Ir para conteúdo

Melhores usuários


Conteúdo Popular

Mostra conteúdo mais curtido desde 17-06-2021 em todas áreas

  1. 2 curtiram
    FAZ UM QUARTO DE SÉCULO DESDE QUE A REVOLUÇÃO DE 64 BITS DA NINTENDO COMEÇOU Hoje marca 25 anos desde o lançamento original do Nintendo 64 no Japão e seu título de lançamento seminal, Super Mario 64. O Nintendo 64, originalmente apelidado de Project Reality e depois Ultra 64, foi lançado no Japão em 23 de junho de 1996, antes de chegar à América do Norte em setembro de 1996 e à Europa em março de 1997. O console foi notável como a primeira incursão apropriada da Nintendo em gráficos poligonais (embora seu chip Super FX tenha levado a um punhado de jogos poligonais no SNES). Também é lembrado por ser um dos primeiros sistemas a incluir um controlador analógico como padrão, e um dos primeiros a incluir quatro portas de controlador permitindo o modo multijogador para 4 jogadores sem o uso de um periférico. Este anúncio de revista de 1995 tentou fazer com que os leitores parassem de comprar o PlayStation e o Saturn e esperassem (o que era então) o Ultra 64 A insistência da Nintendo em manter o software baseado em cartucho em vez dos CDs usados pelo Sony PlayStation e Sega Saturn teve alguns benefícios, mais obviamente tempos de carregamento quase instantâneos na maioria dos jogos. O fato de os cartuchos custarem muito mais para fazer do que os CDs e conterem muito menos dados, entretanto, significava que o console lutava para obter o tipo de suporte de terceiros desfrutado pela Sony em particular. Isso foi mais notável quando a Squaresoft, que estava testando um possível jogo Final Fantasy VII no hardware do Nintendo 64, decidiu desenvolver para o PlayStation, afastando a série da Nintendo pela primeira vez. Mesmo com essa falta de forte suporte de terceiros, o N64 ainda é memorável por ter um grande número de jogos aclamados pela crítica, apesar de sua biblioteca relativamente pequena. Jogos como The Legend of Zelda: Ocarina of Time e Majora's Mask, GoldenEye 007, Banjo-Kazooie, Perfect Dark, Mario Kart 64, Star Fox 64, Paper Mario, Conker's Bad Fur Day, Super Smash Bros, 1080 Snowboarding e muitos outros garantiram o status do console como um dos maiores de todos os tempos. Quase no topo da lista está Super Mario 64, que foi lançado junto com o N64 e também hoje faz 25 anos. Embora tenha havido plataformas 3D lançadas antes de Super Mario 64, o título desenvolvido para Nintendo EAD é amplamente creditado por escrever o livro de regras no gênero de plataforma 3D e inspirar incontáveis imitadores. Super Mario 64 foi relançado no ano passado como parte de Super Mario 3D All-Stars, uma compilação de três jogos Mario em 3D. Fonte do artigo original na VGC: https://www.videogameschronicle.com/news/the-nintendo-64-and-super-mario-64-turn-25-years-old-today/
  2. 2 curtiram
    Jesus eu consegui uma virada maravilhosa com meu time de Beerus, Cooler e Freeza contra um Goku Ultra Instinct, Androide 21 e Vegito SSGSS. No final sobrou só o Freeza com metade do HP contra os 3 dele ainda vivos eu me transformei no Gold Freeza só pra brincar pq já tinha desistido na real, mas os ataques continuavam entrando...
  3. 2 curtiram
    DBZ Legends era o que mais se aproximava das lutas do anime. Até hoje é o jogo de DBZ que eu mais gostei, dos que eu joguei.
  4. 2 curtiram
    Lembro bem desse Legends, tinha ele, lembro que comprei e sempre travava, voltei na banca que comprei pra trocar umas 3 vezes e todos travavam lol. Final Bout era bacanudo também. Mas realmente é no ps2 que sairam jogões, o budokai e principalmente o tenkaichi eram muy bons, inclusive pra mim nenhum superou passar realmente as lutas do anime como o tenkaichi, lindimais.
  5. 2 curtiram
    Lembro que aquele jogo de trios do PSOne dava pra fazer essa sequência. Aqui em 44 minutos do vídeo. Sempre deixava o careca morrer pra limpar o chão depois. Jogo era fraco na gampelay... mas os conceitos de seguir o anime eram bacanas.
  6. 2 curtiram
    Por mais bonito que DS remake seja, não existe nada lá que o PS4 não faça com os devidos sacrifícios de performance, resolução e efeitos diversos. Já tinha comentado antes, na minha visão DS saiu exclusivo por uma questão 100% comercial, um produto mais hardcore pra atrair um nicho específico pro PS5.
  7. 1 curtiu
    O Sr. está sendo cobrado.
