Ir para conteúdo
Cyco

[PS4/5] Horizon II: Forbidden West - 18/02/22

Posts Recomendados

Lendo esses comentários o que eu acredito que vocês estão cansados é de quest de ir do ponto A ao B para entregar algo. Normal ter cansado de quests nesse estilo até porque todo jogo de mundo aberto/MMO tem esse tipo de tarefa.

Compartilhar este post


Link para o post

Pessoalmente nunca fui grande fã dessa estrutura de quests no estilo checklist presente na maioria dos jogos open world. Não é algo que me impeça de gostar dos mesmos, mas quando o foco é em inúmeras quests com passo a passo e vários objetivos triviais (que não é algo restrito a fetch quests) eu vou cansando ao longo do tempo, mesmo nos jogos que eu curti.

 

Marcadores e direcionamento em excesso são só consequência desse estilo e customização de HUD é bem vinda para diminuir a poluição visual, mas não muda a progressão que esses jogos tem. É uma questão de design mesmo (que uma imensa quantidade de jogadores curte, vide as vendas do gênero).

 

Na verdade prefiro que jogos com esse tipo de quest como aspecto central tenham hubs ao invés de serem mundo aberto, de preferência intercalados com missões lineares. Acho que flui melhor, mas certamente sou minoria.

Compartilhar este post


Link para o post

Hubs não dão a mesma sensação de integração do mundo. Skyward Sword foi muito criticado por isso. Não SOU CONTRA (tanto que sou defensor do Zelda Skyward) mas se por um lado se ganha em objetividade (e feeling clássico, parece que o jogo é dividido em fases) também se perde a sensação de mundo integrado.

 

Compartilhar este post


Link para o post

Sem dúvida são estilos com qualidades e possibilidades distintas, mas minha experiência com esse tipo de jogo open world é bem inconstante e vai perdendo fôlego ao longo da jogatina. E quando falo open world me refiro especificamente a esse estilo com mundos gigantes e grande quantidade de quests no estilo citado.

 

Não tenho problema com jogos open world mais "condensados", como os Zelda 3D clássicos. Ou no estilo open field, que alguns chamam de vazios, que tem menos foco em quests e NPCs e mais em exploração orgânica e encontro com inimigos.

 

Porém como disse, isso não me impede de curtir jogos como o Horizon e The Witcher 3, fechei os dois com dezenas de horas em cada, mas é uma experiência de altos e baixos para mim. Quando o open world tem um traversal mais divertido, e talvez seja o caso do Horizon 2 com as novas opções, esses problemas são minimizados.

 

Compartilhar este post


Link para o post

Também vejo apenas como duas maneiras diferentes com seus pros e contras, não tem um melhor que outro, os marcadores no caso do Horizon principalmente tem tudo haver com o contexto futurista do jogo e a própria personagem ve tudo isso com aquele equipamento que ela pega no começo do jogo, e pra mim de maneira alguma isso atrapalha a exploração, apenas te deixa ali um lembrete do que tem no mapa de pontos que tem algo, não é necessário ficar indo atrás de cada ponto e completando tudo que tem, eu vejo que muito gente aparentemente faz isso, fica indo em cada ponto ponto fazendo coisas extras e se cansa, tem que saber filtrar isso.

No Horizon por exemplo tinha os marcadores mas eu praticamente sempre ia explorando de forma orgânica, o cenário me chamava atenção eu ia lá explorar e verificar o que tinha.

Compartilhar este post


Link para o post
4 horas atrás, Alucard disse:

esse papo que o jogo deixa explorar sem por marcadores e bobagem

 

vc tem opcao

 

e o horizon ate o 1 mesmo, mas principalmente o 2, tirando a missao principal, vc sempre cruza com as outras missoes, vc ACHA elas

elas nao aparecem la, ta certo que depois que vc se aproxima, aparece um ponto de exclamacao, dai vc ativa a legenda dela

 

mas isso e necessario pela qtde de missoes secundarias e suas sub divisoes, porque tem de todo tipo, senao seria ridicularmente zoneado

 

diferente do elden ring que e mundao vazio e o volume do que vc acha nao precisa tanto de um menu que organize

