Ir para conteúdo

qqt

Membro (Geral)
  • Total de itens

    14.067
  • Registro em

  • Última visita

  • Vezes em que foi o melhor postador do dia

    62

qqt: Melhor postador de 16 de Janeiro.

qqt teve o maior número de curtidas.

Reputação

2.061 Reputação excepcional

Sobre qqt

Gamer Tags

  • Playstation Network
    Marcosmaia
  • Steam Profile
    marcosmaiarj

Informações do Perfil

  • Local
    Brasil

Últimos Visitantes

3.280 visualizações
  1. qqt

    O que vocês estão jogando, pederastas?

    Sendo bem sincero, só morreu um personagem meu mais por inexperiência na série do que qq outra coisa. Longe da brutalidade de um Xcom da vida
  2. qqt

    O que vocês estão jogando, pederastas?

    AHUAAAAAAAAAAAAAAAAAAA - Continuo no DMC5:SE. Zerei o Devil Hunter na campanha normal e com o Vergil e estou no SoS mode na campanha normal. Jogar com o Vergil é MUITO bom depois que vc desbloqueia boa parte da move set dele, ele chega a ser quebrado de tão versátil que ele é Aliás, o jogo muda bastante quando vc desbloqueia a porra toda dos personagens, dá pra fazer umas loucuras de fazer chorar. O foda é que o jogo continua muito fácil.... Vamos ver quando eu chegar no Dante/Vergil Must Die Mode. - Retomei Fire Emblem - Three Houses. Esse é um jogo que está coçando minha falta de um RPG Tático desde.... desde sempre A parte Persona da escola é bem de boa e a estrutura de batalha é bem interessante, apesar de eu achar até o momento ela inferior ao que eu vi em Final Fantasy Tactics e Tactics Ogre, por exemplo. To jogando no Hard sem permadeath dos personagens e to achando bem de boa até.
  3. Não é The Last of Us Part III por um motivo bem simples, que inclusive é o mesmo que não vai sair um Tsushima II tão cedo: É o tipo de jogo que demora tempo pra fazer e o tipo de jogo que só tem a perder se vc soltar eles aos quilos. Não duvido nada que, SE sair um Part III (é bem possível eles engavetarem a série por tempo indeterminado), ele seja um jogo de fim de geração
  4. HDR faz uma puta diferença, realmente. E também deixa escancarado como as OLEDs tem uma qualidade de imagem superior as LEDs normais. No final, eu acho que estamos chegando num endgame de TVs e que as diferenças vão ser marginais. Não acho que a questão do 8k pra cima e hertz vão definir algo, mas sim uma melhora das tecnologias de OLED, adoção das MicroLEDs ou então uma estrutura híbrida.
  5. Porra, vc me lembrou de algo bizarro. Quando eu fui olhar a q70t (meu pai queria trocar a TV), eu notei que ela em algumas coisas chegava a ser pior que a q70 de 2019, meio que te empurrando pra q80t. Muito bizarro. E meu sonho no futuro é pegar uma oledzona linda. Mas acho elas muito caras.... Um dia
  6. Isso aí. O grande lance é que tanto em resolução quanto em frames, nós estamos chegando no limite do que a gente consegue notar de fato e o impacto que isso tem no desempenho do jogo. Hoje nós temos monitores de 360hz, por exemplo. Tirando o pessoal pro player competitivo, pra nós reles mortais a diferença é muuuuito pequena. Então vc tá pagando bem mais por algo que, na prática, não vai fazer tanta diferença assim.
  7. Quando vc pega um monitor 120hz, vc consegue ver que ele mais... suave, digamos assim, no seu uso comum. Mesma coisa com um celular, ele parece ser mais ágil e etc. Para games, isso fica meio que prejudicado pelo FPS do jogo. Pra vc ter uma experiência plena de uma TV de 120hz, vc precisa pegar um jogo que rode a 120 FPS. Se o jogo está rodando a 120 FPS, ou ele é leve ou ele está deixando algum efeito no bolso pra conseguir chegar nesses frames. Só que, ao contrário da diferença entre 30 e 60 FPS, a diferença de 60 FPS pra 120 é muito mais sutil. Ela está lá, mas é bem menos perceptível e vc está pagando o efeito gráfico por conta disso. Sinceramente, eu peguei um monitor de 165hz ano passado e, apesar de eu perceber essa diferença (ainda mais que meu segundo monitor continua sendo um de 60hz), ela é tão pequena que se a diferença de preço é relevante, eu diria que não vale a pena.
  8. Eu desisti, achei ele meio insípido lá pro meio Mas se seu problema for a ausência de mapa, pode ficar tranquilo pq o jogo não tem um mapa imenso pra vc fazer backtracking. Existe backtracking, mas vc tem que pensar mais num conceito de arena fechada, com algumas telas que vc precisa passar e retroceder.
  9. BEM VINDO A NECS GEN ROBERTÃO Quando for comprar sua TV CREMOSA, dá uma pesquisada no input lag dela. Atualmente, a maioria das TVs tem input lags relativamente baixos, mas é sempre bom ver.
  10. Link, Carrion nem Metroidvania é direito. São mapas pequenos com puzzles fechados. Dá pra jogar beeeem de boa. Só achei ele meio enjoadinho mesmo.
  11. Eu estou usando uma Samsung Q70 de 2019 que vem me atendendo MUITO bem. Eu penso em trocar de TV daqui uns 5 anos e olhe lá, só se surgir alguma tecnologia fodalhona dos caralhos a quatro. Dito isso, qual seria sua noção de preço bom pra uma TV? Pq eu vi esses dias a Samsung Q70T por 3.900, o que eu acho um preço bem razoável pra uma TV de 55 polegadas e ela tem uma porta HDMI 2.1. Acredito que a LG tb tenha TVs desse mesmo nível por esse mesmo preço. Tb recomendo que vc dê uma olhada na linha da TCL, que costuma ser um excelente CxB.
  12. qqt