  8. 1 curtiu
    Manchester, Reino Unido – 08 de junho de 2021 – Depois de confirmar seu retorno ao Brasil após mais de três décadas, realizando o sonho de uma verdadeira legião de fãs, a Merge Games, em conjunto com os desenvolvedores do Jankenteam, tem o prazer de anunciar que Alex Kidd in Miracle World DX chegará antes, no dia 22 de junho, ao PC, PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series S e Nintendo Switch. Para comemorar o glorioso retorno do ícone que fez história desde sua primeira aparição no SEGA Master System em 1986, o time do jogo preparou um trailer especial que nos dá um gostinho das aventuras que estão por vir nas lendárias terras de Radaxian, agora assoladas pelo nefasto Janken, O Grande. https://solomode.wordpress.com/2021/06/08/comunicado-lancamento-de-alex-kidd-in-miracle-world-dx-e-adiantado-no-brasil/ Hype grande aqui, tá bonito demais o game, já fiz pré order e pré download, só aguardando lançar, foi anunciado também que o jogo contará com novas fases que não existiam na versão original do game.
  9. 1 curtiu
    Continuo no Strive... e to ADORANDO. Agora demora só 3 min pra entrar no jogo, mas já é algo Netcode ta absurdo. Eu peguei uns stutter as vezes, mas é raro e o jogo se adapta muito bem ta doido. Eu tenho certeza q joguei com muita gente aqui do continente e pelo menos do meu lado, tava super jogável. Agora com Player Room "arrumado" (os IDs pra achar sala funcionam) acho q já ta valendo a compra pra quem quer pegar o começo do jogo e desenvolvimento do meta. O jogo ta BEM mais facil d jogar, ou meu boneco q é muito mamata mesmo. N posso falar do story mode, n joguei. O outro bug de gráficos ainda ta lá, mas meu jogo roda no best então ta sussa. Qualquer coisa tem os mod pra PC da Xuxa q rola por ai, mesmo assim, o jogo parece estar "bem otimizado", roda melhor que SFV em vários PC de amigos meus.
  10. 1 curtiu
  11. 1 curtiu
    Pqp, descobri agora que não tem coop neste jogo, os caras fizeram um Tales que não parece um Tales. Farei review bombing no merdacritic pra forçá-los a corrigir.
  12. 1 curtiu
    Hauhauhua, tá tendo promoção de fds da Namco Bandei e comprei o pass 1 de FighterZ, para o @qqt parar de encher 36 reais por Goku original, Vegeta original, Bardock, Android 17, Vegito SSGSS, Broly original, Cooler e um kami lá que não lembro o nome. 4,50 por cada boneco, aí eu pago. Próxima promoção eu compro outro pass E eu comecei a usar o Beerus, virei lindamente essa luta aqui: Também teve essa luta que destruí o cara usando meus favoritos Tenshinhan e Yamcha: E eu amo esse especial do Tenshinhan huahuahua: Jogão demais pqp. Tô me sentindo adolescente de novo.
  13. 1 curtiu
    Sim, no PS2 que começou a ficar melhor mesmo. Acho que o Budokai 3 foi o jogo de DBZ que mais joguei, inclusive era um jogo bem profundo se fosse jogar competitivamente. Tenkaichi 3 também era legal, as lutas lembravam mais o anime, mas a mecânica em si era mais simples. Ainda pretendo pegar esse Fighterz, acho que vou gostar muito, só tô em duvida se pego pra console ou PC mesmo. Voltando ao que tô jogando, cheguei em Gallopolis no DQXI, estou em ritmo meio lento mas gostando muito, jogo bonito demais. As batalhas estão ficando mais dificeis com essa opção de dificuldade aumentada, quase morri na ultima dungeon. Enfim, só continuo mantendo a critica a OST mesmo, infelizmente não curto muito esse estilo do Sugiyama, até mesmo o DQVIII (unico DQ que cheguei a terminar) tem uma OST que considero no maximo razoavel levando em conta o padrão das trilhas de JRPGs, que é um padrão bem alto. Dito isso, gostei bastante da música da cidade de Hotto, combinou bem com o local. Essa cidade me lembrou muito Wutai do FFVII.
  14. 1 curtiu
    Meu PS1 quadradrão rodava tudo, mermão. Lembro que em 1999 mesmo (ano que troquei 64 nele) tinha um moleque na locadora, relaxado pra caralho, que quis trocar um Final Bout (CD todo destruído) por aquele CD demo. Falei... vou testar pra ver se rodava (e rodava) e trocamos. Quando vi isso aqui pirei na batatinha. CD em japa. Como não tinha pasado GT na televisão pensava que o Goku pequeno era uma espécie de neto e tals. Só quando vi GT soube a verdade (anime ruim da porra que vive de relances de inspiração como a abertura Dandan e Dandan instrumental nas lutas). Salvava intro, algumas OSTS, Goku SSJ4 e arco Baby tolerável e um final legalzinho mostrando que mesmo sendo "burrinho" o Goku é carisma puro. Fillers da TOEI (só curto Asgard em SS).