 

Entao razho e bem incoerente ATE qdo ele coloca Red dead 2, que e tambem do jeito do horizon, que ja era algo que o witchrer praticava

 

vc explora e acho eventos

aparece exclamação (otimo)

 

se vc quiser ir la ver o que e, dai o jogo renomeia a exclamacao e depois classifca se e secundaria, se e tarefa, se se caldeirao, rumor, etc

ta certinho

 

jogo vazio nao precisa classificar mesmo nada, aparece algo de vez em nunca dai fica facil decorar ne

 

ele NAO esta estampado, vc tem que achar !dai ele estampa mesmo, porque tem MUITO mas muito conteudo

imagina senao fizesse assim, que zona que ia ser..nego decorar mais de 100 eventos para cuidar

 

 

 

RDR2 não tem marcadores de side quests no mapa, nem de eventos, além de ter dezenas de coisas a serem descobertas em cada região e que só podem ser acessadas explorando livremente. As maiores sides de RDR2 são as de caça e pesca, e só serão descobertas por quem realmente quiser procurar na unha.

 

Todo o conteúdo de Horizon é marcado no mapa e sinalizado para o jogador, igualzinho a todos Far Cry's, Batman's, Mordor's, Mad Max, Rage, Just Cause's, Assassin's Creed's, Tsushima e outra caralhada de jogos. Não adianta desligar marcadores e HUDs, esses jogos não funcionam sem eles porque foram desenvolvidos para eles serem usados. O Default desses jogos é mostrar e direcionar o jogador.

 

The Witcher 3 não direciona bem os jogadores nas quests e Horizon menos ainda. Mas o maior problema nem é esse e sim que o checklist de tarefas desviam a atenção dos jogador a todo instante, algumas vezes é interessante outras é uma bosta. Qualquer cidade em Horizon tem 5 pontos de exclamação no HUD, no radar e no compasso, para não ver você precisa desabilitar, nas vai ficar completamente perdido tentando ter essa experiência imersiva. O jogo não sabe direcionar o jogador sem marcar isso no mapa e no HUD.

 

RDR2, Elden Ring e Breath of the Wild são muito melhores que esses jogos, simplesmente porque é o jogador que escolhe seu caminho e escolhe onde quer ir. Todos eles tem sinalizadores nos mapas e nos próprios elementos dos cenários. Elden Ring tem o desenho de onde você pode encontrar os mapas, que ao serem encontrados trarão desenhos de cavernas, desenhos de ruínas, desenhos de castelos, mas sem dizer nada ou marcar nada até você encontrar o local. Além disso esses jogos simplesmente direcionam o jogador com elementos visuais ou através de NPCs. Gideon te diz objetivamente o que você tem que fazer para seguir a missão princiapal, além disso o castelo imenso fica a sua vista durante o jogo inteiro.

 

Se você desligar o radar e o GPS em RDR2 poderá perceber que ao seguir um caminho de quest os NPC te direcionarão, "entre ali a esquerda", "estamos próximos", "venha é por aqui", etc. The Witcher e Horizon não fazem isso, então ao desligar os markers e o GPS você se fodeu, vai ficar completamente perdido e no escuro.

23 horas atrás, Beto Paz & Amor disse:

As indicações são opcionais. Você pode tirar. Acho que é muito reclamação por algo facultativo.

 

Eu exploro muito no Horizon, desabilitei alguns marcadores e mesmo com eles ativados muitas vezes aparece uma interrogação e até chegar lá você não sabe o que é. 

 

A parte de exploração do BotW é incomparável, um jogo que te da possibilidade de subir qualquer montanha deu um sentido vertical para a exploração total que outros jogos até hoje só fazem de forma parcial. 

 

Entendo "mundo rico em possibilidades" também de acordo com o conteúdo das missões e as do Horizon são diversas (as ruínas por exemplo são bem únicas, nenhuma é a mesma coisa que a outra) e a qualidade em geral faz tarefas e missões secundárias parecerem principais. 

 

O jogo não funciona direito sem as indicações, é igualzinho aos 30 mundos abertos que a Ubisoft lançou entre 2010 e o lançamento de Horizon Forbidden West. A exploração desses jogos é guiada e marca pontos de interesse a todo instante, seja estampado na cara ou com pontos de interrogação.

