Ir para conteúdo
Ate Cubanos

O que vocês estão jogando, pederastas?

Posts Recomendados

9 horas atrás, hoel disse:

Ajudando minha filha a jogar Resident Evil HD, nunca joguei ele, começava e parava logo. Adorando, depois ela vai jogar o 2 e o 3

 

Ela tá jogando com a Jill no fácil, mas mesmo assim tem partes tensas. Ela tem 12 anos


Logo vai estar postando na Players :lolmor:

Compartilhar este post


Link para o post

Após uma maratona-possível dos metroidvanias, aproveitei que o Vânia Requiem tava instalado e decidi jogar Rondo of Blood que, bem da verdade... nem em emulador eu havia jogado.

 

O interessante de jogar um Castlevania clássico inédito (pra mim) depois de tanto tempo é perceber como a série perdeu muito do desafio atrelado ao level design de antigamente. Eu PAGUEI UM PAU SINISTRO pra esse jogo. Nem vou entrar no mérito de se ele é melhor que Super Castlevania IV ou Bloodlines... mas eu fiquei vidradaço nesse jogo. Fiz tudo que deu pra fazer, morri feito um filho da puta pois a mentalidade típica pra jogar esse tipo de jogo é completamente diferente. Todos os passos têm que ser calculados, o desafio é super honesto, o controle responde super-bem (e, mesmo sem um TANKÃO, não é frustrante) e toda a parte artística, visual e musical, é espetacular. Dá pra ver que é um jogo que teve problemas de cronograma (existem partes onde o cenário e alguns inimigos estão aquém do valor de produção, digamos), mas, mesmo assim, é coerente. Depois de jogar, acho a melhor trilha sonora da série inteira, fácil. É super-arriscada por inserir inúmeros gêneros e todos eles se integram ao espírito do jogo. Eu já ouvia a OST do jogo antes, mas, depois de jogar, eu fico assoviando seguidamente ela... e ela funciona como motivadora depois de morrer, morrer e morrer.

Eu optei por fazer todo o jogo com o Richter primeiro, e ainda bem: o jogo com a Maria perde muito do desafio. E como o desafio desse jogo é de paciência, memorização e execução... vira apenas um jogo divertido e belo. Quando joguei com ela pra pegar troféus foi estranhamente fácil pro que é característico da série.

Tô tentando encarar Red Dead Redemption 2, mas primeiro eu preciso desacostumar a cabeça do old-school gaming.

Compartilhar este post


Link para o post

Como demorei tanto para jogar Resident Evil Remake? Pqp que jogo animal

enquanto ajuda minha filha com a Jill no fácil, criei outro sabe e to jogando com o Chris no normal.

 

como pulei o Psx, passei uns anos sem jogar depois de Atari, NES e Snes/ Mega Drive. no PS2 aproveitei a retro e tirei o atraso, joguei os FFs e diversos outros jogos, mas Resident Evil só joguei o Code Veronica, adorei, depois joguei o 4 e o 5.

 

vou jogar todos agora!

Compartilhar este post


Link para o post

Esse RE Remake é aquele que foi feito originalmente no Game Cube?

 

Tenho ele aqui, outro que não cheguei a terminar, assim como o Zero, que me lembro que recebeu críticas mas sinceramente não entendi o porque, pelo menos até onde joguei (após sair do trem).

Compartilhar este post


Link para o post

RE Remake é espetacular, e a versão HD continua bonita até hoje. Joguei no ano passado no PS4 e a parada é top. Hoel, aproveita e já emenda RE2 :lolmor:

Compartilhar este post


Link para o post

Terminei Persona 2 Innocent Sin, versão do PSP. Achei quase tão bom quanto o P2 Eternal Punishment porém tá consideravelmente atrás em elementos importantes como variedade de contacts (no EP até a ordem de escolha faz diferença), personalidade dos personagens são menos interessantes e o jogo tá entre os mais fáceis rpg's que joguei, algo estranho por se tratar de um spin-off de Shin Megami Tensei e de sua continuação ser um jogo relativamente difícil. Pra ter noção o maior dano do jogo é uma eventual magia do último boss que causa ~400 em um único alvo do seu grupo, mesmo ele 20 níveis abaixo, além disso o dano mais comum sofrido é de "1", mesmo quando atinge fraqueza, negócio surreal e única vantagem é que como não importa muito a sua força então pode focar em bater papo com os monstros, algo que adoro. Taxa de encontros bastante elevada e navegação no menu é lenta, má pedida para impacientes.

