Ir para conteúdo
BDGAME

Nintendo Switch

Posts Recomendados

O Xenoblade 2 sair esse ano me surpreendeu. Menos de 3 anos em um novo console.

 

Espero que o Metroid 4 consiga o mesmo feito.

Compartilhar este post


Link para o post

Olhar as paginas antigas achei isso

 

 


 

Mesmo com The Legend of Zelda: Breath of the Wild sendo um títulos disponíveis no lançamento para o Switch, é mais do que certo que veremos outra inédita aventura de Link no novo console da Big N. Porém, há chances de que o próximo jogo da série lendária seja em 2D.

Durante a entrevista ao Game Informer sobre o desenvolvimento de Breath of the Wild, Eiji Aonuma foi questionado se cogitou unir a time da nova aventura com a equipe que trabalhou nos jogos para Nintendo 3DS, como A Link Between Worlds e Tri Force Heroes, e e se isso ajudaria a acelerar o desenvolvimento do próximo game da série para o Switch.

Segundo Aonuma, o ritmo do desenvolvimento não depende de quantas pessoas estão em uma equipe e, por isso, combiná-las necessariamente não acelera a produção. "A equipe do 3DS e a equipe do Wii U têm diferentes abordagens para o desenvolvimento de jogos, então não quero necessariamente combiná-las e fazê-las pensarem juntas, mas sim pensar no que elas podem trazer para o Switch de suas próprias perspectivas", explicou o produtor.

A portabilidade do Switch certamente abre portas para novas possibilidades para a saga, mas Aonuma reforçou que "a equipe de desenvolvimento portátil não será descartada por causa do Switch". Ele explicou que, "apesar do novo console poder ser levado para qualquer lugar, isso não significa que o desenvolvimento de jogos portáteis será interrompido".

Ao ser questionado se havia a possibilidade da equipe de desenvolvimento portátil trabalhar em um novo jogo para o Switch, ele respondeu afirmativo. "Sim, definitivamente há essa possibilidade. Há boas coisas sobre o mundo 2D e estilos de jogo em 2D. Há muitos fãs que gostam desse estilo. O estilo do Nintendo Switch, que é o estilo evoluído de jogabilidade, não é necessariamente... Eu quero que você pense nisso mais como uma evolução do estilo 2D. Para a equipe do 3DS, estou tentando fazê-la pensar em uma abordagem mais evoluída do estilo 2D", contou Aonuma.

Você gostaria de ver uma aventura 2D de Link no novo console da Big N? Vale lembrar que The Legend of Zelda: Breath of the Wild será lançado para Wii U e Nintendo Switch em 3 de março de 2017.

 

  • Gostar 1

Compartilhar este post


Link para o post

Ah, a mágica e o privilégio do hindsight. Agora vamos tentar reescrever a história e negar que o evento do reveal foi uma merda? lol

Analisando os meus ABURDOS um a um:
 

Não, a nossa torcida tem que ser a Nintendo acordar pra vida e fazer algo que mereça vender. Se for um novo Wii U ela merece se fuder, e por enquanto o caminho traçado está sendo esse.
 
Overpriced.
 
Errado. É overpriced em parte, considerando o Nvidia Shield que tem specs similares e custa 200. Mas o selo Nintendo de qualidade nos jogos e a inovação da proposta fez a diferença na demanda, então no final das contas não é overpriced. 
 
Gráficos proporcionalmente mais defasados que o Wii U tinha em 2012, pra um console de mesa.
 
- Certo. Aqui eu deixo claro que estou falando apenas da parte de console de mesa, e o NS deve mais em relação ao Pro/X do que o Wii U devia em relação ao PS4/X1. O pulo do Wii pro Wii U também foi bem maior que o do Wii U pro NS. Existe portabilidade a ser levada em conta, mas não toquei nesse ponto, estava intencionalmente listando os problemas. Nessa questão do poder, é ruim pelo lado do console de mesa e bom pelo lado do portátil. Nunca disse que o console não tinha virtudes.
 
Suporte ainda menor de thirds.
 
