Ir para conteúdo
Leonhart

Final Fantasy XVI

Posts Recomendados

(editado)

edit - para a nova página:

 

__________________________________________________________

 

52118329769_e311d58c6c_h.jpg

 

52118583565_5b6976e99e_h.jpg

 

52118076586_91ee3d22b4_h.jpg

 

52118583545_c3befbc461_h.jpg

 

FUSMKe-WABIwMMT?format=jpg&name=4096x409

 

FUSMLgjWYAUvADr?format=jpg&name=4096x409

 

FUSMIsTWAAkiZ0X?format=jpg&name=4096x409

 

FUSMLgaXEAEFAZS?format=jpg&name=4096x409

 

Não é bem a ambientação que eu mais gostaria de ver num Final Fantasy, mas estou na expectativa para saber qual vai ser a qualidade de um FF offline vindo dessa equipe.

Editado por Soul Reaver
  • Gostar 2

Compartilhar este post


Link para o post

Depois do que fizeram em FFXIV, to no Hype absurdo, essa equipe é Foda!!!!

Compartilhar este post


Link para o post

parece que vai ser um grande diferencial do ff16 em relação ao ff15:

 

no 15 você só via CG-Cutscene dos summons brigando entre eles, mas agora, não sei…. a impressão que dá é que você realmente tá no controle deles enquanto a porrada tá rolando

 

se for, será muito massa

  • Gostar 1

Compartilhar este post


Link para o post

Em alguns momentos pareceu mais um jogo souls like do que um FF. 

 

Estou preocupado com o sistema de batalha, olhando assim não me impressionou muito. E tá cada vez mais claro que vai ser o primeiro FF numerado de combate solo, sem uma party. Não sei bem o que pensar sobre isso, é bem estranho um FF de combate solo.

 

Mas estou no hype, tem muita gente boa por trás desse jogo, dá pra ter esperança que vem algo bom por aí. E mesmo que o sistema de batalha acabe não me agradando tanto assim, se o jogo for bom em outros aspectos talvez eu já fique satisfeito.

 

No mais, um pouco decepcionado que só vai lançar lá pra meados do ano que vem. Tinha muitos rumores de que poderia sair esse ano ou no máximo no inicio do ano que vem. Acho que isso significa que FFVIIR-2 tá bem distante ainda, chuto que lança lá pra 2025.

  • Gostar 1

Compartilhar este post


Link para o post

Devil May Cry e Soulslike têm muito pouco em comum tirando a ambientação. Os combates são completamente diferentes. Acho que você tá confundindo as bolas.

Compartilhar este post


Link para o post

Acho que é o tom mais sombrio desse que fez ele ter essa impressão, mas de resto os dois jogos são completamente diferentes mesmo e eu não me preocuparia com isso. Mas confirmaram já esse negócio de não haver uma party? Mesmo que vc só controle o main no combate seria legal ter uma party, até pelo character development e talz

Compartilhar este post


Link para o post

O que eu tenho lido no TT é geral pedindo pra eles darem uma repaginada ou diminuírem o tamanho do User Interface

 

Acho muito provável que aconteça, afinal, o próprio FF14 te dá essa opção, e a BU3 sempre foi ligada nisso

 

Mas parece que será 1-man Party sim.

Compartilhar este post


Link para o post

Não sei o que pensar sobre o sistema de combate, senti que era um meio termo entre turno e action, como foi no XV, só mais elaborado. 

 

Se for isso mesmo, iria preferir algo como Elden Ring, Witcher 3, Souls, coisas nesse tipo entendem?

 

Não curti muito o combate do XV, mas, não deixei de jogar e nem deixarei de jogar esse, por isso.

 

Podiam até antes do lançamento, soltar uma demozinha, custava nada kkkkkkk

Compartilhar este post


Link para o post

Eles têm feito demos, não? Talvez role sim, estou curioso pra saber mais como funciona. Também não fui muito fã do combate do XV mas concordo que não foi o fim do mundo, mesmo assim a gente sempre espera que evolua. 