História e trilha sonora top. Tava com saudades desses personas antigos, de repente arrisco depois o 1, fazendo tudo em ordem invertida tsc.

Compartilhar este post


Link para o post

To jogando Demons Crest de Snes, Shadow of War de PS4 e Fight Night Champion no Xbox.

Compartilhar este post


Link para o post

Terminei Resident Evil Remake HD

que belo jogo, só penso como deve ter sido seu lançamento na época pqp 

Compartilhar este post


Link para o post
7 horas atrás, Ultima Weapon disse:

História e trilha sonora top. Tava com saudades desses personas antigos, de repente arrisco depois o 1, fazendo tudo em ordem invertida tsc.

 

Joga a versão PSP do 1.

Compartilhar este post


Link para o post
23 horas atrás, Ultima Weapon disse:

Terminei Persona 2 Innocent Sin, versão do PSP. 

História e trilha sonora top. Tava com saudades desses personas antigos, de repente arrisco depois o 1, fazendo tudo em ordem invertida tsc.

 

Bacana, tive a mesma ideia esses dias - rejogar os Personas. Porém tentei começar com o 4 Golden no PC mas acho que tô velho e chato demais pra aguentar aqueles diálogos adolescentes e forçados. Cada frase da Chie com aquele tom forçado, infantil e imbecil me causa um facepalm. Vamos ver.. 

Compartilhar este post


Link para o post
11 minutos atrás, Seth disse:

 

Bacana, tive a mesma ideia esses dias - rejogar os Personas. Porém tentei começar com o 4 Golden no PC mas acho que tô velho e chato demais pra aguentar aqueles diálogos adolescentes e forçados. Cada frase da Chie com aquele tom forçado, infantil e imbecil me causa um facepalm. Vamos ver.. 

 

Esquece os Personas de pentelho e joga os de gente grande (1 e os dois 2), é o único jeito. Pra mim Persona morreu após o 3.

 

Editado por Strife

Compartilhar este post


Link para o post
13 minutos atrás, Seth disse:

 

Bacana, tive a mesma ideia esses dias - rejogar os Personas. Porém tentei começar com o 4 Golden no PC mas acho que tô velho e chato demais pra aguentar aqueles diálogos adolescentes e forçados. Cada frase da Chie com aquele tom forçado, infantil e imbecil me causa um facepalm. Vamos ver.. 

Persona 4 é tecnicamente muito bom porém os personagens realmente são bobinhos e a progressão da história, além de arrastada, na minha concepção foi completamente insatisfatória e não empolga, demorei alguns meses pra conseguir finalizar. O pior Shin Megami Tensei que chegou ao ocidente, me surpreende que impulsionaram tanto a moral desse jogo, ainda mais considerando que mecanicamente é um clone de Persona 3.

 

Esse negócio de protagonistas muito jovens dificilmente agrada, a história do próprio Innocent Sin por exemplo é pelo menos no mesmo nível do Eternal Punishment, contudo o fato de um ter um grupo de personagens em idade escolar e o outro ser adultos faz toda a diferença.

 

*foi a primeira vez que joguei, muito raro eu repetir algum game.

Editado por Ultima Weapon

Compartilhar este post


Link para o post
16 horas atrás, hoel disse:

Terminei Resident Evil Remake HD

que belo jogo, só penso como deve ter sido seu lançamento na época pqp 

 

Foi de embasbacar. Um dos melhores jogos daquela gen.