- Certo considerando AAA (que foi o que eu quis dizer), mas muito errado considerando índios. Errado no geral porque não especifiquei. E também porque jogo AAA hoje em dia tem mais é que se fuder.
 
Primeiro ano fraco de jogos first exclusivos.
 
- Correto, por enquanto. Antes que espumem, não estou falando do lineup como um todo, e sim de EXCLUSIVOS. Logo, um jogo cross-gen como Bafo e os ports de Wii U não qualificam. Esses jogos agregam valor ao lineup, mas não são exclusivos, ponto. Sobram, até o presente momento, ARMs, Splatoon 2, Rabbids, Fire Emblem Musou, Odyssey, Xeno 2 e alguns indies como Golf Story e Snipperclips. Isso pode mudar, não sabemos ainda as datas do Q1 2018, mas por enquanto é perfeitamente válida uma afirmação/opinião como a de que o NS é inferior ao N64 em termos de exclusivos puros, console que todo mundo pinta como mega exemplo de suporte ruim no início. Lembrando que o N64 teve, além de Mario 64, Wave Race, Goldeyene, Star Fox, Mario Kart, Blast Corps, Pilotwings 64, Mischief Makers, ISS64, Doom 64 e Turok, todos jogos de qualidade pra época e todos 100% exclusivos. Se comparar com o GC a coisa fica até feia. A lista do NS não é de forma alguma uma lista ruim, até porque hoje em dia é mais difícil fazer jogo, mais complicado depender de thirds pra isso, não tem uma second com a produtividade monstra que a Rare tinha na época, etc. Mas tá longe de ser essa Brastemp toda que vejo gente da mídia dizer, e ainda por cima comparando com o N64 como se este tivesse sido um lixo perto (Easy Allies).
 
Foco em sequels de franquias lançadas no Wii U, fora os ports.
 
- Certo, e corroborado pela E3 com metade dos novos anúncios sendo mais Yoshi e mais Kirby. Splatoon 1 e Xenoblade X, assim como o último Yoshi e Kirby foram lançados há meros 2 anos. Cadê as IPs adormecidas? Cadê a nova IP da Retro?
 
Gimmicks que ninguém pediu.
 
- Correto. Quem liga pra merda de motion control em 2017? Até Odyssey força um pouco disso. Pouco, mas força. É ruim que o joycon tenha motion? Não, mas quase ninguém liga mais, e isso teve um puta destaque no evento do reveal, por isso botei esse bullet point.
 
Total falta de tato com a realidade em termos de serviços online.
 
- Corretíssimo. Acho que essa eu nem preciso explicar.  
 
Algumas coisas aí ainda podem mudar, mas até agora o panorama é esse, com o único diferencial sendo a portabilidade. Ser portátil é bem bacana, mas também não é nenhum milagre que compense todos os outros problemas. É a evolução natural do poder que o Vita oferecia em 2011, e o que deveria se esperar de um portátil em 2017.

Editado por Rare

Compartilhar este post


Link para o post

QUOTE DE JANEIRO.

 

Eu falei verdades naquela época. Não sou mãe diná pra prever o futuro.

Além disso, todas as thirds estavam com o pé atrás, ninguém imaginava que seria um sucesso desse jeito que tá sendo. 

Compartilhar este post


Link para o post

Quando em Janeiro se faz um prognóstico do que será o videogame e compara com o WiiU ao menos tentou ser Mãe Dinah sim. Depois vou pegar mais quotes, até os meus próprios. 

 

Overpriced não é nem fudendo. Eu também disse que o preço ideal era 250$ e até previa uma queda breve, mas isso não aconteceu. Não tem de "overpriced em parte", falta estoque. O preço do produto é de acordo com a demanda, essa abstração de specs não diz nada sobre valor de mercado. Podia ter gráfico de NES que se os outros aspectos fizessem as pessoas comprar pro 300$, o preço é esse. A Nintendo nos ownou nessa.