 

Essa é a explicação de porque Elden Ring tem nota 95+ e Horizon Forbidden West não. O mesmo que aconteceu com Breath of the Wild e Zero Dawn. Em Elden Ring dando um rolê a cavalo avistei uma vila com vários moinhos de vento. Ao chegar lá encontrei uma vila completamente ensandecida, com gente praticando danças e rituais macabros, além de ter um boss em campo aberto no topo. Nas minhas 60 horas de Forbidden West não tive nenhum momento como esse, mesmo limitando ao máximo as assistências do jogo. O que me marcou foi que ao subir a primeira torre que avistei em Forbidden West, ela já estava marcada no mapa e ao chegar no topo fui agraciado com uma mensagem "você precisa de um item para usar isso", o completo oposto.

 

Um segue o estilo Ubisoft de mundo aberto, os outros o da Bethesda. A Rockstar é um hibrido, tem uma campanha bem guiada, mas os extras são completamente a cargo do jogador, e tem muito conteúdo em RDR2 e GTAV que só podem ser feitos se você explorar. GTAV tinha uma quest que tu pegava uma mina na estrada e acabava num acampamento de lunáticos nus, outro onde você encontrava uma plantação de maconha.

 

RDR2 tem nego que te rouba, tem bounty hunter que te persegue, tem gangue que te dá tapão na cara, tem assalto a casas e lojas como eventos, nego te emboscando, tem várias quests orgânicas. Horizon melhorou bem a exploração, mas está bem longe de Breath of the Wild ou Elden Ring, que realmente fomenta a curiosidade e além disso premia o jogador por ser curioso.

Compartilhar este post


Link para o post

cara , errado

 

RDR2 e gtav e mais semelhante a horizon que de zelda

 

horizon  nao marca nada das suas secundarias

 

vc que tem que andar e explorar dentro da missao principal , essa sim vai marcando conforma vai avancando e vc esbarra durante a exploracao em secundarias e tarefas

 

nao marca nada, e qdo vc se aproxima , ou esta no seu campo de visao, aparece exclamacao

dai vc chega e a interrogacao fica com uma descricao 

 

gta v e rdr 2 estao muito mais perto disso

 

seguem essa estrutura, apenas e mais aleatorio os eventos, mas aparece no mapa qdo vc acha algo e dai vc segue SE quiser e QUAL quiser, igual horizon

 

no GTA V ainda tinha uns eventos meio doidos aleatorios, que podiam aparecer ou nao dependendo do momento do jogo, 

 

o que acontece nos jogos da rockstar e que a main quest e tao vagabunda as vezes que vc parece estar jogando secundarias desde o comeco

isso que terminei gta 4 (cada principal vagabunda) , rdr1 terminei, gtra 5 terminei 2x e rdr2 parei com 2 horas e parece nao ser la muita evolucao do gta v

 

O jogo não funciona direito sem as indicações, é igualzinho aos 30 mundos abertos que a Ubisoft lançou entre 2010 e o lançamento de Horizon Forbidden West. A exploração desses jogos é guiada e marca pontos de interesse a todo instante, seja estampado na cara ou com pontos de interrogação.

 

olha, vc reclamou da cidade que tem uns 5 marcadores

 

mas todo rpg sempre tem sua lojinha de arma

hotel

loja de comida

etc

 

cara horizon nao muda nada disso, e mesmo zelda tem isso

vc se orienta decorando como e a cidade e a representacao grafica da lojinha

 

vc pode desligar o marcador que vai funcionar como zelda

diferenca e a representacao grafico diss

 

zelda e cartoon, talvez fique mais facil enxergar fora que nao tem cidades grandes propriamente dito

 

no rdr2 que e mais realista, vc ou decora o caminho na cidade grande ou fica la abrindo mapa toda hora

 

horizon funciona igual, nao pior., diferente que ele ta uma ferramenta a mais para evitar de abrir mapa para ver onte esta a lojinha, o armador etc

