Ir para conteúdo

Ryo

Membros
  • Total de itens

    18.732
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

1.462 Excelente

Sobre Ryo

  • Rank
    FDP
  • Data de Nascimento 21-09-1980

Informações do Perfil

  • Local
    Brasil

Últimos Visitantes

6.180 visualizações
  1. Ryo

    Jogos terminados em 2019

    Vixe, se bobear não terminei isso em uma década... Este ano vou tentar terminar mais coisas, porém janeiro está terminando e não zerei nada ainda
  2. Ryo

    DOIS MIL E VINTE

    Janeiro muito fraco, tem o que de interessante? Só o Dragon Ball Z: Kakalot?
  3. Ryo

    Qual foi o jogo que você mais jogou em 2019?

    Jogo que mais joguei em 2019 foi Path of Exile. Depois o God of War e em terceiro o Apex Legends.
  4. Hoje em dia recomendo já começar do terceiro. Coloque na sua lista de prioridades.
  5. Mais outra empresa da lista acabou sendo "cooptada". Platinum Games receives capital investment from Tencent Holdings to expand into self-publishing https://www.gematsu.com/2020/01/platinum-games-receives-capital-investment-from-tencent-holdings-to-expand-into-self-publishing
  6. É todo o histórico do cara, o Apex Legends com certeza deu mais influência a ele. Quem diria que um developer iria destroçar as teses dos engravatados e colocá-los de joelhos.
  7. Não tenho nenhuma ideia de quantos jogos terminei na década, com certeza foi menos de 100. Em média devo ter terminado menos de 10 jogos por ano. Como não tenho anotado, vou apenas listar os principais jogos q terminei na década: Persona 5 - Melhor JRPG que joguei na década Demons Souls - o jogo é de 2009 mas como joguei nesta década vou colocar na lista, o jogo q inaugurou um subgênero e influenciou muitos desenvolvedores God of War - A guinada necessária para a série, ninguém aguentava mais o hack'n slash descerebrado de antes. Personagens mais densos, uma ambientação diferente, exploração do mapa e um sistema de combate mais cadenciado, eis que renasce um grande clássico Sonic Mania - Pegaram tudo o que a série clássica tinha de bom e melhoraram, o resultado é um dos melhores jogos 2D já feitos. The Last of Us - Ambientação muito foda, a construção do mundo e os detalhes me impressionaram na época. Outro ponto forte é a relação entre Joel e Ellie, que aliás influenciou muito o novo God of War Mario Odyssey - Joguei quase todos os Marios 3D (apenas não joguei o do Wii U) e este é o melhor de todos. Não preciso dizer mais nada. The Witcher 3 - Melhor RPG da década Não terminei Zelda BotW e nem RDR, por isso não coloquei na lista. Por enquanto é só, se eu me lembrar de mais jogos q mereçam a citação eu coloco.
  8. Ryo

    Jogos terminados em 2019

    Não me lembro direito mas este ano não foi produtivo. De cabeça eu lembro de: PC Bloodstained The Outer Worlds Gear of War 5 Battle Chasers Guacamelee 2 Steam World Dig 2 Hollow Knight PS4 God of War Persona 5 Switch Mario Odyssey Este ano vou tentar terminar ao menos 1 por mês. Ainda é menos que a quantidade de livros que tenho como meta ler.
  9. Incrível, Vince Zampella vai conseguir mudar a EA... Com o sucesso de Star Wars feito na engine Unreal, sepultou aquele discurso dos executivos da EA de que os jogos singleplayer estão com os dias contados e de querer enfiar a Frostbite em tudo quanto é jogo. Respawn Entertainment's Vince Zampella is taking over DICE LA https://www.engadget.com/2020/01/03/vince-zampella-dice-la/
  10. Pois é, no Gamepass vou dar preferência a jogos sem suporte a mods. Dei uma pausa na assinatura do gamepass, pretendo voltar quando tiver mais tempo para jogar. Vou indo e voltando conforme tiver um mês com mais tempo, não tenho muita pressa. Mas realmente, já devo ter fechado uns 6 jogos pelo Gamepass, está valendo muito a pena. Finalmente estou jogando lançamentos.
  11. Fazendo um pequeno exercício sobre empresas interessantes para aquisição. Separar em alguns critérios: Critério 1 - Boa equipe com possibilidade de crescer The Bearded Ladies - Mutant Year Zero Good Feel - Yoshi e Kirby recentes Critério 2 - Possui franquias interessantes ou jogos com potencial de se transformar nisso 4A Games - série Metro Techland - Dying Light, Call of Juarez e Dead Island Falcom - Ys, The Legend of Heroes Larian Studios - Divinity Original Sin IO Interactive - Hitman Critério 3 - Possui um diferencial ZA/UM - Disco Elysium (Ganhou como melhor indie estreante, melhor RPG e melhor narrativa no Game Awards) Asobo Studio - A Plague Tale, Microsoft Flight Simulator, série The Crew (Diversidade de gêneros com qualidade e competente tecnicamente) Platinum Games - Nier Automata, Astral Chain, Bayonetta (em matéria de jogabilidade de jogos de ação é top) Arc System - Dragon Ball FighterZ, Guilty Gear, Grand Blue Fantasy Versus (top em jogos de luta) Alguns combinam mais de um critério mas coloquei no que considerei mais forte.
  12. Ryo

