Ir para conteúdo
  • Últimas notícias

    A grande controvérsia criada pela aquisição de direitos exclusivos pela Epic Games Store sobre os jogos Detroit: Become Human, Heavy Rain e Beyond: Two Souls parece próxima do fim.
     
    No próximo dia 18 de junho, o contrato de exclusividade se encerra e os três jogos finalmente serão lançados no Steam. No momento, os três jogos já se encontram listados na plataforma e possuem versões demos para ser baixadas.
     
     
     
    Nos últimos meses, informações confidenciais da Nintendo tem sido sistematicamente compartilhadas pela internet, oriundas do famoso fórum "4chan".
    Inicialmente, os códigos de fonte dos jogos Pokémon Red/Green/Blue foram obtidos, seguidos da segunda geração Gold e Silver, revelando diversas informações até então desconhecidas para os fãs, como versões preliminares dos monstros que não chegaram a versão final dos jogos.
     

     
     
    No início do mês de maio, outro desses vazamentos revelou o código de fonte completo do Nintendo Wii, com especificações até mesmo do processo de concepção do console ao código de fonte de seu sistema operacional.
     
    Dessa vez, entretanto, o problema é bem mais grave: vazou o código de fonte do Nintendo 3DS, um console que ainda está em produção pela Nintendo. Esse vazamento trás todo o código de fonte do sistema "Horizon" do 3DS e isso pode potencialmente ser problemático, pois muito do sistema operacional do Nintendo Switch é baseado no sistema do 3DS.
     

     
     
    Ao que tudo indica, esses vazamentos se originam todos de uma mesma fonte e estão sendo sistematicamente disponibilizados na internet ao longo dos meses. Parece que o time jurídico da Nintendo terá bastante trabalho nos próximos meses.
     
    A última publicação da NPD mostrou que as vendas de FF7 Remake em abril continuaram fortes após o início avassalador e o jogo é o mais vendido do ano nos Estados Unidos até o momento.
     
     
    Não somente isso, o jogo conseguiu se tornar além do maior lançamento de todos os Final Fantasies nos E.U.A. (superando Final Fantasy XV, de 2016), também o jogo mais vendido da franquia.
    A batalha infinita das produtoras de consoles contra a pirataria ganhou um novo capítulo. Desta vez, a Nintendo através de seus advogados processou, no último dia 15, diversos websites relacionados à comercialização de dispositivos de pirataria fabricados pelo "Team Xecuter" e seus respectivos donos. A ação corresponde aos seguintes domínios: anxchip.com, axiogame.com, flashcarda.com, mod3dscards.com, nx-card.com, sxflashcard.com, txswitch.com e usachips.com.
     
    O ataque judicial da Nintendo ocorre dias antes do lançamento planejado de um novo dispositivo capaz de "desbloquear" também o até então "não desbloqueável" Nintendo Switch Lite.
     
    A Nintendo busca através destas ações, reparar danos de acordo com eles próprios "irreversíveis" causados por todos estes websites nos Estados Unidos. A ação solicita o pagamento de indenização e também confisco dos lucros das referidas lojas.
    A Sony revelou hoje uma consolidação de marca de seus estúdios de criação. A partir de agora, suas produções próprias serão lançadas pela nova marca, a PlayStation Studios.
     
    Entretanto, a marca só deve começar a ser utilizada após o lançamento do PlayStation 5 (que deve ser lançado no final de 2020).
     
    O trailer de anúncio da marca conta com títulos consagrados da franquia PlayStation, como Uncharted, Horizon: Zero Dawn, God of War, Last of US e outros.
     
    Confira abaixo o trailer de lançamento da PlayStation Studios:
     
     
    No último relatório compartilhado pela Nintendo em 31 de março, foi informado à imprensa que o Nintendo Switch atingiu a marca de 55 milhões de consoles vendidos, superando a previsão inicial de 19,5 milhões de unidades (no ano passado, Shuntaro Furukawa, presidente da empresa, compartilhou a previsão de 18 milhões de unidades para as vendas no ano fiscal). Uma grande ajuda para atingir estes números foi o grande sucesso obtido pelas enormes vendas do mais recente Animal Crossing.
     
    As vendas de hardware atingiram a marca de 55,77 milhões de unidades, com um aumento de 3,29 milhões em relação ao trimestre anterior, já as vendas de software,  chegaram à 356,24 milhões de unidades, um aumento de 110,23.

    Veja o desempenho de vendas do Nintendo Switch para cada trimestre do ano fiscal encerrado em março de 2020:
     
    Primeiro trimestre (abril a junho de 2019) - 2,13 milhões de unidades Segundo trimestre (julho a setembro de 2019) - 4,8 milhões de unidades Terceiro trimestre (outubro a dezembro de 2019) - 10,81 milhões de unidades Quarto trimestre (janeiro a março de 2020) - 3,29 milhões de unidades
    O maior aumento nas vendas ocorreu no terceiro trimestre, que ocorreu com o lançamento de Pokémon Sword e Pokémon Shield em novembro de 2019. A previsão para as vendas do Switch era anteriormente fixada em 18 milhões, mas a empresa atualizou para 19,5 milhões depois de compartilhar os resultados do terceiro semestre.
     

     
    Pokémon Sword/Shield, por exemplo, conseguiram ultrapassar as vendas de todos os jogos lançados para o Nintendo 3DS com  ficando atrás nas vendas apenas dos títulos para o Nintendo DS Diamond/Pearl, e os títulos para o GameBoy, Gold/Silver e Red/Blue. Um grande sucesso, principalmente quando se leva em conta o enorme backlash que o jogo obteve durante seu lançamento por conta da ausência de todos os pokémons.
     
    Entretanto, mesmo com as grandes vendas no terceiro trimestre, a grande verdade é que a empresa não esperava pelo grande sucesso de Animal Crossing: New Horizons, o que elevou ainda mais os números de vendas.
×

Informação Importante

Ao utilizar este site, você está automaticamente concordando com os nossos Termos de Uso e regras..