Compartilhar este post


Link para o post

O interessante é que tanto no FFVIIR quanto no XVI contrataram desenvolvedores da Capcom para liderar o sistema de combate, mas nesse jogo a influência é bem mais evidente.

 

O mapa da região do jogo, retirado do site oficial.

 

country_bg_pc.jpg

Compartilhar este post


Link para o post

Nossa, que semelhança com o mapa de FF11. 

 

A cidade no meio conectando os dois continentes (Jeuno); os dois continentes cortados por um estreito; a região montanhosa do continente da direita que lembra as áreas de Konschat Highlands e Castle Oztroja

 

Arquipélago no continente da esquerda lembra a área de Kuzotz e Tavnanzia ; tem uma cidade localizado exatamente na mesma posição de Bastok

 

#sdds

 

images?q=tbn:ANd9GcQbRiFGvNhyAW0fySJJo7L

 

Compartilhar este post


Link para o post
(editado)
3 horas atrás, Seth Angel disse:

Devil May Cry e Soulslike têm muito pouco em comum tirando a ambientação. Os combates são completamente diferentes. Acho que você tá confundindo as bolas.

 

Não foi pelo combate, e sim pela ambientação sombria e o fato de controlar um personagem. De qualquer forma, não foi uma crítica, eu tô achando a ambientação interessante pelo que vi até agora. Só parece bem diferente de qualquer FF. Mesmo comparado ao FFT e FFXII (que devem ser os que mais lembram esse XVI em ambientação) eu acho que tá bem diferente. 

 

Agora, o combate em si preocupa, nessa parte ainda não estou totalmente convencido se vai prestar. Mas como falei, se acertarem em todo o resto, é capaz de eu gostar do jogo mesmo assim.

Editado por sou uma batata

Compartilhar este post


Link para o post
1 hora atrás, Soul Reaver disse:

no XVI contrataram desenvolvedores da Capcom para liderar o sistema de combate

 

Podiam ter feito no estilo do Dragon's Dogma, com party e combate um pouco mais regrado, mais pé no chão, menos malabarismo e boneco voando pra todo lado.

 

De resto tá um espetáculo. E o diretor falou que já tá jogável do começo ao fim, então eles tem praticamente um ano pra refinar e arrumar quaisquer problemas de desenvolvimento até o lançamento. Nesse quesito já mostra muito mais confiança do que foi FFXV.

  • Gostar 1

Compartilhar este post


Link para o post

Pior que esse combate flashy DMC like não exclui a possibilidade de ter uma party, me lembrando aqui de vários jrpgs que têm as duas coisas, mas vamos ver quando liberarem mais detalhes do gameplay, estou rezando pra que o time do Yoshida acerte a mão na narrativa e design que são outras coisas que considero muito importantes e a gente só vai saber quando sair.

Compartilhar este post


Link para o post

Saíram algumas entrevistas com o Yoshida, com novas informações.


- Não vai ser full open-world.

 

"However, to bring a story that feels like it spans an entire globe and beyond, we decided to avoid an open world design that limits us to a single open world space, and instead focus on an independent area-based game design that can give players a better feel of a truly “global” scale."

 

https://www.ign.com/articles/final-fantasy-16-open-world

 

- Você só vai controlar o Clive, mas na maior parte do tempo vai ter uma party controlada por AI.

 

"We didn't want to overwhelm users in our newest trailer, so we focused solely on Clive's battles. That said, for most of his journey, Clive will be accompanied by one or more companions. These companions will participate in battle, as well as trade banter with Clive. That said, the party members will be AI-driven so as to allow players to focus solely on controlling Clive," Yoshida explains.

 

https://www.ign.com/articles/final-fantasy-16-combat-summons-party-members-details

 

- Sobre as batalhas com os summons:

 

"The overall game design for these Eikon versus Eikon battles, however, is meant to be unique and in fact, we don’t actually use the same exact system twice. Each battle is completely unique in its playstyle and so we’re doing something that’s kind of crazy. 