    [ topicão VR ] - next gen starts here

    Eu como ENTUSIASTA VERDADEIRO, ao contrário de Lulus da vida, que fazem review de imaginar e sonhar, vendi meu PSVR e acabei pegando o Oculus Quest II. E, maluco, a parada foi sair da água pro vinho. A qualidade do visor é melhor, o controle é melhor, toda UI é melhor e o fato de vc ter um aparelho completamente stand alone é surreal. Diria que é a experiência definitiva em realidade virtual, pq combina um custo relativamente barato (299 dólares pelo pacote completo, sem qualquer sistema adicional) e o fato de vc estar completamente livre de qualquer cabo. Senti um pouco de falta de alguns jogos exclusivos do PSVR, como o Until Dawn: Rush of Blood e o Astrobot VR, mas o Oculus tem jogos beeem interessantes, como o The Climb e o Vader Immortal. E os jogos que eu tinha pra PSVR estão MUITO melhores no Oculus, seja por conta da resolução e taxa de atualização mais alta, seja pq o tracking é MUITO mais preciso. Eu não tenho um cabo compatível com Oculus Link ainda, mas testei o Virtual Desktop com meu wifi 5ghz aqui e funciona MUITO bem. O lag tá lá se vc prestar atenção, mas é algo tão pequeno que dá pra ignorar fácil. E foi aí que, com esse esquema e vendo os jogos do SteamVR que eu tive a melhor experiência em VR até agora: Half Life Alyx. O jogo é ESPETACULAR. Muito bonito, jogabilidade divertidíssima, utilização do VR de ponta. Acho que se VR fosse algo mais popular, era um candidato fortíssimo a jogo do ano.
  13. qqt

    [PS4] Final Fantasy VII Remake

    Foi mal Cecil. Botei em spoiler, mas foi tarde demais.
  14. AINDA AGUARDO SEU BAN, SEU COVARDE. FUGIU DO COMBATE.
  15. qqt

    [PS4] Final Fantasy VII Remake

    PORRA SQUARE, CONTRATE A GENTE SEUS FILHOS DA PUTA.
×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..