  15. 1 curtiu
    essa zona que a Bluebox armou fica cada vez mais estranha, mas que tá engraçado isso tá. Esse post é de Abril, e eles já estavam se esquivando da confusão com o Kojima e Silent Hill, aí eles me vêm e postam aquilo de novo. Essa é a sobra da página do Rewind: Voices of the Past http://rewind-thegame.com/ jogo que eles anunciaram em 2015 e acabaram engavetando, é bem possível que esse Abandoned ou seja lá qual for o nome é a nova encarnação desse jogo. Mas agora se não for Silent Hill o game vai receber um hate tão grande... não vai ser bonito edit: as pessoas estão escrutinando o site e parece que tudo nele é fake, com fotos de developers tiradas de sites tipo Getty Images LOL de volta à estaca zero
  16. 1 curtiu
    Chapa Lockhart o negocio do GamePass e os devs indies não é essa doçura que já tentaram fazer parecer não. Para eles colocarem o jogo no Xbox tem que aceitar que ele vá para o GamePass. Eles certamente recebem um valor para isso mas, obrigatoriamente tem que aceitar que seja colocado no serviço e arcar com o risco de baixas vendas do jogo sendo colocado muitas vezes no GamePass praticamente no lançamento na plataforma, o velho slogan "Day One on GamePass". Muitas vezes sem chance de um respiro de alguns dias de vendas figurando somente na loja, a escolha fica a critério da MS de colocar Day One ou não. Muitos a primeira vistas acham boa as propostas e aceitam o acordo (e principalmente o dinheiro), mas posteriormente notam que não foi tão bom assim. O Roberto Serrano havia feito um post sobre isso com os documentos que haviam "vazado" do julgamento da Epic vs Apple e que eu havia colocado em meu post abaixo mas, o post dele no twitter sumiu junto com a conta original dele que foi apagada por conta dos copyright claims da Ubi. Só restou o comentário que fiz a respeito na época por aqui: Essa matéria aqui comenta um pouco do que havia no documento, sobre a obrigatoriedade de aceitarem também o Xcloud. Mas sem a parte sobre o GamePass, afinal, faz a MS parecer não tão legal assim com os devs indie e esse é um site sobre Xbox . Xbox Cloud Gaming Might Now Be A Requirement For Indie Developers According to a confidential document We laid eyes on a bunch of confidential documents last week as part of the Epic Games Vs. Apple court battle, and the latest document doing the rounds has appeared to reveal some interesting information about Xbox Cloud Gaming. This 222-page confidential document - created in September 2020 - has reportedly been verified by The Verge, and appears to suggest that Microsoft now requires indie developers to support Xbox Cloud Gaming in order to publish on the platform, supposedly using "harsh language around the requirement" according to Epic. "Elsewhere in the document, it’s also revealed that Microsoft has apparently been requiring indie devs to agree to xCloud game streaming support to publish on Xbox. 'Microsoft is using harsh language around the requirement,” claims Epic, noting that it’s “sign or be removed from Xbox.'" It's no surprise that Microsoft wants indie developers to comply with xCloud - it's going to be a big part of the company's future - but Epic's partners have reportedly expressed concern about their EGS exclusivity agreements as a result. Of course, Xbox Cloud Gaming doesn't currently support any games other than Xbox Game Pass titles, so assuming this requirement is true, it looks like Microsoft is gearing up to support a much wider library in the future. The Verge says it has reached out to Microsoft for comment, so we'll update you if we hear anything. https://www.purexbox.com/news/2021/05/xbox_cloud_gaming_might_now_be_a_requirement_for_indie_developers Sony e Nintendo não são santas virgens, mas muito menos a MS.
  17. 1 curtiu
    É a vida dura da "midia gamer " (a maioria, não todos) Bram. Ganhar consoles da nova geração, jogos em acesso antecipado e versão final/especial, jogar no conforto de casa para fazer reviews meia bunda falando merda/militando e ainda ganhar mais de 45 mil dólares por ano para isso.... É um sacrifício que eles fazem pela comunidade gamer, você devia agradecer seu ingrato.
  18. 1 curtiu
    Acho que estou no penultimo "distrito", eh legal que progrido jogando msm poucos minutos, estrutura funcional d+ Esse vou fazer 100% nos mapas.
  19. 1 curtiu
    midia teve acesso a uma demo de meia hora, promissor chapas
  20. 1 curtiu
    Capturas do "Tubão", perdão. Quando começar a aparecer algo melhor eu trago para cá.
  21. 1 curtiu
  22. 1 curtiu
    Terminei anteontem. Gostei bastante, vale muito pra quem quer algo diferente no gênero, os controles são bastante bons e o humor é ok. Apesar da repetitividade completei 100% em quase todos os mapas.
  23. 1 curtiu
    https://www.nintendo.com/games/detail/mario-plus-rabbids-sparks-of-hope-switch/ A própria Nintendo "vazou" o jogo antes da conferência da Ubisoft. edit -
  24. 1 curtiu
    Esse irei jogar só pelo graficismo, tenho um asco por essa série de tanto que Alucard pagou pau dessa merda na época do ps3.
  25. 1 curtiu
    AMD fez apresentação do DLSS deles.... UTILIZANDO UMA GTX 1060 KKKKK Meu pc esta com uma 1060 e o notebook é Vega series. Agora me interessei serio nesse negocio.
Líderes está configurado para São Paulo/GMT-03:00
×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..