 

For example, maybe one Eikon versus Eikon battle, if you have Eikon A versus Eikon B, that battle will be reminiscent of a 3D shooter. Whereas another Eikon versus a different Eikon, it’s more like a pro wrestling match, and then maybe even a third with one Eikon versus another Eikon will transform an entire area into a battlefield. And so again, we didn’t reuse these systems and each one of these Eikon versus Eikon battles is unique and will change with each battle."

 

- Sobre a ambientação:

 

"The answer to that is actually kind of simple: it just happens to be that a lot of the core members in [Creative Business Unit III] really enjoyed those classic Final Fantasies as well as that classic medieval European fantasy feel – myself included – and we wanted to create a game that had that feeling. When creating this game, we wanted to take that look, that medieval European classic fantasy look, and meld that with our own unique idea that we had, and then take all of that and try to express that with the current level of technology and make something that is really, really exciting. 

 

https://www.gameinformer.com/preview/2022/06/21/an-interview-with-naoki-yoshida-on-eikons-boss-fights-and-when-well-see-more

Compartilhar este post


Link para o post

Espero que não seja linear, como foi o XIII, esse valia pelo combate.

 

Espero que, mesmo não tendo mundo aberto, ainda tenha algo exploravel. Algo como era no X. 

Compartilhar este post


Link para o post

deve ter sim, "independent area-based game design" me soa como mapas grandes porém separados, se isso permitir a eles um level design melhor acho 100% válido.

 

estou ficando bastante animado com essas novidades, a confirmação da party foi a cereja do bolo, por favor não decepcione!!!

Compartilhar este post


Link para o post

Áreas grandes interconectadas me soa como FFXII, que é mais inspiração para esse time do que FFX ou FFXIII. Tomara mesmo. FFXV só se lascou por tentar seguir moda de open world.

Compartilhar este post


Link para o post
(editado)

Parece que os summons sao Boss Battles. Não é algo que você pode ativar/mudar para no meio das batalhas “comuns”. Que pena.

Editado por Seth Angel

Compartilhar este post


Link para o post

Fiquei um pouco decepcionado, queria que fosse OW. É que ainda não deu tempo de seguir a escola Elden Ring, quem sabe no próximo.

Compartilhar este post


Link para o post

Eu acho ótimo. Prefiro que jogos com foco em história, quests e diálogos com NPCs tenham hubs ao invés de serem open world.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post

Eu gosto de áreas interconectadas. No DQ11 ficou excelente, eu tinha sensação de liberdade mesmo não sendo open world. As áreas eram bem grandes. FF16 sendo de PS5 vai ter capacidade ainda maior pra passar essa sensação de liberdade mesmo com áreas interconectadas.

 

O que me preocupa ainda é o sistema de batalha. Gostei que o combate não será totalmente solo, mas esse negócio de membros da party sendo controlados o tempo por AI é sempre preocupante. Podiam fazer algo tipo o sistema de Gambit do FF12, aquilo lá era excelente, é o melhor sistema que já vi pra ajustar o comportamento da AI. Inclusive, não sei porque mais jogos não copiam aquele sistema do FF12.

  • Gostar 2

Compartilhar este post


Link para o post

Não acho que as áreas vão ser interconectadas. Pela explicação vão ser zonas independentes, não conectadas, explorando diferentes áreas do mundo.

 

Dito isso, o próprio The Witcher 3 faz uso de zonas, com múltiplos mapas não conectados. Então é difícil de ter uma noção da pegada do jogo sem saber o tamanho dos hubs.

Compartilhar este post


Link para o post

Sistema de FFXII, confesso que quando joguei na época de lançamento, acabei encostando depois, por não ter entendido aquilo.

 

Joguei muitos anos depois, agora na versão remastered, e quando realmente entendi, vi o que muitos diziam sobre. 

 

Queria que fosse OW, mas se fornpra ser vazio, então melhor mesmo como o próprio X é XII que esqueci de citar e Sitrifer lembrou 

Compartilhar este post


Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Visualizando este tópico:   0 membros online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..