 

Dizer que os gráficos são mais defasados que o WiiU em 2012 como um console de mesa, ok. Faltou dizer que são excelentes para um portátil. Aliás essa é uma tecla que bati muito lá atrás e quase todos subestimaram. Muitos enxergaram como um console de mesa (inclusive com o marketing oficial da Nintendo induzindo a isso - afinal a ideia ainda é sobrevida pro 3DS) e a partir daí subestimaram o potencial de mercado do console.

 

Sobre o lineup, eu também disse que estava aquém do que se esperava na ocasião do reveal, mas falei que teriam novos reveals (Rabbids por exemplo) e Xenoblade 2 sairia esse ano (todos duvidaram). Ficou bom sim. Nintendo 64 não teve suporte de first party ruim no começo, quem diz isso é louco da cabeça. O que não teve foi muito suporte de thirds especialmente as japonesas tradicionais. Eu bati muito na comparação com o lineup do primeiro ano do 3DS e nisso o NS superou muito. Analisando no contexto da discussão upada, de previsão da performance no mercado, é pouco relevante que Zelda BotW e Mario Kart 8 tenham versões para WiiU, Zelda no console antigo vendeu coisa de 20% do total apenas. Mario Kart 8 Deluxe vende bem até hoje, como jogo novo.

 

O foco da Nintendo vai ser sempre sequências, ela tem as IPs mais fortes. Comentário água de salsicha. Teve o grande 1+2 Switch e ARMS de franquias novas apenas, pra média da Nintendo tá até bom lol. Com certeza tem mais em desenvolvimento, não vão mostrar franquia nova em estágio conceitual porque não tem sentido fazer um anúncio nível Metroid Prime 4 pra IP que não existe. Mas a maioria vai continuar sendo sequência e isso não tem problema algum, a Nintendo inova mais que qualquer outra com suas sequências. E vende.

 

Sobre o serviço online, é horrível mesmo jogar online de graça. Nintendo fdp.

  • Gostar 2

Compartilhar este post


Link para o post

Muitos achavam, comigo incluso, que a o preço poderia afastar o público de portáteis e um confronto direto com os outros consoles de mesa poderia ser difícil. Isso levando em conta que o 3DS saiu por $250 e em 6 meses teve corte de preço permanente para $170.

 

Porém isso não ocorreu, muito pelo contrário. A recepção da proposta híbrida, associando portabilidade com qualidade de console de mesa, foi excelente e agregou valor ao produto.

Editado por Soul Reaver
  • Gostar 1

Compartilhar este post


Link para o post

O foco da Nintendo vai ser sempre sequências, ela tem as IPs mais fortes. Comentário água de salsicha. Teve o grande 1+2 Switch e ARMS de franquias novas apenas, pra média da Nintendo tá até bom lol. Com certeza tem mais em desenvolvimento, não vão mostrar franquia nova em estágio conceitual porque não tem sentido fazer um anúncio nível Metroid Prime 4 pra IP que não existe. Mas a maioria vai continuar sendo sequência e isso não tem problema algum, a Nintendo inova mais que qualquer outra com suas sequências. E vende.

 

Sobre o serviço online, é horrível mesmo jogar online de graça. Nintendo fdp.

 

Olha o espantalho. O problema que eu ilustrei não foi sequel, mas sequel de jogo que saiu recentemente e num console que fracassou. Se ela vai ter um foco grande nessas sequels porque vendem mais, ok, mas não sou acionista e trocaria Splatoon 2, Xeno 2, Kirby e Yoshi por F-Zero, Wave Race, Advance Wars e WarioWare, só pra citar 4 de várias que eu gostaria que fossem revividas. Então pra mim é um contra. Mas estamos falando de Walter Mercado, e eu levantei essa bola porque essas IPs saíram no Wii U e não foram suficiente pra salvar o console. Preocupação válida em janeiro.

 

Sobre o online, você está mentindo pra si mesmo. Existe plataforma com serviço de online grátis que dá de 1000x0 no que a Nintendo oferece (Steam). Fora que é de graça por tempo limitado, lol. Forçação de barra nível Alucard hein.

 

De resto concordamos.

