nome de proteger a liberdade de uns, vc fere a de outros. E perceba q o processo de mudança de mentalidades não é algo imediato, passa primeiro por uma normalização de certos conceitos q termina com consequências desastrosas para toda a sociedade. Não é um paralelo justo comparar a escravidão e o patriarcado com a luta contra a ideologia de gênero e o casamento gay, simplesmente pq ninguém está a favor de agredir gays ou dominá-los, mas de não tornar todo desejo deles em lei automaticamente só pq eles alegam ser vítima de preconceito. Nem tudo q se nega a um gay é uma maneira de discriminá-lo. A sociedade se estrutura a partir de uma limitação da liberdade, q é o nosso conjunto de leis. Não é possível permitir tudo a todos sem avaliar as consequências disso para o rumo da sociedade, especialmente pq, uma vez q uma determinada liberdade ou direito é conferida a um grupo, fica muito mais difícil retirá-la depois mesmo q ela tenha tido consequências ruins e nefastas.
  12. Serge Chrono 1

    FinalFantasy mongolismo

    Eu não sou novo, e quem está se comportando como uma pessoa muito inexperiente é vc repetindo a torto e a torto e a direito as falácias esquerdistas. Em primeiro lugar, eu não estou falando de mudar de nome, estou falando da fantasia da pessoa de querer se identificar com algo q só existe dentro da cabeça dela. Assim como é absurdo eu imaginar q sou um carro-robô, tbm é absurdo q alguém considere q se tornou alguma coisa só pq quer. Homens e mulheres são o q são por conta de características genéticas, biológicas e fisiológicas, não pq acordaram um belo dia e decidiram ser alguma coisa diferente da cabeça delas. Não me importa se o fulano se sente mulher, homem, macaco, gavião, saci-pererê... Nada disso muda a realidade. Eu tbm poderia querer ser o Super-Man, isso não me faz automaticamente passar a ter super-força, voar e lançar raios pelos olhos, ora. E é óbvio q as pessoas se vestem, se maquiam, falam, etc., obedecendo a certas convenções sociais. Mas a diferença é q eu não vejo tudo por essa ótica adolescente q prima pela liberdade de ser o q quiser independente da sociedade em q vc vive, mandando um foda-se para as regras. O q vc está advogando é pelo caos, ou seja, caa um faz exatamente aquilo q deseja, sem nenhum limite, e danem-se as consequências sociais provenientes disso. Outra coisa, não coloque palavras na minha boca, eu não disse q não respeito os transexuais, disse q não respeito a ideologia de gênero. O q não pode ser levado a sério é vc tentando cagar regra baseado em achismos. Quer dizer então q a pesquisa de um PHD não tem nenhuma validade, ainda q diversos grupos pró-gay tenham tentado descreditá-la e a Universidade tenha sido obrigada a manter os dados pq concluiu q eram válidos e verídicos? A instituição familiar original é a base da sociedade ocidental e se não tivesse sido sustentada durante tanto tempo a ruína da civilização já teria chegado. Não é preconceito algum querer q uma família seja uma família, e não uma invenção relativista moderna q varia de acordo com o gosto do freguês. O fato é q toda criança precisa de um modelo masculino e um feminino e q, em tenra idade especialmente, não é saudável psicologicamente para a criança ter de lidar com questões estruturais familiares. Até mesmo situações comuns, como ser criado por avós ou tios, causam uma marca indelével na criança. Imagine não formar em si um conceito de base familiar ainda na infância. O verdadeiro preconceito está em querer remodelar toda a sociedade de acordo com a moda do momento. Segunda a sua moral relativista e ateísta, se daqui a um tempo arrumarem uma forma de legalizar a pedofilia (como muitos grupos já estão tentando), pode-se tbm alegar q uma família é um homem de 40 anos casado com uma menina de 12 q tem filhos com ela. Palhaço é vossa senhoria q não estuda nada. Pare de se meter na discussão dos outros pq vc não tem maturidade pra falar desse tipo de assunto, visto a sua reação descompensada de querer me atacar só pq falei contra o q vc pensa. Entendi, só existe credibilidade nos estudos q te convém, os q tem a visão de mundo q lhe agrada. Anotado. Para os ateus, recomendo o seguinte vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=LE2mg35dI7Y
  13. Serge Chrono 1

    FinalFantasy mongolismo

    Tudo bem, acho q a partir de amanhã quero me chamar Optimus Prime e ser considerado um Transformer. Se não aceitarem me chamar assim e colocar esse nome e essa classificação de gênero na minha identidade, vou processar o Estado por preconceito, assim como quem me questionar. Não, amigo, não sou obrigado a respeitar a fantasia q cada um tem sobre si mesmo, não sou obrigado a chamar alguém por um nome inventado, por um gênero inventado, etc. O discurso da esquerda já tomou a sua mentalidade por completo.
  14. Serge Chrono 1

    FinalFantasy mongolismo

    Não tenho a intenção de entrar nessa discussão sobre crimes de homofobia a fundo, acho q todo ser humano deve ser protegido de violência, mas acho perigosa essa atitude de não querer debater dados ou questionar o senso comum. Eu estava vendo agora um documentário chamado Agenda, e ele fala, entre outros assuntos, sobre como a sociedade americana é manipulada e as "classes" são jogadas umas contra as outras, ou seja, brancos x negros, mulheres x homens, gays x heteros, religiosos x ateus, etc. E uma das coisas apontadas é q o caos social proveniente dessas disputas emburrece a sociedade em geral e favorece a visão de q é preciso mais governo como um mediador de conflitos e, portanto, mais controle estatal sobre a vida privada das pessoas. Os fundadores da sociedade americana acreditavam em uma liberdade q está vinculada à moralidade e à dignidade humana. E os comunistas, desde Karl Marx, passando por Antonio Gramsci, Saul Alinsky, etc., sempre souberam q a manutenção de uma cultura cristã era o inimigo máximo do socialismo. Marx queria destronar Deus e destruir o capitalismo. Para isso é necessário um Estado laico, q traz o enfraquecimento dos valores religiosos na sociedade. Mas o próprio documentário mostra q a única cultura em q o Estado laico é forçado a todo momento é a cristã, enquanto no Budismo, Islamismo, Hinduísmo, não se vê gente pregando isso. Eu disse isso tudo pq hoje virou tabu criticar algum aspecto relativo à homossexualidade. Qdo alguém se diz contra o casamento gay, não é por ódio aos gays, é pq essa pessoa considera importante manter a instituição família intacta, com seu conceito original. E tbm pq há fortes evidências de taxas muito maiores de abuso sexual de crianças por pais adotivos gays, problemas psicológicos, etc. Há um PHD da Universidade do Texas q concluiu isso após entrevistar e pesquisar sobre milhares de famílias. Acontece tbm um grande burburinho por conta da ideologia de gênero, q quer colocar os desejos íntimos e subjetivos das pessoas acima da realidade. E aí vc vê pais de família decidindo ser uma menina de 6 anos de idade e procurando pais adotivos. Falam muito de agressão contra gays, mas o Ben Shapiro foi conversar num programa de TV com um transexual e foi ameaçado de agressão por dizer q o transexual não era uma mulher.
×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..