Ir para conteúdo
Ate Cubanos

O que vocês estão jogando, pederastas?

Posts Recomendados

Eu tb gosto dos jogos da Quantic mas cheguei a começar o Detroit e não engrenei, outra hora eu tento de novo.

 

Cheguei no limite da minha cidade no Cities Skylines, 100k habitantes mais ou menos, e o único monumento que eu consegui desbloquear foi o elevador espacial, os requisitos pra desbloquear alguns prédios especiais são bem bizarros. joguinho excelente e viciante mas espero que eles dêem um desconto nos dlcs e assim eu até penso em voltar a jogar.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post

Terminei TLoU Part II. Achei a experiência incrível e equiparável em qualidade ao antecessor, ou seja, definitivamente um jogo histórico. A parte  narrativa acho que não existe nada perto nesta indústria, a ND alcançou outro nível com a série TLoU, mas ainda tenho dificuldade pra cravar qual dos dois se destacou mais. Como comentei no tópico oficial, inicialmente fiquei com a impressão que o primeiro conseguiu falar mais com menos, pois é um jogo bem mais curto e direto ao ponto, mas não paro de pensar nos acontecimentos da sequência. Difícil rs

 

Agora até o Ghost of Tsushima chegar, vou jogar Monster Boy and The Cursed Kingdom no Switch e Virtua Tennis 4 no PSVita.

 

Falando em Vita, tô numa fase de comprar jogos físicos do portátil pra coleção, todos mecânicos e objetivos, é assim que eu gosto de jogar em portáteis, nada de RPGs ou jogos narrativos. Percebi isso depois de olhar pra minha coleção e perceber que larguei 80% dos RPGs antes do fim e joguei a exaustão todos os jogos arcades ou puramente mecânicos. Então comprei, além do Virtua Tennis 4, Lumines, Ultimate Marvel vs Capcom 3 e Need for Speed Most Wanted. Ainda quero pegar o Street Fighter vs Tekken, depois acho que me darei por satisfeito.

Compartilhar este post


Link para o post

Continuando TLOU Part II, cheguei na metade do jogo e continuo achando fantástico. Sério candidato a GOTY.

 

Dei um bom gás em Chimera Squad e acho ele um excelente ponto de entrada na série. É um XCOM bem light, dificuldade reduzida, mecânicas simplificadas. Não chega aos pés dos dois jogos principais, mas acho que essa nunca foi a intenção, parece ser muito mais um aperitivo para um futuro XCOM 3.

 

E Jet Lancer.... Que jogo lindo. Jogabilidade completamente espetacular e viciante, belíssimo graficamente com uma soundtrack muito legal. Só comprem.

Compartilhar este post


Link para o post
16 horas atrás, Strife disse:

Heavy Rain é foda, qualquer outro jogo de adventure com QTEs parece coisa arcaica perto, a maneira como as cenas vão se desenvolvendo com seus acertos ou erros e não apenas game overs, e a história tb, ainda é sem igual pra mim. Sim, a grande revelação é meio esquisita se pensar a respeito, mas não tira o brilho da experiência que é o jogo. Beyond: Two Souls tb é jogão, ainda não joguei Detroit mas obviamente pretendo. Fahrenheit tinha muito potencial, o início é foda demais, a história e os personagens começam muito interessantes, o desenvolvimento dos assassinatos te deixa querendo saber como tudo vai se resolver, mas aí acabou o dinheiro e o último 1/3 do jogo virou piada, esse realmente o que aconteceu no final estragou o conjunto das coisas.

 

Desculpa Xiubaca mas nessa Lulu ganhou.

 

Ué, mas tu basicamente concordou comigo. A revelação é uma piada. E pra mim, um jogo story driven como são os jogos da Quantic Dream não pode se dar o luxo de deixar a bola cair no principal aspecto que atrai as pessoas pra jogar. E isso aconteceu nos dois jogos que citei. Indigo Prophecy foi pior ainda. Não tiro os outros méritos do jogo.

 

Eu realmente tava engajado nos dois. Lembro até hoje de um dia estar na aula do cursinho e pensando que queria chegar em casa pra continuar Indigo Prophecy porque eu tinha deixado o jogo num cliffhanger absurdo, lol. Depois dos plot twist, me desanimei e só acabei zerando porque tava perto do fim mesmo.

