Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Lionzz

MGS4: Guns of the Patriots

Posts Recomendados

Apesar de ter avisado no título, aviso novamente aqui e ainda meterei uma tag no review inteiro. ESSE REVIEW CONTÉM SPOILERS! Tentei manter a quantidade de spoilers ao mínimo, para que quem não se importe de estragar um pouquinho a surpresa, possa ler e se emocionar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O que falar de Metal Gear Solid que já não tenha sido falado? O jogo que revolucionou o PSX e, por conseqüência, a história dos vgs volta com seu mais novo e derradeiro capítulo. Será?

 

Gráficos: como é de costume da Kojima Productions e dos jogos do Metal Gear, essa nova aventura de Solid Snake alcança níveis inimagináveis de qualidade gráfica nessa geração. As renderizações, texturas e etc, podem não ser as mais perfeitas, mas o cuidado com detalhes de ambientação são de deixar qualquer um de boca aberta. De fato é um filme interativo e não um videogame. Sem dúvida alguma é o jogo mais belo que já existiu na história dos videogames. Vendo fotos pode não parecer, mas numa TV Full HD 42’’ com HDMI ficou simplesmente imbatível.

 

Músicas e Sons: esse é um quesito em que o passado também favorece a série. Como não lembrar de temas clássicos como Snake Eater, The Best Is Yet To Come, entre outras maravilhas? Esse Metal Gear fica um pouco atrás em termos de OST, mas ainda assim temas como Love Theme, Old Snake e Here’s To You entram definitivamente para um “Best of” de temas de jogos musicais. Em compensação, os sons ambientes desse jogo são absurdamente bem construídos. Logo no primeiro ato (Oriente Médio), você pode JURAR que está no meio de uma guerra com tiros e explosões ocorrendo ao seu redor. As dublagens estão matadoras, especialmente da B&B Corps, sempre com uma mulher e o demônio dublando a mesma parte, o que causa um impacto grande.

 

Jogabilidade: esse é o melhor Metal Gear em termos de jogabilidade. Precisa dizer mais? Eles combinaram perfeitamente todos os elementos de sucesso dos outros jogos (inclusive Portable Ops) e criaram o jogo perfeito. É tudo muito intuitivo (especialmente pra quem já jogou outros MGS). Uma coisa que notei de interessante nesse jogo é um pouco do sentimento sandbox. Em diversas fases você pode muito bem escolher o caminho que vai fazer, que estratégias utilizar pra cada caminho, etc.

As lutas com as B&B são um espetáculo à parte (como não poderia deixar de ser). Obviamente todas as lutas de chefões nesse jogo (B&B e Liquid no final) são espetacularmente memoráveis e remetem diretamente a jogos passados. Aliás, a luta final entre Solid Snake e Liquid Ocelot, remontagem da luta entre Solid e Liquid do PSX, é uma das coisas mais absurdamente bem construídas que já vi em um videogame. A luta é, na minha opinião, a mais fácil de todas, mas é tão épica com seus movimentos de câmera e interação entre jogo, quicktime e cena não-interativa que servirá de modelo para muitos outros jogos, tenho certeza.

 

Só a título de curiosidade, não vou estragar muito a história, você joga no Oriente Médio, em seguida na América do Sul, depois em Shadow Moses (que espetáculo que é revisitar SM com essa qualidade gráfica... é emocionante-m0r) e, por último em Outer Haven.

 

Ah... só uma coisa: não desliguem o VG na hora dos créditos... depois deles há algumas surpresas!!!!!!!!!!

 

Resumindo: melhor jogo da história dos videogames com toda certeza. Poucos jogos me causaram tamanha emoção.

 

Snake, sua falta será sentida.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post

Comentários (CONTÉM MUITOS SPOILERS IMENSOS):

 

(Lionzz, eu resolvi deixar os comentários aqui pra não ter que abrir outro tópico, e porque vi que postou alguns pequenos spoilers, então era melhor postar aqui do que no outro tópico. Mas depois, se quiser que eu retire, só avisar.)