Editado por Rare

Compartilhar este post


Link para o post

Ah sim. Estou nivel Alucard, mentindo para mim mesmo (huahuahua) porque apontei que a Nintendo não cobra (ainda) por um serviço que os principais concorrentes cobram. Ou será que a Nintendo com um híbrido disputa mercado é com PC? E onde eu disse que só a Nintendo oferece serviço grátis?

 

Sobre as IPs, penso o contrário, o fato de Splatoon ter ido tão bem mesmo com o WiiU já falido mostra que precisavam investir urgentemente em uma sequel, dentro de um ambiente mais favorável pra deslanchar. Splatoon teve vendas fenomenais no contexto de uma plataforma que já respirava por aparelhos.

Editado por Beto Paz & Amor

Compartilhar este post


Link para o post

Num primeiro momento achei o Switch biriba, mas logo percebi a força de ser um portátil. Eu jogo somente nesse modo. Para a minha realidade é perfeito.

Compartilhar este post


Link para o post

Ah sim. Estou nivel Alucard, mentindo para mim mesmo (huahuahua) porque apontei que a Nintendo não cobra (ainda) por um serviço que os principais concorrentes cobram. Ou será que a Nintendo com um híbrido disputa mercado é com PC? E onde eu disse que só a Nintendo oferece serviço grátis?

 

Sobre as IPs, penso o contrário, o fato de Splatoon ter ido tão bem mesmo com o WiiU já falido mostra que precisavam investir urgentemente em uma sequel, dentro de um ambiente mais favorável pra deslanchar. Splatoon teve vendas fenomenais no contexto de uma plataforma que já respirava por aparelhos.

 

A sua resposta pra minha afirmação de que o serviço online é ruim e fora dos padrões atuais foi "por enquanto é grátis" lol, como não comparar com Lulu? O que eu falei vai muito além de preço. Existe serviço ruim e ultrapassado que é grátis, como o que Nintendo oferece no momento. Ser grátis não muda o fato de que falta um monte de features básicas no NS que são padrão no mercado de jogos há pelo menos 10 anos. E o agravante de que esse serviço deixará de ser grátis em breve é impossível de ignorar, isso por si praticamente descarta a sua defesa, ou pelo menos coloca um prazo de validade nela. 

 

Sobre o preço, a maioria dos jogadores de console aceitarem pagar por online não muda o fato de que o Steam e outras plataformas de PC são referência de serviço bom de graça e um elefante branco constante em qualquer discussão sobre online pago em consoles. PS4 e X1 inclusive estão começando a levar pau na mídia por cobrarem pra jogar numa era onde literalmente ninguém no PC cobra, nem mesmo a imunda da Microsoft que inventou isso em consoles. E PS4 e X1 não devem quase nada ao Steam em features, em algumas áreas eles até oferecem algo a mais, como os 4-6 jogos "grátis" todo mês. Imagina como vai ser com a Nintendo quando ela estiver cobrando por algo que nem voice-chat nativo tem (ainda que o preço seja bem menor) e oferecendo um jogo de NES ou SNES que nego já comprou em outras plataformas dela umas 3 vezes.

 

Também é bom lembrar que em janeiro a própria Nintendo havia confirmado que esses jogos de VC seriam temporários, o que reforçava ainda mais o meu bullet point na época. Depois eles mudaram e tornaram eles permanentes pelo tempo que você assinar. Mesmo assim, o serviço continua muito aquém do que se espera de literalmente qualquer concorrente, independentemente do preço menor. Essa distinção entre console e PC pra justificar cobrança aqui e não ali não faz sentido. A Nintendo competir mais com PS4 do que com PC não tem nenhuma relevância na observação da qualidade do serviço dela. Um Steam, Battle.net ou até um Origin da vida não usufruem de nenhum privilégio pczista que os permita não cobrar. Não cobram porque os jogadores não são alienados em relação a isso, é simples assim.