Compartilhar este post


Link para o post

Estou bem avançado no LoU2 e achando o jogo incrível no que diz respeito à detalhes, narrativa e gráficos. Em relação ao gameplay ele está ótimo, mas honestamente não vi muita diferença ou algo significativamente gritante que o faça ser tão superior ao primeiro game. A medida que o tempo passa a impressão que tenho é que o hype fala mais alto do que tudo. Não que o jogo não tenha qualidade, pelo contrário. Mas estou cada vez mais convencido que boas ideias se destacam mais do que que grandes jogos com orçamentos milionários que acabam sendo chatos... Tipo Red Dead 2, HoriZon, Days Gone ou Death Stranding.  Mas enfim. To curtindo o jogo.

Compartilhar este post


Link para o post
1 hora atrás, Xiubaca disse:

 

Ué, mas tu basicamente concordou comigo. A revelação é uma piada. E pra mim, um jogo story driven como são os jogos da Quantic Dream não pode se dar o luxo de deixar a bola cair no principal aspecto que atrai as pessoas pra jogar. E isso aconteceu nos dois jogos que citei. Indigo Prophecy foi pior ainda. Não tiro os outros méritos do jogo.

 

Eu realmente tava engajado nos dois. Lembro até hoje de um dia estar na aula do cursinho e pensando que queria chegar em casa pra continuar Indigo Prophecy porque eu tinha deixado o jogo num cliffhanger absurdo, lol. Depois dos plot twist, me desanimei e só acabei zerando porque tava perto do fim mesmo.

 

Concordei em partes né. O Fahrenheit (Indigo Prophecy sem censuras) realmente caga no 1/3 final e aquilo tira o valor da história toda. Heavy Rain não acontece isso com o problema da sua revelação, pois só aquilo não tira toda a imersão e o desenvolvimento dos personagens que o jogo vinha construído. E as mecânicas do jogo e sua aplicação de QTEs que se desenvolvem afetando a narrativa e mesmo morte dos personagens em que vc continua jogando ainda não vi igual. Fahrenheit não tinha nada disso a seu favor e a mancada no final foi mil vezes maior, não foi uma coisa só.

Compartilhar este post


Link para o post

Comecei a jogar o FF7 do PSP aquele com Zack para saber mais da historia dele com a vendedora de flores. 

Compartilhar este post


Link para o post

Detroit achei um dos melhores jogos dessa geração. Me impactou em mtos sentidos.

 

Mas eu adoro essa temática. Observer é outro q achei sensacional.

Compartilhar este post


Link para o post

O que fode o heavy Rain são os controles, aquilo lá é mais feio que bater em mãe m.

De resto, é jogão, joguei o Detroit e heavy rain quando saiu de graça pra plus.

Detroit arrumaram os controles, ficou jogão demais, um dos melhores do gênero.

Agora tou só  esperando agora entrar em promoção no stream pra pegar o beyond two souls. 

Compartilhar este post


Link para o post

 

16 horas atrás, Strife disse:

 

Concordei em partes né. O Fahrenheit (Indigo Prophecy sem censuras) realmente caga no 1/3 final e aquilo tira o valor da história toda. Heavy Rain não acontece isso com o problema da sua revelação, pois só aquilo não tira toda a imersão e o desenvolvimento dos personagens que o jogo vinha construído. E as mecânicas do jogo e sua aplicação de QTEs que se desenvolvem afetando a narrativa e mesmo morte dos personagens em que vc continua jogando ainda não vi igual. 


Detroit eleva isso a enésima potencia. Acabei de terminar. Que jogaço!

 

Fiz um final "bom" porém agridoce ao extremo.

 

Spoiler do final logicamente. (alguém que jogou ai comente)

 

Carl morto, Josh vivo, Simon morto em confronto com o Connor. Marcus foi salvo pelo John na manifestação inicial, fez um revolução pacifica, terminou vivo e em romance com a North,

 
Connor desviado por completo, Hank morreu na mão do "outro" Connor na cyberlife, Connor junta-se a revolução com os androids e vive. Chloe viva e liberada no pós credito


E agora o estrago completo - Luther morto na batalha de Jericho, Jerry morto no campo de concentração, Todd viveu sua redenção na rodoviária mas não consegui a passagem, cruzei para o Canada a barco e a Alice morreu segundos após cruzar para a liberdade. Só sobrou a Kara viva no Canadá com o corpo da Alice.

 
Sem pescar muito, o único buraco no meu enredo foi que não explicaram o que é o RA9. (fui ver depois em wiki)
 

 

 

Como eu sei que dificilmente vou jogar novamente só para abrir novos finais e porque considero o meu final como canônico (experienciar a historia é tudo nesse caso)...