 

 

 

 

 

 

Lionzz, concordo com quase todo o seu review. Vou citar algumas outras partes que acho bem interessantes do jogo:

 

- O que é a arte gráfica desse jogo, principalmente no final? Cacete, eu NUNCA VI coisa tão linda em nenhum jogo. As cores do céu, o lugar, tudo da luta do Snake contra o Liquid Ocelot é perfeito, e depois vem na cena do cemitério aquele pôr-do-sol fodástico, Big Boss e Snake tendo a última conversa, as flores, etc. Muito bonito mesmo.

 

- Impressionante como Kojima não teve medo de mostrar imagens fortes em alguns momentos desse jogo, destaque para dois: o corpo que achavamos ser de Big Boss queimando, e a mente dele presa ali dentro, praticamente uma alma que não pode fazer nada, só ficar remoendo lembranças. O outro, a morte do Zero, sem saber de tudo o que ele gerou, morrendo daquele jeito, e o Big Boss segurando ele pra não cair da cadeira, de um jeito meio frio, mas ao mesmo tempo triste.

 

- Luta do Metal Gear Rex contra Ray. Pra mim é a segunda melhor luta de toda a série em termos de diversão, só perdendo para a do The End. E no geral esse Metal Gear tem realmente as melhores lutas contra chefes. Parece que você está lutando contra inimigos que realmente pensam, mesmo que eles tenham lá seus padrões. As mortes das BB's são um show a parte também.

 

Agora as partes que não gostei:

 

- Que cena vomitável foi aquela da Meryl com o Akiba próxima ao final do jogo, em que eles conversam enquanto matam os FROGs lá. Horrível, não acredito que Kojima colocou um negócio desses no jogo. Parecia Sr. e Sra. Smith.

 

- Gameplay do ato 3 é um pé no saco (pelo menos no Big Boss Hard).

 

- Raiden foi mal explorado na minha opinião. Pra quem foi protagonista do MGS2, merecia um pouco mais, ainda mais em relação ao que aconteceu com ele depois de ter salvo a Sunny.

 

Conclusão:

 

Espero pelo amor de Deus que NÃO façam MGS5. Sério, o final foi perfeito, melhor de todos os tempos, um encerramento digno de uma série dessas. Não existe nenhuma ponta solta. Do ponto de vista artístico, o melhor sem dúvida seria acabar a série nesse jogo, o meu medo é o ponto de vista industrial, que sempre fala mais alto.

 

 

 

Editado por ¢hrno

Compartilhar este post


Link para o post

Eu esqueci de falar que:

 

 

você joga na Europa Oriental antes de Shadow Moses, o act 3.... mas eu não achei chato, não Crhn. Só achei comprida demais a parte de perseguir o néscio, mas achei interessante! E depois vc na garupa da moto de Big Mamma, mata a pau!

 

Além disso, outra menção honrosa pra gameplay é a hora que você tem que perseguir as pegadas de Naomi. Achei demais!!!! E a batalha com Screaming Mantis? Absurdamente irada!

 

E quanto a Raiden, achei que ele entrou na medida certa! O cara salva todo mundo pelo menos 3 vezes ahahha

 

Além disso, achei a cena do Akiba e Merry demais também, sorria de orelha a orelha. Estilão Mr. and Ms. Smith mesmo, mas nem por isso achei ruim. Fora que a hora que Snake vai se arrastando nas microondas quando tudo parece perdido na “split-screen” é um dos momentos mais emocionantes da história dos videogames, sem dúvida!

 

Em resumo, discordei de você em tudo hahah.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post

 

 

Generalizei demais o gameplay do ato 3. Eu me referia apenas a parte de perseguir o carinha. Eu fiquei MUITO tempo perseguindo ele, sem noção. Tem um jeito fácil de fazer isso? Meu irmão que jogou no normal precisou passar duas telinhas pra chegar na igreja, eu no Hard precisei de pelo menos umas quatro. Toda hora que ele errava ou era quase preso ele voltava coisa pra cacete, e dava mil voltas pelo cenário pra ir onde queria.