 

E concordo que Splatoon 2 era inevitável com o tanto que vendeu, e seria realmente um system seller perto do launch. Mas os Xenoblades venderam tanto assim? Eu gostaria de ver a Monolith tentando uma nova IP com a competência deles pra open-world. Ou por que não botar o seu esperado Murasame Castle na mão deles? E Kirby e Yoshi? Eu sei que a Nintendo geralmente tem um approach muito centrado em ROI no jeito que ela aprova novos projetos, e esses jogos já têm times estabelecidos, o que facilita o desenvolvimento. Mas não deixa de ser decepcionante. Kirby é uma das IPs mais milkadas da história e esse Yoshi tá com a maior cara de Yoshi's Story 2 pra mim. Se não anunciarem um F-Zero nos próximos 12 meses vou culpar esses 2 jogos, lol.

Compartilhar este post


Link para o post

Tomara. Gosto de Xeno, mas depois do 2 acho que vai ser hora de dar um tempinho e tentar outra coisa. Eles são produtivos pra caralho, sobre isso não há dúvida. Esse novo projeto provavelmente já tem um protótipo lisinho e estão só esperando Xeno 2 shippar pra focar totalmente nele.


E esses malucos ainda conseguiram auxiliar em peso o desenvolvimento de Bafo.

Compartilhar este post


Link para o post

Tomara. Gosto de Xeno, mas depois do 2 acho que vai ser hora de dar um tempinho e tentar outra coisa. Eles são produtivos pra caralho, sobre isso não há dúvida. Esse novo projeto provavelmente já tem um protótipo lisinho e estão só esperando Xeno 2 shippar pra focar totalmente nele.

E esses malucos ainda conseguiram auxiliar em peso o desenvolvimento de Bafo.

 

Já "shippou" inclusive já foram enviadas os códigos para review e esse novo game já deve estar em pré produção faz algum tempo ...

Editado por okita
  • Gostar 1

Compartilhar este post


Link para o post

Estou com Switch completo agora.

 

Controle Pro e Micro SDXC de 64 GBs.

 

Doom e Skyrim serão os primeiros filhos desse cartão.

 

Joguei bastante Doom e o jogo é impressionante no console.

Editado por Rhazo

Compartilhar este post


Link para o post

Próximo - grande - anuncio da Nintendo será a inclusão do Crash Bandicoot, Bomberman,  Rayman, K.Rool e Ice Climbers no Smash Bros versão Switch (update da versão de WiiU e 3ds).

Preparem para molharem as cuequinhas. 

Compartilhar este post


Link para o post

Uma franquia que é um pouco falada, vi algumas pessoas pedindo um novo game. Star tropics

 

281624-startropics-wii-screenshot-land-f

 

Nunca joguei, curiosidade

Compartilhar este post


Link para o post

paladina la informa o

SanDisk Ultra 200GB Micro SD

 

Esse microsd nao deve ter uma capacidade de leitura alta, mas armazenamento tá bom

 

s-l1000.jpg

 

corrigindo tem boa velocidade de leitura

Editado por DanDan

Compartilhar este post


Link para o post

Olar só vim aqui verificar se todos já admitiram que o Switch teve o melhor launch year da história dos video-games

 

abs

  • Gostar 1

Compartilhar este post


Link para o post

Olar só vim aqui verificar se todos já admitiram que o Switch teve o melhor launch year da história dos video-games

 

abs

Nah, é demais pedir isso em fórum com Alucards e Zangetsus da vida.

  • Gostar 3

Compartilhar este post


Link para o post

Galera falando sobre cartão de memória, tomem cuidado para não pegarem falsificados.

 

Infelizmente até em loja como americanas rola sandisk falsificado.

Um amigo comprou pelo ML e o cara prometia que era original, funcionou umas 2 semanas e depois o switch parou de identificar o cartão. Aí ele teve que formatar para conseguir ler e agora está nesse receio de toda hora ter que formatar.

Compartilhar este post


Link para o post

Super Mario Odyssey e Breath of The Wild disputam o prêmio de JOGO DO ANO pela The Game Awards. Demais indicados a categoria: Horizon Zero Dawn, Persona 5 e Playerunknown's Battlegrounds.

 

O choro é livre

  • Gostar 1

Compartilhar este post


Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Visualizando este tópico:   0 membros online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..