    Deêm adeus a Sega.. 1 min de silencio - Persona 5 Musou

    Em sua reestruturação sem fim, Sega anuncia que vai fundir a parte de arcades (Sega Interactive) com a parte de jogos para consoles e mobile (Sega Games). Sega’s Toshihiro Nagoshi Explains Merge Between Sega Interactive and Sega Games Coming in April 2020 https://www.dualshockers.com/toshihiro-nagoshi-sega-interactive-games-merge-april-2020-explained/ Sega's Toshihiro Nagoshi also mentioned series like Persona made Sega realize they can still compete worldwide. Sega Sammy Holdings announced on December 24 that Sega Interactive and Sega Games will be merging into one, under the name Sega, in April 2020, the start of the next fiscal year in Japan. Toshihiro Nagoshi knows this doesn’t really mean anything for us, so he explained what this is all about on December 24’s SegaNama stream. So, the parent company is Sega Sammy Holdings, and the brand name Sega itself still exists, but there’s currently no company actually just named “Sega”. Below Sega Sammy Holdings, there is Sega Holdings, which is made up of two other companies. Sega Interactive and Sega Games. Sega Interactive handles “Amusement Games”. This includes arcade video games but also things like UFO catchers, etc, something Sega always did. Meanwhile, Sega Games is the company developing video games for consoles, PC and smartphones. Now, these two will merge and form “Sega”. Toshihiro Nagoshi explained how Sega never only stuck with video games, creating toys, and a ton of other content. When the times changed, they decided to separate the brand into Sega Interactive and Sega Games. That way, each one could have its own set of rules, adapted to them. However, with how the markets are changing in Japan and around the world, the company decided to merge the two back together. Nagoshi pointed out this is a big change for Sega and will allow them to make new, great content. Toshihiro Nagoshi also spoke about how series like Persona made Sega realize that while non-Japanese studios are making awesome games, Sega still have ways to compete with them, as long as they give in their all to make great games. Sega Holdings will also change its name to Sega Group in April 2020. SegaNama are monthly streams with Toshihiro Nagoshi and MCed by Ayana Tsubaki. We cover SegaNama each month on DualShockers as it has some pretty interesting tidbits at times. The full SegaNama stream is included below if you’d like to check it out. Just like last month, this month’s SegaNama also included new information regarding PS4 exclusive Yakuza: Like a Dragon, so stay tuned as we’ll cover that in a separate article soon.
  13. Nexon vende empresa mobile Gloops Inc por 1 yen após comprar por 36,5 bilhões de yens (+- 360 milhões de dólares) em 2012 https://gamebiz.jp/?p=256417
  14. Google comprando empresas de jogos tb. Apesar que dificilmente viram a situação atual, o modelo dos serviço deles é muito ruim. Stadia acquires Typhoon Studios Stadia head and Typhoon co-founders explain why the upstart studio is giving up being indie before its first game even launches https://www.gamesindustry.biz/articles/2019-12-19-stadia-acquires-typhoon-studios
×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..