Fui dar uma checadinha básica e o jogo tem mais de 100 finais únicos, inclusive coisas que não são mostradas no flowchart.

 

David Cage é um gênio escrevendo essa porra toda sem deixar buracos gigantescos na historia. Apesar dos diálogos expositivos...

Editado por psg1

Compartilhar este post


Link para o post
20 horas atrás, Nan Gamer disse:

Estou bem avançado no LoU2 e achando o jogo incrível no que diz respeito à detalhes, narrativa e gráficos. Em relação ao gameplay ele está ótimo, mas honestamente não vi muita diferença ou algo significativamente gritante que o faça ser tão superior ao primeiro game. A medida que o tempo passa a impressão que tenho é que o hype fala mais alto do que tudo. Não que o jogo não tenha qualidade, pelo contrário. Mas estou cada vez mais convencido que boas ideias se destacam mais do que que grandes jogos com orçamentos milionários que acabam sendo chatos... Tipo Red Dead 2, HoriZon, Days Gone ou Death Stranding.  Mas enfim. To curtindo o jogo.

 

Acho que essa sensação vem porquê você passa a maior parte do tempo fazendo as mesmas coisas que fazia no primeiro jogo, anda, coleta coisas, tenta matar os inimigos em stealth e assiste cutscenes, não que isso seja um defeito, mas mesmo com várias melhorias em todas essas áreas ainda é um jogo bem parecido. E isso é agravado pela duração dele tb, o game tem tipo o dobro do tamanho.

 

 

 

Eu comecei o Rise of the Tomb Raider que deram na plus e estou encontrando vários bugs, será que a minha instalação tá com problema? Nunca tinha visto isso antes, desde problemas com controles a gráficos com objetos sumindo e glitches, eu tinha jogado a demo anos atrás e não lembro de ter nada disso.

Compartilhar este post


Link para o post
2 horas atrás, Cyco disse:

Acho que essa sensação vem porquê você passa a maior parte do tempo fazendo as mesmas coisas que fazia no primeiro jogo, anda, coleta coisas, tenta matar os inimigos em stealth e assiste cutscenes, não que isso seja um defeito, mas mesmo com várias melhorias em todas essas áreas ainda é um jogo bem parecido. E isso é agravado pela duração dele tb, o game tem tipo o dobro do tamanho.

Exatamente isso. O jogo é excelente, só to ficando um pouco enjoado de toda vez entrar num prédio abandonado fazendo as mesmas coisas o tempo inteiro. São pouquíssimas  (quase inexistentes) as vezes em que o jogo tenta ser algo mais e te entrega algo diferente. Sei que é a proposta do game ser do jeito que é, mas sei la, honestamente por ser Naughty Dog eu esperava um pouquinho mais.

Compartilhar este post


Link para o post

Sobre jogo QTE, eu até gostei de Heavy Rain, mas não consegui jogar nenhum outro e não jogaria Heavy Rain de novo

 

 

Continuo no The Last of Us Remastered, o 2o é melhor em todos os sentidos e olha que o 1 já era animal. Única questão que achei o 1 superior até aqui é a dificuldade, morri muito mais no 1, isso que devo tá na metade do jogo e ele é metade do 2o

Editado por hoel

Compartilhar este post


Link para o post

Final Fantasy VII original zerado.

 

Jogo muito carismático. Entendo os motivos de ser tão amado. Um RPG muito acessível e com muita coisa pra fazer (os mini games são 8 ou 80, mas estão ali).

 

O sistema de materias é bom o suficiente até pra alguém que é péssimo em JRPG como eu. 

 

Daria um 9.

Compartilhar este post


Link para o post

Zerei Mario Luigi Time dos Sonhos e comecei Fire Emblem Ecos da Valencia.

 

No Switch comecei Xenoblade e revezo com Animal Crossing.

 

No PC tou indo de Dragão Marcado pra Morrer.

Compartilhar este post


Link para o post

"Terminei" hoje o Octopath Traveler depois de meses.

Cheguei no último chefe "oculto" que junta todas as histórias, percebi que ia precisar grindar uns 20 niveis pra conseguir matar e ele e decidi que a missão foi cumprida. Hahaha

Jogo nota 8.5.

Compartilhar este post


Link para o post
Em 07/07/2020 em 14:00, Cyco disse:

Eu tb gosto dos jogos da Quantic mas cheguei a começar o Detroit e não engrenei, outra hora eu tento de novo.