 

Perseguir as pegadas da Naomi foi muito bem bolado mesmo. Dava pra fazer um jogo só com o conceito de "caçador" se bobear. Screaming Mantis também é show, sendo junto com a Crying Wolf as BBs mais legais de se enfrentar, apesar de todas as batalhas de chefes serem muito boas.

 

Gostei bastante da luta com Vamp, apesar de ter demorado pra descobrir como matar (não sabia que dava pra usar aquele item em outras pessoas).

 

O Raiden realmente tem um papel importante NO JOGO, mas eu ainda achei que podiam ter contado melhor sobre o tempo em que ele ficou fora.

 

A cena da Merryl e do Akiba não passa aqui, sério, odiei. Mas a do Snake no "microondas" é excelente mesmo, destaque pros gráficos da roupa dele nessa hora também.

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post

É isso aí, chrno! Matou a pau... agora concordo 100%!

ahahah

Me passa seu ID do Metal Gear Online pra podermos jogar!

Compartilhar este post


Link para o post

Cara, eu ainda nem testei o online. Devo fazer isso lá pro final de semana, porque dia de semana meu pai usa a internet pra trabalhar. Assim que eu tiver um ID eu te passo. :)

Compartilhar este post


Link para o post

caralho esse jogo deve estar foda demais, System Seller am total, tou cogitando pegar un ps3 fin do ano por causa dessa porra.

Compartilhar este post


Link para o post

Spoilers obviamente:

 

 

Gosto muito do fan service do jogo,como por exemplo as músicas,na batalha final por exemplo,passando por temas do 1,2 e 3 e a música da Mantis.

Muito boa sacada do Kojima.

 

Outra coisa foi q colocram de volta os backgrounds dos chefes,suas origens etc,ao contrário do 3 em q apareciam lá só pra lutar e morrer (e explodir.)Tudo bem elas q não tem condições de falar nada (por serem completamente piradas),feito uma ópera demorando meia hora para morrerem,como no 1,mas mesmo assim ficou legal.

 

Outra coisa,q algúns reclamaram,é cenas em q precisamos mandar bala obrigatóriamente,em batalhas francas mesmo contra soldados,e não apenas chefes.Eu particularmente gosto disso.É chato ter quilos de armas bacanas,mas termos poucas oportunidades de usa-las.Afinal,Snake,além de ser uma cobra furtiva (como na bem sacada primeira cena do ato 2,em q ele parece uma verdadeira serpente),tb é um soldado q merece ter seus bons momentos pra soltar seu balaços por aí e fazer jus ao seu antigo Solid no codename.

 

Compartilhar este post


Link para o post

chrno, sobre seguir o cara, use o barril nos cantos (ou melhor, perto de um outro barril), assim fica bem mais fácil.

 

Alguém já tentou ligar para Otacon durante a luta contra Crying Wolf?

Compartilhar este post


Link para o post

 

Bom, algumas horas atrás terminei no Boss Extreme. O Big Boss não me pareceu lá muito difícil, mas o Boss Extreme dá um bom desafio, ainda mais para quem quer fazer uma jogada sem mortes e sem alarmes. Eu sou meio ruinzão na parte das mortes, sempre acabo matando alguns filhos da puta, ainda mais depois que um salafrário me dedurou assim que acordou, apartir daí eu passo a faca e meto bala em todo mundo. Desde MGS1 eu não consigo passar sem matar, mas... Ainda vou pegar o tal Big Boss Emblem no jogo um dia desses.