 

se vc desligar, vira um rdr 2 numa cidade, fica la abrindo mapa ate decorar

 

Compartilhar este post


Link para o post
(editado)

ontem fui reparar um pouco melhor com as quest surgem no Horizon2

 

razho disse que o marcador acende a 200 metros

 

claramente uma hiperbole

 

estava andando no deserto para achar poisedon e me deparei com uma vilinha no meio do deserto

 

olha a distancia que acionou o marcador

 

20220317_031133.jpg

 

como podem ver, 25 passos ai o marcador

no campo de visao

 

outra forma de acionar o marcado e conversar com as pessoas, elas dizem que x coisa esta a noroeste ou leste (exemplo) daqui perto de x lugar

 

dai o mapa marca para vc de uma forma mais abrangente, nao e o exato local , mas o suficiente para vc chegar la e dai cria no mapa um circulo de area a procurar (como RDR  tb faz) 

 

a ex´ploracao tem e e  uma delicia

 

diferenca que horizon organiza elas

 

 

porque sao centenas e vc decide qual fazer 

 

 

 

Editado por Alucard

Compartilhar este post


Link para o post

20220317_031103.jpg

aqui como ficou no mapa, olh ao qto eu tive que chegar perto para acender os marcadores, 

 

o marcador mais a direita longe, ja estava acesso em funcao do dialogo com outro npc em outro momento do jogo

 

vc anda e descobrem, explora nao marca antes as quests

 

Compartilhar este post


Link para o post

Não funciona igual ao Zero Dawn?

 

As ! e ? aparecem no compasso primeiro, quando você ainda está um tanto distante delas, e quando você se aproxima elas aparecem na tela e somem do compasso.

Compartilhar este post


Link para o post

bem, no caso dessa vila ela realmente aparece nessa distancia que tirei foto

 

quando quase pisei o pe nela

 

mas a questao e que vc nao fica ai procurando os marcadores no mapa porque eles surgem conforme vc vai fazendo as quests

 

vc nao precisa nem se dar o trabalho porque e tanta quest, que no camino de 1 quest vc ja vai ativando outras pelo menos os marcadores de ! e  ? e qdo vc conversa com npcs mais ativacoes

 

e explorar e isso  conversar com pessoas e descobrir dicas para ir em x lugar

 

acho que o tal COMPASSO que vc fala deve ser mais o campo de visao da alloy

nao sei qual a regra para ativar

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
(editado)

Bússola, não compasso. 😅

 

Está no alto da tela e mostra os pontos de interesse num perímetro grande no entorno da Aloy, mesmo antes de o jogador vê-los. Você acaba direcionado a locais que você nem teve a oportunidade de descobrir por si só.

 

Qual o nome do acampamento da sua imagem?

Editado por Soul Reaver

Compartilhar este post


Link para o post

fico triste de saber que meu armamento nao chega aos pes desse cara ai e estou com 44 horas ja

 

Compartilhar este post


Link para o post

Comecei o game recentemente. Achei bem bonito, em 60 fps q parece q tá dando zica em Oled da LG. Aqui tá perfeito na minha Sony led de pobre. Mto bonito mesmo.

 

Como reclamei aqui com alguns cretinos de plantão, acho uma BOSTA fazerem mulher com cara de homem, pq parece q todo player homem não gosta de jogar com mulher feminina. Então eles zoam as mulheres pra se adequar a esse tipo merda de público, q só joga com bombado. Eu gosto de mulher, gosto de jogar com kulher com cara de mulher mesmo e não de Kratos. Enfia a barba no rainbow. Aí vem o cretino dizer q eu sou incel. E eles q gosta de anabol é q é normal. 

 

Bom a boa notícia é que a Alloy tá lindona.

 

Tá até mais feminina. Era só no trailer mesmo aquela cara inchada de ronaldinho pra chamar esse público doente mental q não aceita jogar com personagem mulher. Eu até prefiro jogar con mulher. RPG por exemplo se tiver custom character vou normalmente de mulher. Sem problema nenhum. Enfim, pra desespero dos cretinos de plantão, a Aloy tá linda. Como deve ser.

