Ir para conteúdo
Cyco

[wii u] Xenoblade Chronicles X

Posts Recomendados

Esperem reviews de seres humanos e não desse lixo.

 

Só pra efeito de comparação, segundo eles:

 

Lixo Fantasy XIII: 39/40

Lixo Fantasy XIII-2: 40/40

Lixoning Returns: 37/40

 

Não dá nem pra limpar a bunda com esses reviews deles.

Compartilhar este post


Link para o post

A famitsu começou a perder sua credibilidade por causa disso mesmo, ela sempre foi bem rigorosa em seus reviews, mas isso acabou um pouco quando FFXII recebeu 40/40... depois disso muitos jogos comuns receberam 40 ou 39.

 

Espero que com Xenoblade X seja a mesma coisa também.

Compartilhar este post


Link para o post

A famitsu começou a perder sua credibilidade por causa disso mesmo, ela sempre foi bem rigorosa em seus reviews, mas isso acabou um pouco quando FFXII recebeu 40/40... depois disso muitos jogos comuns receberam 40 ou 39.

 

Espero que com Xenoblade X seja a mesma coisa também.

 

Na verdade, nessa nota do FF 12 a revista ainda estava sã, e não ''vendida''. O ápice da bosta pútrida foi dar 40/40 para Nintendogs.

 

E não me surpreendo ela ter dado esta nota para Xenoblade X. Ela economiza nesse jogo bancado pela Nintendo para depois liberar geral em qualquer outro jogo lançado diretamente pela Nintendo.

Compartilhar este post


Link para o post

Não creio que deu 27/40 para Dark Souls...

 

Se sim, perdeu todo meu respeito esta revista.


Na verdade, nessa nota do FF 12 a revista ainda estava sã, e não ''vendida''. O ápice da bosta pútrida foi dar 40/40 para Nintendogs.

 

E não me surpreendo ela ter dado esta nota para Xenoblade X. Ela economiza nesse jogo bancado pela Nintendo para depois liberar geral em qualquer outro jogo lançado diretamente pela Nintendo.

 

Hummm, se não me engano Nintendogs veio antes de FF XII, então na época do FF XII já estava podre.

 

Mas FF XII pode não ser o jogo perfeito, como se tivesse um, mas ao meu ver não foi nenhum absurdo o 40.

Compartilhar este post


Link para o post

Eu também não acho um absurdo a nota 40 pro FFXII, embora eu não o considere um jogo perfeito.

 

Mas foi mais ou menos depois dessa nota que a revista se perdeu nessa parte dos reviews.

Editado por sou uma batata

Compartilhar este post


Link para o post

Não creio que deu 27/40 para Dark Souls...

 

Se sim, perdeu todo meu respeito esta revista.

 

Eu não entendo como ainda valorizam tanto review dela. É uma tradição apenas, que vem desde os anos 90 quando não havia mídia por internet e parecia um julgamento vindo de oráculos do outro lado do mundo. Um 10 (ou nota ruim) na Famitsu tinha outra relevância.

 

Mas hoje, sinceramente... só quando acontece de ser o primeiro review, mera curiosidade mesmo.

Compartilhar este post


Link para o post

qual foi a revista que deu 11/10 pra MGS4?? :lolmor:

 

 

eu nunca levei a sério review nenhum de revista, os últimos anos só serviram pra confirmar minha opinião. No máximo tu lê o texto pra saber um pouco de como o jogo funciona...

Compartilhar este post


Link para o post

Esse jogo de luta do JoJo ter conseguido tirar 40 doeu até na alma.

 

 

Mas 34 é um nota boa. O nível de exigência de vocês é alto demais, pqp.

Editado por Kisuke

Compartilhar este post


Link para o post

Deram 36 pro primeiro Xenoblade, dá pra esperar algo mais ou menos no mesmo nível.

 

Xenoblade tinha potencial pra ser o melhor JRPG ever, mas fica maçante demais na segunda metade (a partir de Valak Mountain). Ficar procurando e ativando botãozinho nas dungeons de Mechonis com aquela estrutura copy-paste depois de 20 horas explorando cenários lindos e detalhados foi de chorar. A história também fede, é uma idiotice animezística sem fim. O jogo se leva a sério demais, Shulk com seu beicinho de #xatiadu o tempo todo bancando aquele herói clichezento de anime que salva os próprios inimigos da morte é insuportável. É um jogo muito bom, mas poderia ter sido uma obra prima. E eu acho que a sequel vai repetir os mesmos erros, pelo menos em relação à história, porque infelizmente é isso que japoneses e Wangs hypam.

Compartilhar este post


Link para o post

Tradução do review da Famitsu:

 

 

 

Reviewer 1 – 9

Deep and long story, tough enough difficulty and highly user-friendly systems remind of old RPGs in a good way. The huge open world is packed with a countless number of stories and it will require time and effort to tackle them properly. Pilotable Dolls are irresistible gems for people who like robots, as there are plenty of customization elements and you can dynamically transform the vehicle. There is much to do, and while it may feel tiresome, you’ll get a sense of accomplishment.