Quando a Capcom anunciou o remake, lá pra 2000/2001, a gente ainda jogava N64. Imagina o choque com o gráfico. E foi no começo da geração ainda.

Compartilhar este post


Link para o post

Sayonara Wild Hearts zerado no Switch.

 

Não sei nem o que falar desse jogo, lol. Não sei nem se "jogo" é a palavra certa pra definir. Com certeza é uma experiência audiovisual interessante, com mistura de Rez, Panzer Dragoon, neon da cultura pop anos 80 e trilha sonora estilo DDR. É curtinho, dá pra terminar numa sentada só.

 

Recomendo jogar lombrado, seja qual for a droga de preferência, hahahaha. As fases são uma viagem e nunca repetem uma mesma ideia, o que é ótimo em um jogo rápido e fluido como esse. A jogabilidade pode ser sensível em alguns momentos e conseguir o ranking Gold é um desafio a mais pra quem quiser fazer 100%. Exige reflexos rápidos e conhecimento prévio do cenário.

 

Achei que deixou a desejar na profundidade do gameplay e na sincronia das músicas com a jogabilidade, visto que em muitos momentos tem que jogar de acordo com o ritmo. Mesmo assim, é um jogo relâmpago bem diferente, que dentro de toda essa surrealidade, oferece um insight bacana em termos de história sobre amor e autoaceitação. Confesso que tive que pesquisar um pouco pra entender, porque o bagulho é realmente louco. Só jogando pra entender.

 

Nota 7,5.

Editado por Xiubaca

Compartilhar este post


Link para o post

Interessante esse Sayonara Wild Hearts, qualquer comparação a Rez já me chama a atenção, vi que tem na Steam e adicionei na wishlist. Último jogo nessa combinação de Rez/Panzer Dragoon que curti bastante foi Aaero. Tinha visto vídeos e conta com músicas de alguns DJs fodas como Habstrakt, daí peguei em promoção e fiquei bem surpreso com a qualidade.

 

Mas se quiser um jogo que combina dorgas mano com reflexos e visuais absurdos, esse jogo é Thumper.

Compartilhar este post


Link para o post

Terminei Star Wars Battlefront II e o DLC que veio na PS plus.

 

 

 

A campanha é curtinha, umas 4/5 horas, mais 1 hora do DLC, a campanha foi melhor do que imaginei, varia entre missões nas naves e no solo e tem troca bastante os personagens a cada capitulo, entre eles vários dos filmes, cada um com habilidades próprias que da uma variada boa no gameplay. Joguei também bastante o multiplayer, muito divertido, muitos modos de jogo bacanudos. 

 

O ponto altissimo são os gráficos e a parte sonora do jogo, animal demais o que fizeram, cada momento mais impressionante e real que o outro.

Compartilhar este post


Link para o post
Em 21/07/2020 em 22:38, hoel disse:

Terminei Resident Evil Remake HD

que belo jogo, só penso como deve ter sido seu lançamento na época pqp 

 

Era impressionante. Mas tinha um problema. Ao vivo os personagens tinham mais aliasing e lembro q mesmo na época q era tubao isso já me incomodava.

 

Essas remasterizacoes são excelentes. Eu jogo em 16:9 inclusive. To nem aí pro zoom.

O RE Zero na época tinha os cenários mais apagados tb.

 

Hj nesses remasters não se percebe mais tanto isso, mas na época ficsva a impressão de uma produção menor a partir do segundo cenário. Lembro q peguei todos os jogos da série disponíveis pro Xbox tirando o 7 e o 2 numa promobug da Live por 50 reais.