 

E meu deus, que jogaço! Nem tem muito o que dizer. Já no início do jogo, o Snake dentro do caminhão com a milícia e aquela camera à la Herzog fazendo o enquadramento, e sem mais nem menos ganhamos o controle - aquilo foi foda! E isso é apenas um dos grandes momentos do jogo. E como foi do caralho os chefes! A Octopus foi a melhor para mim(em todos sentidos da palavra), até caí em alguns truques na primeira vez, ela me pegou bonito com aquele do robozinho, não sei se realmente muda no BE mas ela usou alguns truques novos que eu fiquei “WTF”, foi uma batalha épica em ambas as vezes – terceira melhor batalha da série(The End e Psycho Mantis são os primeiros). Só achei meio mongól aquela coisa de a mulher ficar caminhando na direção do Snake para abraça-lo e depois aquele imundo fica no codec contando a história delas, pulei tudo, menos a da Octopus, isso porque foi a primeira. A luta com a Wolf é bem foda também, toda aquela nevasca e aquele lance de a câmera focar nela em determinado momento foi foda! Na primeira vez fiquei “Meus deus de onde vem essa diaba” e bimba! Hehehehe!

 

O jogo tem lá seus defeitos no meu ponto de vista. Algumas cenas que poderiam ser cortadas e acho que poderia ter mais algum ato, ao menos, no estilo dos dois primeiros para aproveitar mais o fodástico gameplay. Mas o jogo é foda de qualquer jeito, Old Snake detonou aos pampas - mas o pai sempre será inigualável. Hehehe!

 

 

Compartilhar este post


Link para o post

TERMINEI essa madrugada.

 

 

Concordo com algumas coisas que colocaram aqui, muitas na verdade. PQP que gráfico foi aquele na luta final com o Liquid Ocelot.... sem noção, MARAVILHOSO, apesar de realmente a batalha ser fácil. Na verdade achei o jogo fácil na maioria das vezes MENOS na parte que você entra no submarino Outer Heaven do Liquid Ocelot, depois de lançado pela catapulta no navio da Mei Ling, PUTZ aquela parte que tem que passar por mil frogs e uns 10 Gekkos, pelo amor de deus, ainda a porta tem que apertar triângulo rapidão, pelo menos pra mim foi a parte que eu mais morri.

 

O Jogo é maravilhoso, o final é gigantesco, eu dei altas pescadas, já eram 1h da manhã, tive que começar de novo pra recapitular, deu mais de uma ora alí se não me engano. A Sunny muito legal e eu entendo sobre o que disseram sobre o Raiden. Eu gostei muito dele no MGS4 , mas fiquei muito curioso de como ele salvou a Sunny... será que teremos um jogo por ai? Olha eu concordo que o final foi extraordinário e chega, nada mais de Solid Snake acabou alí, mas pra trás tem muita coisa ainda, o remake dos jogos de msx são merecidos e também seria legal a Boss, jogar com ela na segunda guerra e como os Philosofors foram formados e tal e anida da pra fazer mais MGS com o Raiden de protagonista novamente salvando a sunny. Também tem alguns espaços no ops para aproveitar eu não sei, só acho que pra trás tem muita coisa pra continuar MGS mas pra frente não, foi lindo, maravilhoso, perfeito, melhor final de vg e de filmes e livros que já vi.

 

Eu v-cheguei a chorarquando otacon fala pra sunny do snake, eu achei que o desgraçada tinha se matado, Kojima foi mestre mor naquela cena, e percebam que os creditos sobem e vc pensa hum acabou.... ai para na dublagem do nome Big Boss ai eu pensei WTF! Que merda é essa? teve Big Boss no jogo e eu não ví? Ai ele aparece e o snake não morreu... Fantástico.

 

A BAtalha dos Ray Vs REX foi fenomenal! Primeiro pq eu sempre quis pilotar um MG e só agora foi possível! Só ai já ganharam pontos e quando está caminhando com ele na fase percebam que as estruturas ao lado vão quebrando, quase tudo explode nos cenários é muito lindo, assim como os tiros ficam marcados e aparecem até nas cut cenes, é de babar... pqpq.

 

Eu achei alguns defeitos que não são realmente defeitos mas me irritaram. Um foi que os codecs estão mais pobres... muito mais, eles repetem mais rápido, tem menos personagens e são usados menos no jogo.