Reviewer 2 – 9

It’s fun to adventure seamlessly in a huge field which overflows with the sense of freedom. Things like huge primitive creatures are also exciting. Adventuring is pleasant thanks to a handy Skip Travel feature which allows for movement by touching the map. There are plenty of strategy elements and although they are complex to an extent, unique systems like “Soul Voice”, which activates under certain conditions, are interesting. You can also enjoy other strategy elements like arts, skills and Dolls, or the customization.

Reviewer 3 – 8

The word “grand” describes this really epic game precisely. The huge field is beautiful and the excitement doesn’t run out in this adventure when the view changes from day to night. Things like the world setting are explained carefully and cut-scenes appear often so it is a bit of waste that things tend to progress slowly. It would also be good if the tempo of conversations was a bit faster. It’s nice that you can attack fiercely when you get the knack of combat. It’s also charming how enemies or Dolls launch attacks from different types of customizable parts.

Reviewer 4 – 8

It’s fun to move around and explore the seamless open world without any stress and there are many gimmics which take use of vastness of the map. The combat combines action games with a command-based system, the tempo is good, and battles are highly strategic. The story is carefully made, but there is a strong feeling of just watching a movie. There are also many cases where game systems aren’t properly explained and one has to stumble around in the dark.

Compartilhar este post


Link para o post

Eu não consegui achar maçante nem nas partes dos mechonis. Tá, aquele cenário onde as espadas se encontram é meio maçante, mas depois de caírem pra fallen arm fica lindo demais, o clima de mistério, inimigos novos e a descoberta dos "machinas" dão uma renovada no jogo. Ver aquele braço quase que inteiro a partir da praia é demais. E só de ver os dedos lá no horizonte e saber que dá pra subir neles, foi algo de tirar o fôlego.

 

E aquela parte dentro do mechonis também tinham uns inimigos insanos, tive que farmar algumas partes pra poder passar.

 

O lance do "herói salvando inimigos" também acho e SEMPRE achei nojento, em qualquer filme, anime ou série.

 

Concordo que essas merdas animezísticas destroem com qualquer potencial, mas o jogo é tão vasto em cenários e inimigos que eu nem notei essas merdas, ficaram em segundo plano pra mim.

 

O que cagou e aí sim foi um chute no saco foi o sistema de armas, pedras e loot que chegam a doer no saco, tinha vezes que eu perdia 10 minutos só vendendo e organizando aquele porrilhão de itens inúteis. Outra merda: aquele nopon imbecil que grita toda hora "rikki", por mim que queimasse vivo.

 

Quanto à esse novo xenoblade, tô até feliz que burusaram pra agradar gordinhos virgens, é mais um motivo pra eu passar longe desse console lixo. Esse jogo seria o único motivo de eu voltar a comprar cocô enlatado da Nintendo.

Compartilhar este post


Link para o post

Fallen Arm é bacaninha mesmo, esqueci. Mas dura pouco. Logo vem Mechonis Field, depois uma fábrica imunda, depois aquela cidade desolada escrota. O design xerocado desses lugares nem é o problema, o que fede é a exploração e as coisas que o jogo te pede pra fazer. São horas e horas de nada além de botãozinhos intermináveis. É pior que campanha de Halo. E os lugares são exageradamente grandes, tudo é enorme e vazio. Fizeram assim pra manter uma "consistência" com o tamanho do ambientes externos, mas é totalmente desnecessário. Eu sei que você está andando por dentro de um gigante mas pelam0r, haja saco pra percorrer salões vazios que parecem ter 50.000m².

 

Riki é um lixão mesmo, mas todo RPG japoronga tem que ter um mascote pra satisfazer a parcela furry do público alvo, dá pra relevar.

 

O X ainda é um exclusivo que me interessa muito caso tenha um Wii U, apesar não gostar muito de mechs. Os vídeos estão lindos demais, a Monolith tá tirando leite de pedra do hardware como já fez no Wii original. Mas vou jogar preparado pra desligar o cérebro nas cutscenes. E quando tiver que atravessar um corredor da casa do gigante do juaum pe d feijaum.

Compartilhar este post


Link para o post

Vocês reclamam tanto que deviam passar longe desses jogos, falo na boa mesmo... Xenoblade Chronicles tem mais de 10 horas de história(que eu pessoalmente adorei e as cutscenes são demais) e esse já foi criticado(pela Famitsu/Dengeki) por ter ainda MAIS(por mim tá ótimo).

 

Não consigo compreender certos masoquismos, imagina eu ficar me torturando com RPG ocidental genérico sem carisma por algum motivo sem explicação... tem que ter muito tempo de sobra mesmo.

Editado por WangTang

Compartilhar este post


Link para o post

Só dei um exemplo seu cretino.