Editado por £ink

Compartilhar este post


Link para o post

Decidi voltar pro Uncharted 3 no esmagador. Tô achando o mais difícil da série (o que não quer dizer muita coisa, mas va lá)

 

Também voltei pro Yakuza Kiwami. Fiz os dois primeiros torneios do Coliseum e tô no capítulo 6. Continuo insistindo em dizer que gostei mais do zero do que do Kiwami. Ainda assim,  Kiwami é um pouco mais difícil porque não tem a moleza dos Mr. Shakedown pra farmar grana. 

Compartilhar este post


Link para o post

Comecei Spider Man no ps4, passei um tempo só pulando pra lá e pra cá na cidade, só me lembrando do spider man do ps2 que era uma delícia também navegar na cidade, primeira coisa quando liberaram a cidade foi procurar o predio mais alto e subir haha. O combate ainda não encaixou muito bem pra mim mas to aprendendo e me adaptando.

 

Testei Dreams, a versão demo, inspiradíssimo o jogo, joguei o tutorial e um jogo CUBRIC, incrível o que da pra fazer, já de cara peguei esse jogo que tem uma ideia parecida com FEZ, e muito bem executado, caraca, inacreditavel, vez ou outra vou testar alguns. Media Molecule manda demais.

 

 

E testei também Erica, que veio esse mês no PS Plus, também fiquei surpreso com esse, é um jogo mais voltado a narrativa e escolhas como os da Quantic Dream (Heavy Rain, Beyond, Detroit Became Human), só que o diferencial é que é tudo feito com filmagens e atores reais lol, você escolhe como agir em cada situação, afetando a história e interage com diversos objetos no cenário usando aquele sensor no centro do Dual shock, o efeito é absurdo, quem tem o ps plus vale o teste com toda certeza, a história prendeu no início.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post

Comecei FFVIII remastered, to com preguiça de seguir com o Ghost of Tsushima e vou começar Resident Evil 2 com minha filha, mas como ela joga pouco, preciso de outro jogo para essa quarentena.

Lembro muito pouco do jogo ao a chatice do draw, que ficou claro novamente logo no começo, pqp, como que seguiram com uma ideia tão ridícula? O jogo te estimula a ficar um tempão dando draw em batalhas aleatórios em vez de matar os inimigos logo. Que ridículo e se você usa magia perde força por causa das junctions e tem que usar draw de novo 

Compartilhar este post


Link para o post

Usar magia em FFVIII é perda de tempo, exceto Aura ou magias de cura. Faz Junction com magias de ataque para elevar seus stats, lute com o Squall sempre com pouco HP, spamma Renzokuken (Limit) sem dó, se ele morrer reviva com Phoenix Down que ele já volta com pouco HP e repita. Melhor que ficar vendo animação demorada de summon.

 

Editado por Strife

Compartilhar este post


Link para o post

Terminei Dragon Quest XI S. É só o segundo da série que eu termino, mas tenho um carinho muito especial por ela, principalmente por conta do universo acolhedor e carismático.

Terminei com 90 horas, mas deixei alguns extras pendentes que eu pretendo concluí-los aos poucos antes de começar outro jogo de Switch.

A única coisa que me deixou um pouco puto no final do jogo foi a obrigatoriedade em grindar pra vencer o último boss. De resto, só elogios.

 

Comecei Ghost of Tsushima e Carrion agora, por enquanto bem empolgado com ambos. 

Compartilhar este post


Link para o post
11 minutos atrás, Lockhart disse:

A única coisa que me deixou um pouco puto no final do jogo foi a obrigatoriedade em grindar pra vencer o último boss.

 

Tem um farming maravilhoso que dá pra fazer com dois pep powers combinados do Hero, Jade, Sylvando e Erik. Dá pra chegar no level 99 rapidíssimo. Mas sim, o grind pra quem acaba sem saber esse farming é imenso. Se não fosse por ele eu teria com certeza umas 20h a mais só de grinding pra upar level do jeito tradicional.

Compartilhar este post


Link para o post

Putz, tem que ter muita coragem pra encarar Final Fantasy VIII hoje em dia.

Compartilhar este post


Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Visualizando este tópico:   0 membros online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..