 

Outra coisa foi dar start parair no codec, select é melhor e não gostei do savegame não ser pelo codec, primeiro jogo da série assim e eme incomodou pq eu adorava salvar e ler a histórinha, no 1 a mei ling detonava, no 3 a para medic contava de filmes e fazia vontade de vê-los, e no 2 a rose mais chatinha, mas....

 

Eu fiquei surpreso que o Kojima me enganou em tudo, ele teve a manha, eu achei que o Campbell tava comendo feliz a Rose huahuahuha achei que o Raiden tinha se ferrado, eu gostei do final família instituição feliz para os dois. Raiden merece...

 

Enfim, um dos melhores, a melhor produção e um jogo para lembrar eternamente.

 

E sim, Solid Sanke e os outros clones jamais irão superar o BIG BOSS...

 

Compartilhar este post


Link para o post

Li todos os pareceres meio por cima (mais além eu complemento), mas porra: tem como achar chato o gameplay do Act 3? Aquilo ali é stealth action na sua maior pureza, PQP. Banam todos vocês :P. Eu achei demais essa parte.

Compartilhar este post


Link para o post
[spoiler]Já terminei duas vezes.
É de fato um jogo a ser lembrado pra sempre.
Kojima manjou muito e fez uma obra de arte jogável.
Raiden humilhou a todos chaspirito e chaves e haters que falavam mal de MGS2 como se a culpa fosse do Raiden "existir".
Solidão Snakão supera Big Boss em muita coisa, tão loucos. Mas é fato que na época do Big Boss as coisas eram mais na 'raça'. Big Boss tinha mais cara de matador, e acho que é evidente que é mais habilidoso que Snakão no CQC. Tirando isso BB foi muito nublado pelas conspirações da sua época, acabou fazendo muitas merdas e tal. Acho que Solidão é mais 'manjador'.
E ato 3 bom mor, curti o momentão Stealth. Tão loucos.[/spoiler]

Compartilhar este post


Link para o post

 

Antes de jogar MGS4, estava jogando MGS3 e considerando uma coisa:

 

Major Zero MUITO carismático, PQP. Aí chega no Ato 3 e temos aquela revelação bombástica :o Sério, totalmente inesperado, fiquei chocado lol, e logo depois disso descobrimos que o DARPA Chief era o Signt, huahua espetacular. Isso porque pouco antes a EVA se revela ser a mãe do Snake, é muita coisa de uma vez :lol:

 

Essa parte toda é sensacional, as revelações, o gráfico (quando aparece a moto da EVA é um absurdo, quando te da a opção de apertar L1), a dublagem (quando Big Mama diz: "Call me EVA!" arrepia todos os pelos do corpo), e depois a cena de ação na moto, foda demais.

 

Depois de um Ato 3 fantástico, Kojima não soube brincar e no alto de toda sua ignorãncia, nos levou para Shadow Moses. E já começou de forma genial colocando a parte do Hangar de MGS1 jogável, quem não jogou pelo menos nos últimos anos deve ter ficado com as pernas bambas de emoção, e como se não bastasse, ainda lotou de flashbacks, simplesmente O MELHOR FAN-SERVICE EVER. Uma coisa que notei, na segunda vez que eu joguei, quando estava chegando no Hangar, começou a tocar The Best Is Yet To Come, algo que não havia acontecido na primeira vez que eu joguei. E finalizou com a luta entre Metal Gears, excepcional.

 

Tecnicamente falando, acho que MGS4 é talvez o jogo mais completo que eu joguei, é o misto perfeito entre ação pura e stealth, principalmente no dois primeiros atos. A jogabilidade melhorou demais, o salto foi maior que o de MGS2 para MGS3, só o fato de poder andar enquanto mirar, seja em primeira pessoa ou RE4 like, já foi um baita avanço. Mirar logo após cair no chão, rolar enquanto mira, seja deitado o em pé, coisas pequenas mas que fizeram bastante diferença. E graças a deus tirou as chatices do sistema de cura e camuflagem de MGS3, em que o maior problema não eram os sistemas em si, e sim ter que ficar acessando o menu toda hora.