 

Doença é os caras ficarem se matando pra jogar coisa que não gosta, falta de amor próprio.

Compartilhar este post


Link para o post

Bela lógica GangBang, eu critiquei alguns pontos do jogo (que considero o melhor jrpg da geração retrasada) e logo estou jogando o que não gosto.

 

 

O X ainda é um exclusivo que me interessa muito caso tenha um Wii U, apesar não gostar muito de mechs. Os vídeos estão lindos demais, a Monolith tá tirando leite de pedra do hardware como já fez no Wii original. Mas vou jogar preparado pra desligar o cérebro nas cutscenes. E quando tiver que atravessar um corredor da casa do gigante do juaum pe d feijaum.

 

Na real eles tiraram leite de pedra no quesito draw-distance (na parte técnica), e nos concepts (principalmente os mechons) e design de cenário na parte artística. Porque o gráfico em si não tem nada demais.

 

Aliás não foram poucos os momentos em que me contorci e tive vontade de cagar pra cima pra comer merda quando via alguns cenários deslumbrantes sendo triturados naquele hardware patético à 480p numa TV 1080p.

 

Não vou ousar falar mal de um game que nem cheguei perto ainda, mas Xeno X tá me parecendo a mesma "deslumbrância" do original em matéria de cenários e grandiosidade, mas tá faltando climão e sobrando burusice. Melhor esperar os reviews de verdade. 

Compartilhar este post


Link para o post

Wang viaja. O jogo é foda em um monte de coisa, principalmente a primeira metade, por que não vou jogar? A história não é ruim ao ponto de me fazer dar ragequit, mas frustra porque o jogo poderia ter sido um clássico absoluto inesquecível não fosse a animezice incrustada em cada segundo da narrativa.

Compartilhar este post


Link para o post

Então me fala qual super jRPG que tu considera o top do mundo que não tem absolutamente NADA de "animices" ou mimimis do gênero.

 

Vamo ver o nível da merda que tu vai falar.

Compartilhar este post


Link para o post

Então me fala qual super jRPG que tu considera o top do mundo que não tem absolutamente NADA de "animices" ou mimimis do gênero.

 

Vamo ver o nível da merda que tu vai falar.

Chrono Trigger. Toma nesse rabo gordo.

 

Todo jogo japonês tem seu teor de japice. Isso não significa necessariamente uma história ridícula de anime cheia de melodrama de novela mexicana. FF4, 6, 7 e 9 são jogos sérios com vários momentos dramáticos, e na maioria deles a história dá uma exagerada no final, mas nenhum se resume a MONADSO MONADSO MONADSO e a um momento de anime shonen atrás do outro, como Xenoblade. Aparece algum inimigo invencível, você usa a espada lendária, vira o pica das galáxias e mata todo mundo, aí aparece outro inimigo com poder de luta over 9000 que tu não consegue nem arranhar, mas com a força dos seus amigos e do seu sentimento de vingança você consegue ativar o verdadeiro poder, etc. Rinse & Repeat pelo menos 3x até o final do jogo. É literalmente o ciclo de DBZ.

 

Skies of Arcadia, japice na medida certa. Valkyrie Profile, extremamente japa, mas com uma história linda e original. Suikoden 2, jogaço repleto de referências à cultura japonesa, mas voltado pra quem tem mais de 15 anos de idade. Enfim. Quando você entender que japice e animezice/burusice são coisas diferentes, a gente conversa. Marcamos uma jogatina de Soul Calibur ao som de Lady Gaga pra bater um papo.

Editado por Rare

Compartilhar este post


Link para o post

Até Chrono Cross tem personagens japorongas como aquele cachorro rosa e outros bichos, e mesmo assim são secundários não descambam pra burusice. Pelo contrário, tem carisma.

 

Ao contrário de personagens "alívio cômico / pastelão forçado".

 

Vagrant Story é outro que dá pra atolar no rabo desse gordo puto.

Compartilhar este post


Link para o post

Como eu gosto de Dragon Ball eu gostei da história e personagens de Xenoblade, logicamente que existem JRPGs melhores em termos de enredo, mas no quesito Mundo e Gameplay nunca joguei nada comparável, é muito melhor que o resto, um Skyrim japoronga e muito melhor que o citado.

Compartilhar este post


Link para o post

Eu era alucinado por Dragon Ball, gravava episódios e tenho a coleção de mangá completa até hoje. DBZ foi um dos pioneiros, ou pelo menos popularizou esse tipo de enredo e influenciou um monte de anime genérico que saiu depois. E Xenoblade, um produto 30 anos mais velho, não consegue oferecer nada além disso em termos de história. É simplesmente broxante e destoa da qualidade do resto do jogo, por isso chama a atenção. Se fosse um jogo meia boca em tudo, nem reclamaria.

Compartilhar este post


Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Visualizando este tópico:   0 membros online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..