 

Cheguei no limite da minha cidade no Cities Skylines, 100k habitantes mais ou menos, e o único monumento que eu consegui desbloquear foi o elevador espacial, os requisitos pra desbloquear alguns prédios especiais são bem bizarros. joguinho excelente e viciante mas espero que eles dêem um desconto nos dlcs e assim eu até penso em voltar a jogar.

 

 

Cyco, consegui chegar nos 300k habitantes. Li em um forum que teoricamente o limite para a população nos consoles seria esse. Misteriosamente, minha cidade quando bateu nos 301 k, deu uma crise e voltou aos 280k.

 

Como a cidade é enorme, aparece alguns problemas meios contraditórios:  alguns comércios estão reclamando que não tem mercadorias suficientes, e algumas indústrias alegam que não há comércio para vender. (!?). Coloquei vários estações de trens de carga pela cidade toda, tenho três portos com ferrovias e o meu trânsito está em 70%, acho que razoável para uma cidade daquele tamanho. Então não entendi direito essa questão da falta de mercadorias.

 

Alias, o trânsito em alguns momentos é um verdadeiro quebra cabeça, você  tem que criar saídas para desafogar. (fazer túneis, viadutos , mudar sentido das ruas,etc).

Uma coisa que coloquei só agora no final que se mostrou excelente foi a Rodoviária, que é tipo um terminal de integração (várias rotas em um mesmo local).Se mostrou eficiente.

 

Consegui desbloquear todos os monumentos, menos o Centro Médico. Um dos requisitos é ter a saúde da cidade com menos de 20% e nem forçando isso em outro save consegui.

 

Os monumentos são essenciais para administrar a cidade com uma população grande, pois eles ajudam demais no orçamento. O Monumento da energia ( usina de fusão nuclear), gera tanta energia que você pode diminuir o orçamento em 50% e destruir todas as outras fontes que ela gera energia para a cidade inteira com folga. O monumento da educação também, você pode diminuir para 50% o orçamento. Só não dá certo direito com o monumento do centro de reciclagem supremo (deixei em 67% mas enfrento alguns problemas). O elevador espacial aumentou muito o fluxo de turistas na cidade.

 

Não tem mais muito o  que fazer nessa cidade. (acabou o espaço, e agora estou aterrando os rios :lolmor:) Acho que vou encostar e começar o The Last for Us 2 (vão me emprestar uma cópia)

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post

eu peguei um terreno montanhoso e infelizmente não dá pra expandir muito a não ser que você nivele um monte mas eu gosto da cidade ter relevos então preservei ao máximo a geografia e fica até bonito ter uns espaços, plantei um bocado de árvores e talz. Com 100k apareceram alguns desses mesmos problemas, como os comércios com falta de mercadorias, acho que quando a cidade fica muito grande é impossível atingir a paz completa rs, a simulação sempre inventa algumas pra te manter atento eu acho.

 

teve uma engraçada que eu tava com muito leito de hospital sobrando e a saúde da cidade no azul, não tinha problema ha um tempo, então eu diminuí pra 50% o orçamento, só que se você faz isso os rabecões praticamente param de funcionar, eu me distraí com alguma coisa e quando vi a cidade tava cheia de mortos e começaram a abandonar em massa hahahaha, nem teve como tentar recuperar, carreguei um save anterior e desisti de economizar no orçamento de saúde.

 

Cara, eu não tinha entendido as rodoviárias muito bem até me tocar que elas serviam como hubs de ligação das linhas, eu achei que ela era como um porto ou aeroporto, pra trazer turistas e só fiz uma rs, depois que eu entendi apaguei todas as minhas linhas, coloquei uma rodoviária em cada região e refiz as linhas, deu um baita trabalho mas ficou bem melhor a circulação. Fora isso acho que a única coisa que eu não entendi nesse tempo jogando foi: Você pode cobrar por educação? Procurei mas não encontrei nada, a arrecadação com educação tá sempre zero mas as despesas só aumentam então achei estranho.

 

Editado por Cyco

Compartilhar este post


Link para o post
40 minutos atrás, Evan / Phalk disse:

Começando Dragon Quest 11 S depois de quase 1 ano comprado...

 

Preciso retomar o meu, dei uma pausa com 60 horas, mesmo achando o jogo incrível. Parei pra jogar lançamentos que peguei day one, se não me engano FFVII Remake e Animal Crossing.