 

O ato 5 proporciona dois momentos sem igual, o primeiro: Quando Snake entra na sala das microwaves, um dos momentos mais nervosos ever, a sensação de que não vai dar tempo e tudo estará perdido, enquanto na parte de cima da tela podemos ver tudo aquilo acontecendo em tempo real. O segundo: A última luta, que é simplesmente a melhor coisa que eu já vi num videogame. Superou a luta do Ryo Hazuki contra o Dou Niu em Shenmue 2, que aliás, são dois momentos parecidos.

 

Enfim, comecei a geração logo com o melhor jogo possível, vou vender o PS3, acho :P Eu nem vou esperar por jogos que superem este, bem provável que seria uma decepção atrás da outra. MGS4 mereceu mesmo todas as notas máximas que levou, o melhor jogo que eu jogo em anos. Mas não acho que tenha superado MGS1, o que só me mostra que o primeiro MGS jamais será superado.

 

Compartilhar este post


Link para o post

 

Terminei uns dias atras.

 

Que jogo é esse?

 

Diferente do chapa acima, eu gostei muito da cena entre Meryl e Akiba lutando contra os F.R.O.Gs, porra , Sr e Sra Smith total, que por sinal é um dos melhores filmes que possuo.

 

O Ato três é muito bem bolado, pqp e tem a 3ªluta mais feelinistica, só perdendo para Cry Wolf que perde para Liquid.

 

No final, quando vai trocando as músicas/golpes/barras de energia do 1 ao 4, gozei :lol:

Sério, vontade de chorar demais.

 

Mas me segurei até o final quando Sunny perguntava para Otacon se o veria novamente, então, ali não aguentei :huh:

 

O final é surpreendente.

 

Sério, melhor jogo ever

 

Compartilhar este post


Link para o post

 

Ato 3 Stealth? Porra, vocês não jogaram o mesmo Ato 3 que eu. Ato 3 é só ficar metendo tranquilizador atrás de tranquilizador na cabeça dos soldados pra deixar o cara da resistência passar.

 

Óbvio que tem que ter cuidado pra não ser visto, mas da pra meter tranquilizador na cabeça de todo mundo sem problema nenhum.

 

Na verdade, no jogo todo é possível fazer isso. O problema é que no Ato 3 você é OBRIGADO a fazer isso.

 

(A não ser que exista um modo de passar do Ato 3 sem necessariamente meter tranquilizador na cabeça dos soldados que o cara da resistência encontra.)

 

Compartilhar este post


Link para o post

 

Se todos os outros atos não te obrigam a botar guarda pra dormir, e um dos atos obriga, esse ato é menos "stealth" que outros. Óbvio que esse ato tem suas vantagens, como por exemplo o fato de que se você sair atirando que nem um louco, não vai conseguir nada, mas perto da chatice que é seguir o cara e ficar de tranquilizador na cabeça dos soldados toda hora (menos depois que o membro da facção se disfarça) cansa.

 

Anyway, em termos de gameplay pra mim é o pior ato do jogo, e os melhores são os atos 1 e 2, apesar do ato 4 ter as melhores boss fights.

 

Zerei novamente hoje. Final desse jogo é sem dúvida o melhor final que um game já teve. Relação The Boss / Big Boss > All, na minha opinião.

 

 

 

Editado por ¢hrno

Compartilhar este post


Link para o post

Li todos os pareceres meio por cima (mais além eu complemento), mas porra: tem como achar chato o gameplay do Act 3? Aquilo ali é stealth action na sua maior pureza, PQP. Banam todos vocês :P . Eu achei demais essa parte.

 

porra, a parte que traduz melhor a essencia de MGS os caras acham chato

 

como jogaram o MGS1,2 e 3?

 

depois comento

 

jogaço lindo

 

 

mas a Naomi se matando foi tosca demais !que lixxo. Alias Snake devia ter matado a fdp traidora.

 

 

ahh e MGS2 e 3 ainda tem cutscenes que estao a par com o 4.