  • Gostar 1

Compartilhar este post


Link para o post

 

 

to com 50 horas

 

to um monstro com a lanca

 

nem to usando mais o arco tanto, e na porrada mesmo e vale a pena e ta muito gostoso

 

fazendo as secundarias e as tarefas esse jogo e o jogo mais bem produzido ate hj no que diz respeito a secundarias, digo tecnicamente

 

tudo tem tratamento como se fosse missao principal

os personagens, suas historias, a dublagem, as expressoes faciais

 

e nivel absurdo

 

eu me surpreendi que ate as TAREFAS tem, e tarefas sao diferentes de Secundarias, seria uma categoria ABAIXO de importancia, porem em termos de producao ., NAO

 

 

dito isso, e uma pena que o jogo se arrisca pouco em colocar conflitos morais para Alloy, poucos tem alguma coisa para ela decidir um lado ou realmente ela sentir as consequencias das suas escolhas

 

e heroi bem padrao, a sabichona de 21 anos manja tudo e ensina todos

 

(ela tinha 18 no Horizon 1, parece ate rpg japones)

 

tem duas quest que gostei muito

 

uma e briga pelo lider de uma vila, onde tem uma mulher lider que e paranoica que acha que um cara quer tomar o cla dela e ele so quer supostamente ajudar (nao vou entregar o que de fato ele quer)

 

bem, nesse ponto vc tem 3 opcoes

claro que deixei matar a mulher chatona do caralho

 

e a alloy simplesmente deixou ela ser morta na cara dela sem fazer nada, muito bom

 

a outra, nao tem escolha, mas e uma trama de fanatismo religioso digamos, que e uma questao de uma vila que esta definhadno de recursos, e uma pessoa quer que ninguem saia dela,. porque os otarus tem um fanatismo que tem que plantar a semente que ganham qdo crianca na mesma terra que colheram. 

o final dessa longa side quest e legal e mais seria

 

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post

ontem fiz uma quest, que achei, tocante

 

era sobre um pai que batei na filha, e que ele ja e um velho, e gosta de ir atras do esquadrao dele

 

detalhe?: ele esta perdendo a memoria por causa da velhice, e na tribo deles pessoas com esse defeito sao sacrificadas

 

muito BOM

 

estou com quase 60 horas

 

embora tenha reclamacao da Alloy poderia ser mais FALIVEL , e muito sabichona e madura para algeum tao novo (21 anos acho) , pela evolucao do gameplay, pela qualidade de algumas secundarias, to achando que 8.9 foi ate injusto, 

 

e um jogaço

 

adoro explorar e ver os conflitos morais religioso das tribos

derrotas as maquinas com n possibilidades

uso de pontos fracos, 

aquele poder das habilidades deu uma camada de urgencia ao combate MUITO bom

 

bom demais esse jogo

 

 

Compartilhar este post


Link para o post

fdps nerfaram os lendários :/. Puta grind pra upar isso e nerfam

Compartilhar este post


Link para o post

vixe ainda que parei nos MUITO RAROS
 

ontem enfrentei um tiranico preto

 

missao principal numa praia

que luta maravilhosa

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post

tive uma decepcao com um retcon digamos assim do Ted Faro

Spoiler

entrei la em sfrancisco e descubro que ele se isolou, tem um clone dele louco, e ele mesmo estava se tornando louco, depois o jogo indica que ele esta vivo e é um monstro deformado, mas so da para ouvir o ruido, nunca mostra ele, enfim era melhor ele ser apenas um cientista inteligente e lucido que foi ambicioso demais

 

nao  precisava pintar ele como vilao mais do que ja era, que na verdade nem era..era " empresario" 

 

achei bem desncessario abordando a psicologia dele

 

 

Compartilhar este post


Link para o post

HFW consertou praticamente todos os defeitos de HZD. 

 

Só faltou trocar a protagonista, Aloy continua sendo extremamente xarope e nesse game a xaropada vem em dobro. 

 

E o jogo veio com muito bug,  não no patamar The Glitcher 3 mas ainda assim muito perceptível,  em alguns pontos irritante. Devo ter precisado voltar save com T-Pose umas 3x

Compartilhar este post


Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Visualizando este tópico:   0 membros online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..