Tô com um problema sério de backlog aqui e preciso parar de comprar lançamentos urgentemente, do contrário vou mudar de geração com jogo físico lacrado ou digital que eu sequer instalei.

Compartilhar este post


Link para o post
11 horas atrás, Cyco disse:

eu peguei um terreno montanhoso e infelizmente não dá pra expandir muito a não ser que você nivele um monte mas eu gosto da cidade ter relevos então preservei ao máximo a geografia e fica até bonito ter uns espaços, plantei um bocado de árvores e talz. Com 100k apareceram alguns desses mesmos problemas, como os comércios com falta de mercadorias, acho que quando a cidade fica muito grande é impossível atingir a paz completa rs, a simulação sempre inventa algumas pra te manter atento eu acho.

 

teve uma engraçada que eu tava com muito leito de hospital sobrando e a saúde da cidade no azul, não tinha problema ha um tempo, então eu diminuí pra 50% o orçamento, só que se você faz isso os rabecões praticamente param de funcionar, eu me distraí com alguma coisa e quando vi a cidade tava cheia de mortos e começaram a abandonar em massa hahahaha, nem teve como tentar recuperar, carreguei um save anterior e desisti de economizar no orçamento de saúde.

 

Cara, eu não tinha entendido as rodoviárias muito bem até me tocar que elas serviam como hubs de ligação das linhas, eu achei que ela era como um porto ou aeroporto, pra trazer turistas e só fiz uma rs, depois que eu entendi apaguei todas as minhas linhas, coloquei uma rodoviária em cada região e refiz as linhas, deu um baita trabalho mas ficou bem melhor a circulação. Fora isso acho que a única coisa que eu não entendi nesse tempo jogando foi: Você pode cobrar por educação? Procurei mas não encontrei nada, a arrecadação com educação tá sempre zero mas as despesas só aumentam então achei estranho.

 

 

Saúde : Realmente, o serviço funerário é um dos principais problemas, tanto que é o único que deixei logo 110% de orçamento ,para evitar o acumulo de mortos na cidade. na minha cidade é pior do que o problema do lixo, por isso queria ter conseguido debloquear o monumento centro médico (melhorar a saúde de vez).Não tenho problemas com poluição mais, depois que você instala o monumento Projeto Eden a poluição da cidade praticamente zera. As pessoas morrem mesmo é por idade.

 

Rodoviária: Pois então, eu também pensei que era tipo um aeroporto,recebendo turistas de outras cidades! Tentei colocar quando a cidade tinha menos de 100k, mas não entendi direito. Só agora depois de 200k que resolvi dar uma segunda chance. Eu só tenho uma, vou fazer como você disse e colocar em outros pontos.

 

Educação: Não, apesar de aparecer um ícone lá no orçamento, pelo menos para mim até hoje não apareceu opção nenhuma de cobrar pelo ensino.Talvez seja ativado através de alguma DLC (Vi que  há uma dedicada A Campus Universitários)

Compartilhar este post


Link para o post
3 horas atrás, Lockhart disse:

 

Preciso retomar o meu, dei uma pausa com 60 horas, mesmo achando o jogo incrível. Parei pra jogar lançamentos que peguei day one, se não me engano FFVII Remake e Animal Crossing.

Tô com um problema sério de backlog aqui e preciso parar de comprar lançamentos urgentemente, do contrário vou mudar de geração com jogo físico lacrado ou digital que eu sequer instalei.

Tô na mesma!

Tem jogo comprado a mais de anos que ainda não consegui nem começar.

Compartilhar este post


Link para o post
5 horas atrás, Sub Zero disse:

Educação: Não, apesar de aparecer um ícone lá no orçamento, pelo menos para mim até hoje não apareceu opção nenhuma de cobrar pelo ensino.Talvez seja ativado através de alguma DLC (Vi que  há uma dedicada A Campus Universitários)

 

deve ser isso, está ali apenas pra receber a expansão.

 

quando criar as rodoviárias, puxe as linhas existentes próximas pra criar pontos dentro delas e crie uma linha nova ligando todas.

Compartilhar este post


Link para o post

Terminei o The Last of Us Remastered 

uau, agente lembra do básico mas esquece os detalhes que obra prima,  rejogar agora valorizou ainda mais o 2, que coragem da ND e uau.

 

achei o 1 muito mais difícil, diferença gráfica grande mas o 1 mesmo assim é belíssimo e a cena das girafas são uau total.

 

 

Editado por hoel

Compartilhar este post


Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Visualizando este tópico:   0 membros online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..