 

A parte do Arsenal gear, a morte de Olga, o orubo do Ray no 2

no 3 foi a tortura do Big Boss, toda parte do Shagehod, a ultiam batalha,

 

nenhuma delas deve para MGS4

 

 

agora o jogo tem uns furos sim, em retrospecto devo achar, vou procurar e trago aqui

 

Rose esta linda d+,babei no modelo dela

 

Ué, e isso não é stealth? :lolmor:

 

pois é!!

 

o cara é loco

 

por os caras para dormir, sem ser achado, é a essencia do stealth

Compartilhar este post


Link para o post

Mas acho que ele quis dizer que não se exige muito esforço pra isso.

 

 

Pra mim MGS4 seria muito melhor se

tirassem as cenas ultra piegas da Naomi e Merryl+Akiba. Pra mim tirou muito da imersão essas breguissses.

 

Compartilhar este post


Link para o post

Meu Deus, vocês acham mais Stealth botar gente pra dormir do que passar sem nem tocar nos caras? Botar os caras pra dormir é esforço nenhum!

 

Bota um guarda pra dormir. Vem outro acordar, ai bota ele pra dormir também. Ai vem outro, e bota ele pra dormir também.

 

Pessoal tá maluco.

 

Se o Ato 3 ainda te permitisse seguir por trás dos guardas e colocar eles pra dormir na mão, mas não, é tranquilizador o tempo todo, enche o saco.

 

Id, concordo, essas cenas são um nojo.

Compartilhar este post


Link para o post
Meu Deus, vocês acham mais Stealth botar gente pra dormir do que passar sem nem tocar nos caras? Botar os caras pra dormir é esforço nenhum!

 

Bota um guarda pra dormir. Vem outro acordar, ai bota ele pra dormir também. Ai vem outro, e bota ele pra dormir também.

 

Pessoal tá maluco.

 

Se o Ato 3 ainda te permitisse seguir por trás dos guardas e colocar eles pra dormir na mão, mas não, é tranquilizador o tempo todo, enche o saco.

 

Id, concordo, essas cenas são um nojo.

 

 

sim acho, afinal vc nao é detectado e pronto

e é isso que vc faz no act 3.

 

 

e por isso é legal, no act 4 para frente vc nao faz mais nada disso. ta quase sempre em alertam com os robos e frogs

 

akiba e meryl foi muitoooooo bom, legal, qdo kojima revelou a identidade de Akiba rachei o bico ! (que ele ja era apaixonado a anos por ela desde MGS1, rs )

 

ja da Naomi, puta baranguice, pior cena ever da serie MGS

 

 

Compartilhar este post


Link para o post

 

 

 

É exatamente porque você NÃO pode tranquilizar robôs que o Ato 4 é muito mais divertido. Você tem que pensar um século antes de decidir se vai pelo tubo de ventilação, pelo chão ou por qualquer outro lugar, porque as chances dos robôs te verem são grandes, e matar um deles é caution automático.

 

As granadas que enganam dispositivos eletrônicos ajudam, mas como só tem duas o negócio é amenizado.

 

Ato 4 >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> Ato 3.

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post

 

Ño ato 3 vi só umas 2 partes em q precisei nocautear o guarda.

Uma foi qd o otacon pediu (na verdade ele fala se Snake não pode dar algúm jeito na situação),e outra qd os guardas acharam o cara e iam prender ele.

Em outras partes o carinha lá se virava e conseguia achar um caminho pelos guardas além de dar aquele susto com a granada numa parte.Ácho q o lance é esperar o cara tomar decisões,e não sair atirando com pressa abrindo caminho pra ele.

De resto acho muito legal essa dversidade no jogo.

Guerra nos dois primeiros (com várias cenas de ação),estilo James Bond no 3 com perseguição,só inimigos máquinas no 4 e ação total no 5,ao invés de ficar se enfiando pelo mato quase o jogo inteiro como foi no 3.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

  • Visualizando este tópico:   0 membros online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..